Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Ligue para nós

(11) 2836-6065

Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Desentupidora em campinas 98776-7059 / 99739-5404

Desentupidora em campinas 98776-7059 / 99739-5404

Desentupidora Campinas é uma empresa já tem mais de Dez anos no setor de Desentupidora, Limpa Fossa e Serviços de Vídeo Inspeção em Tubulações de Esgoto, Água Pluvial, etc. Oferece a seus clientes nas mais diversas áreas de Desentupimento de Esgoto e limpeza de Fossa, possuímos e trabalhamos sempre com os melhores e mais modernos equipamentos. Conheça um pouco dos nossos serviços de Serviços de Desentupidora. Serviços Desentupidora em Campinas e Região maquinas-desentupidoras CampinasNossas Máquinas são da Marca RIDGID uma Empresa que fabrica as melhores Maquinas e equipamento para vídeo inspeção na área de SANEAMENTO no mundo, seja para desentupir canos de e esgotos e água pluvial, as maquinas desentopem e limpam através da alta raspagem interna, que consegue ultrapassar todas as curvar do encanamento , fazendo do serviço uma tarefa fácil, rápida sem quebrar pisos ou paredes, além de garantir uma maior vida útil da tubulação desentupida. Nossos equipamentos são capazes de Desentupir praticamente todo tipo de encanamento, nossos técnicos altamente qualificados e especializados em desentupimentos em geral. Oferecemos diversos tipos de Serviços de Desentupidora entre eles Desentupimento de Ralos, Pias, Mictórios, Vasos Sanitários, coluna de prédio, caixas de passagem, caixas de gordura, fossa séptica e todo e qualquer tipo de esgotos em geral. Serviços de Limpeza de Fossas – Desentupir Fossa em Campinas serviço-limpa-fossa-campinasEstimamos sempre pela eficiência e qualidade na execução dos Serviços de Desentupidora prestados, sempre consciente da importância de nossas atividades para com o meio ambiente atendendo nossos clientes com atenção e respeito. Atendemos em sua residência ou empresa com caminhão limpa fossa auto vácuo que executa o esgotamento da fossa séptica, sumidouro, limpeza de caixa de gordura, caixas de decantação de água, remoção de lama betonifica, limpeza de bacias de tratamento e drenagem de áreas alagadas de forma rápida e segura. Fazemos esse serviço principalmente em Campinas, mas atendemos toda a Região Metropolitana e interior. Todos os nossos serviços de limpeza de fossa são feito com asseio e respeito ambiental são devidamente regulamentados pela Sabesp que, fiscalizam os descartes de resíduos das fossas com medição do PH, e assim, controlando a destinação dos líquidos e massas para controle do meio ambiente. Serviços Desentupidora – Hidrojateamento em Campinas servico-de-hidrojateamento-310x240Serviços de Desentupidora, Veja oque é e como funciona O hidrojateamento consiste na aplicação de um jato de água de alta pressão sobre uma superfície ou tubulação, normalmente com a intenção de limpá-la ou desobstruí-la. A alta velocidade da água gera uma pressão que varia entre 100 e 1.000 kgf/cm2 e que destrói o Lixo e a sujeira e os objetos que estão impedindo o fluxo dentro de uma tubulação e, o melhor de tudo, sem danifica-la por alta pressão para o processo de limpeza e desobstrução nas mais variadas atividades, sejam elas redes de esgotos, galerias de águas pluviais e trocadores de calor, evaporadores, lavagem de superfícies, etc. O sistema de limpeza é feito através de jato de água em alta pressão, de forma rápida e eficiente, com operação fácil e segura, sem danificar ou colocar em risco a integridade dos locais aplicados como tubulações, paredes, etc. Veja todos as vantagens do HIDROJATEAMENTO. Desentupimento Residencial em Campinas servico-de-desentupimento-residencial-310x240A Desentupidora Campinas Faz todos os tipos de desentupimento que sua residência precisa, não tem problema se reside em um edifício, sobrado, casa baixa ou chácara, nós vamos até você seja na cidade ou no interior fazemos um orçamento sem compromisso antes de iniciar o serviço e se necessário parcelamos no cheque e cartão e damos garantia por escrito. É primordial para ter uma casa limpa e funcional, é necessário que os canos e tubulações sejam agentes de bem-estar sempre visíveis. O domicílio de uma família é um lugar onde é essencial a limpeza, pois é onde os mesmos suprem todas as suas necessidades. Pensando nisso entendemos nossa função como desentupidora residencial sendo vital a garantia da qualidade de vida de nosso clientes em Desentupimento Residencial. Nossa equipe conta com profissionais qualificados, treinados para evitar quebra de pisos e assoalhos, fazendo um trabalho limpo e responsável. Mantendo sempre a funcionalidade da sua casa e seu apartamento. Nossos serviços como desentupidora residencial garantem a desobstrução em todas as áreas necessitadas, como: Limpeza de caixa de Gordura, Limpeza de Fossa, Desentupimento vaso sanitários, banheira, floreira, ralo, pia, lavatório e encanamento de águas pluviais em Campinas. Desentupimento Industrial em Campinas servico-desentupimento-industrial-310x240Nós que fazemos o Desentupimento Industrial, no entanto, estamos há vários anos cuidando desse tipo de tratamento para evitar que você e sua equipe percam a produtividade. Nosso atendimento é rápido e nossa equipe é treinada para evitar danos nas estruturas e lidar com esse tipo de caso com discrição e eficiência. Nossos serviços contam com certificado de garantia seguindo uma restrita política de qualidade, que envolvem cuidados com o meio ambiente, saúde e segurança. Faça um orçamento sem compromisso. Ligue e converse com um de nossos atendentes, com certeza nossa equipe poderá lhe fornecer detalhes mais específicos que farão você entender o porque alcançamos um status tão louvável no ramo de desentupimento industrial. limpeza-industrial- Desentupidora Campinas oferece soluções personalizadas em Limpeza industrial, com a melhor estrutura e profissionais altamente qualificados para atender todas as necessidades da indústria. Nossa empresa possui todas as licenças ambientais e destina os resíduos de maneira correta sem causar danos ao meio ambiente. Oferecemos uma grande variedades de serviços de limpeza industrial, entre eles Limpeza de cabines de pintura, limpeza de dutos, limpeza de resfriadores, limpeza de áreas e estruturas, limpeza de pisos, pátios e fachadas, limpeza de tanques, silos, espaço confinado. Desentupimento Industrial Serviços Desentupidora – Filmagem de Tubulações em Campinas video-filgem-inspecao-tubulacao-310x240Tele Diagnóstico através da filmagem interna de tubulações por micro câmera, (RIDGID SeeSnake) com imagem colorida, incluindo o fornecimento de imagens em formato digital com relatório do trabalho desenvolvido. Localizamos caixas de esgoto ou fossas em calçadas e jardins, Realizamos filmagens em: Tubulações industriais, sanitárias e pluviais com diâmetros variáveis, Mapeamento e análise de integridade de tubulações com fornecimento de relatórios técnicos, Soluções personalizadas em filmagem de tubulações para sua empresa. Locação de Banheiro Químico em Campinas locacao-de-banheiros-quimicos-310x240Dispomos de uma linha completa de banheiros químicos para Locação/aluguel. Nossos sanitários são ideais para shows, feiras eventos, canteiro de obras e orla marítima. Oferecemos uma solução completa de locação e realizamos a higienização periódica dos sanitários com reposição de produtos feita por pessoal especialmente treinado. Se você precisa de uma estrutura completa com serviços de qualidade, A Desentupidora Campinas tem a solução na medida certa para seu evento obra ou festinha\ reunião de final de Semana Caça Vazamento em Campinas servico-de-caca-vazamento-310x240Apresentamos serviço de excelência em Detecção de vazamentos ocultos (não visível) em sistemas de esgoto, água limpa, tubulações, hidrantes, piscinas, etc. Oferecemos o serviço de caça vazamento Campinas contando com os melhores equipamentos disponíveis no mercado, para que a caça dos mais complexos tipos de vazamentos existentes seja solucionado, contando com auxilio de profissionais com larga experiência de atuação na área. Caça Vazament
o é com a Desentupidora Campinas. O caça vazamento pode ser feito em qualquer tipo de tubulação sendo: PVC, ferro e cobre; o som do vazamento é capturado por um equipamento de ultrassom que detecta com precisão onde realmente está o vazamento, em canos de alimentação e distribuição, reservatórios subterrâneos de residências, edifícios e indústrias. Além de ter aparelhos de detecção de vazamentos a Desentupidora Campinas métodos eficientes que podem também acusar o vazamento realizando testes em torneiras e vasos sanitários sem danificar a superfície analisada. Feito a localização de vazamento, o reparo poderá ser executado por nosso profissional especialista na área de encanador, após autorização de orçamento prévio. A execução do serviço é realizada, dependendo do vazamento são trocadas as conexões ou troca de tubulação, dependendo do problema. Você pode contar sempre com o serviço de Caça Vazamento Campinas. Serviços de Encanador em Campinas em Campinas servico-de-encanador-em-curitiba-310x240Encanador Campinas para serviços de reparo de vazamento em válvula hydra de descarga, registro, torneira e ralo sifonado. Encanadores especializados em caça vazamento por detecção eletrônica ultra-sônica. Encanador para troca de colunas de água limpa, esgoto e pluvial. Consumo de água aumentou? Pode ter vazamentos! feche todas as torneiras e amarre as bóias de todas as caixas d’água da residência; aproveite para marcar o nível de água nas mesmas. Certifique-se de que não há ninguém usando água, vá até o hidrômetro (relógio de entrada de água), e verifique se o mesmo está rodando. Se estiver, existe vazamento na linha de entrada de água. Depois de uma hora, no mínimo, volte até as caixas d’água e verifique se o nível marcado anteriormente é o mesmo. Se a água baixou, é porque existe vazamento nos ramais abastecidos pela caixa. desentupidora de pia em campinas Desentupimento de Pia Campinas Desentupidora de Pia – Ligue Agora! Sempre que notar lentidão na saída da água de sua pia, ou mau cheiro na cozinha, pode ser sinal de pia entupida. A desentupidora de pia Campinas conta com os equipamentos certos para desentupir pia sem precisar quebrar paredes ou a própria pia. O desentupimento de pia é uma solução ágil e que irá garantir maior comodidade no dia-a-dia de residências, comércios, indústrias e qualquer outro estabelecimento. Desentupir Pia de Cozinha A Desentupidora Campinas é formada por profissionais experientes e que realizam o desentupimento de pia com total descrição, causando o mínimo de transtornos no local e com as melhores condições do mercado. Confira abaixo alguns dos principais diferenciais do serviço e solicite já uma visita grátis dos técnicos especializados da desentupidora de pias Campinas.
 Serviços Realizados pela NA HORA DESENTUPIDORA CAMBUÍ CAMPINAS: Desentupimento de Canos no Cambuí em Campinas: NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS faz um trabalho excelente com as melhores ferramentas disponíveis quando o problema é desentupir canos, o trabalho é rápido e focado no problema em questão. Nossos equipamentos não danificam a tubulação, e não precisamos quebrar pisos ou paredes identificando as caixas de passagem e canos parcialmente ou totalmente obstruídos não tente improvisar quebrando toda sua casa ou Comércio isso irá causar um transtorno maior. Com nossa equipe o seu problema será resolvido com qualidade, temos ampla experiência no mercado. Venha ser mais um cliente da NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS oferecemos descontos especiais, pagamento facilitado e garantia dos serviços prestados. Desentupimento de Colunas no Cambuí em Campinas: As colunas são alvo de entupimento constante e para resolver isso a NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS faz o desentupimento das colunas e higieniza todo o local. Desentupimento de Esgotos e Caixa de Inspeção no Cambuí em Campinas: O esgoto é foco de entupimento em virtude dos vários detritos que passa pelo local e a NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS conta com a experiência para eliminar qualquer coisa que esteja entupindo o esgoto. Para cada entupimento existe um tipo de material equipamento adequado, o técnico avalia o tipo de serviço a ser feito para utilizar maquinário correto desde os mais simples até equipamentos de alta pressão. Garantindo a maior qualidade em cada etapa do serviço. Resolvemos o seu problema com equipamentos apropriados sem quebras de piso, chão ou parede removendo toda a sujeira da tubulação. Desentupimento de Pia no Cambuí em Campinas: A NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS vai até o local para resolver e leva consigo todas as ferramentas necessárias. Com ampla experiência no mercado de Desentupimento de Pia em Campinas. A NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS conta com equipamentos modernos e de alta performance, garantindo a maior qualidade em cada etapa do serviço. Há dois fatores que contribuem para o entupimento da pia de cozinha, sendo a gordura e os restos de comida os grandes culpados. A gordura vai se alojando nas paredes das tubulações antes de chegar até a caixa de gordura, esta gordura para nas paredes da tubulação fazendo com que os restos de comida grudem pelo cano, isto vai deixando a passagem de água cada vez mais difícil. Desentupimento de Ralo no Cambuí em Campinas: A maior parte do entupimento é causado pelo excesso de cabelos que enroscam nos canos, também causando entupimento de toda tubulação, trazendo um transtorno maior. Ralos externo sofrem bastante com o excesso de lixo, folhas, raízes de árvores, ou até mesmo pós obras, restos de construção, terra… Iremos resolver o seu problema sem quebra de pisos, chão ou parede, usando equipamentos apropriados para cada etapa do serviço. Existem momentos que alguns produtos ou ferramentas caseiras podem resolver, porém quando isso não é possível é a hora de contratar uma empresa especializada e a NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS faz o trabalho de desentupimento de ralo com qualidade e rapidez. OBS: Evite o uso de bicarbonatos e ácidos eles podem trazer danos a tubulação e a sua saúde. Desentupimento de Vaso Sanitário no Cambuí em Campinas: Os vasos sanitários costumam entupir constantemente e em muitos casos o problema está na posição do cano ou curvas, a NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS além de desentupir orienta o cliente para que o problema não se repita e indica outros profissionais do encanamento caso o que esteja gerando o problema vá além de um entupimento. DESENTUPIDORA DE VASO SANITÁRIO E MICTÓRIO EM CAMPINAS. O Entupimento do vaso sanitário ou mictório pode ocorrer quando um objeto por descuido cair na bacia, ou até mesmo por muito tempo de uso acúmulos de sujeiras, o entupimento pode estar nos canos da tubulação da rede de esgoto obstruindo a passagem de água deixando com pouca vazão ou nenhuma. Por isso vale lembrar a importância da manutenção preventiva! Custo benefício melhor e mais acessível, assim evitando transtornos e constrangimentos. DESENTUPIDORA DE CAIXA DE GORDURA NO CAMBUÍ EM CAMPINAS: A função da caixa de gordura é evitar com que a gordura escorre pelos ralos e tenha acesso a tubulação e cause uma possível obstrução. Todo esse resíduo fica retido na caixa de gordura, por isso é tão importante realizar a limpeza da caixa, assim evitar um entupimento nos canos da tubulação. Caso ocorra o entupimento a NA HORA DESENTUPIDORA EM CAMPINAS realiza a limpeza e desobstrução da caixa de gordura, temos equipamentos e técnicos prontos para atender a qualquer momento 24 horas por dia 7 dias na semana. Desentupidora 24 horas no Cambuí em Campinas: Os serviços listados acima são alguns dos trabalhos realizados pela NA HORA DESENTUPIDORA CAMPINAS, mas a empresa vai além e trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana para nunca deixar o seu cliente na mão. NA HORA DESENTUPIDORA NO CAMBUÍ CAMPINAS utiliza equipamentos de última geração e profissionais qualificados e treinados periodicamente para atender os mais diversos tipos de serviços de desentupimento o
u desentupidora solicitados por nossos clientes. A empresa disponibiliza no site as dúvidas mais comuns sobre a Desentupimento em Campinas, Desentupidora em Campinas, Desentupir em Campinas e Desentupimento em geral em Campinas. NA HORA DESENTUPIDORA NO CAMBUÍ atua a mais de dez anos no ramo de desentupimento, limpeza e desobstrução de Canos, Pias, Vasos sanitários, Caixas de gordura, Mictórios, Lavatórios entre outros… Contamos com profissionais altamente capacitados e modernos equipamentos, atendimento 24 horas para melhor atender sua necessidade. O nosso objetivo é garantir um serviço de qualidade com a finalidade de estabelecer um compromisso duradouro com os nossos clientes. Seguindo padrões e normas de segurança e qualidade com objetivo de solucionar os problemas causados. Seja mais um cliente da nossa empresa, oferecemos descontos especiais, pagamentos facilitados e garantia do serviço prestado. Entupimentos podem ocorrer em casas, apartamentos, industrias, empesas, Hospitais, qualquer lugar que contenham canos podem com o tempo devido muitas vezes pela forma incorreta de utilizar, acabar entupindo, para este tipo de serviço a melhor maneira é chamar uma empresa especializada, NA HORA DESENTUPIDORA NO CAMBUÍ CAMPINAS conta com ótimos profissionais prontos para atender a qualquer momento! NÃO ESPERE ESSE PROBLEMA SE AGRAVAR, LIGUE E SOLICITE UM ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO!
 Desentupimento de vasos sanitários no Cambuí em Campinas, Desentupimentos de tanques no Cambuí em Campinas, Desentupimentos de Pias no Cambuí em Campinas, Desentupimento de esgotos no Cambuí em Campinas, Desentupimento de Ralos no Cambuí em Campinas, Desentupimento e limpeza de caixa d’ gordura no Cambuí em Campinas, Desentupidora de esgoto no Cambuí em Campinas, Desentupidora de ralo no Cambuí em Campinas, Desentupidora de pia no Cambuí em Campinas, Desentupidora de cano no Cambuí em Campinas, Desentupidora de encanamento de água pluvial, Desentupidora de Fossa no Cambuí em Campinas, Desentupidora de Lavatório no Cambuí em Campinas, Desentupidora de Caixa de Inspeção no Cambuí em Campinas, Desentupidora de Mictório, no Cambuí em Campinas, Desentupidora de Tubulação no Cambuí em Campinas, Desentupimento em Geral no Cambuí em Campinas, Desentupidora de esgoto Campinas, problemas com algum encanamento entupido em sua casa, apartamento, escritório, comércio ou empresa, temos os mais modernos equipamentos para resolver seu problema, desentupir privada, caixa de gordura, canos em geral. Enfim, Esses entupimentos são causados por pequenos objetos que caem nos canos, fios de cabelos e crostas de gorduras que com o tempo vai te trazer um transtorno, por isso sempre é bom fazer um jateamento de água, uma vez por ano para eliminar os principais causadores de entupimentos dos canos. Por isso, Entre em contato e faça um orçamento, desentupidora Campinas e região, desentupir canos, vaso sanitário, pias e ralos, Valinhos, Vinhedo, Sumaré, Hortolândia, Paulínia, Monte Mor, Sousas, Barão Geraldo, Indaiatuba, Jaguariúna, região do Ouro Verde, Campo Grande, Sousas, Aparecidinha, Barão Geraldo, Bonfim, Taquaral, Nova Europa.. Desentupidora de Cano em Campinas DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Desentupidora de Cano em Campinas e especializada em desentupimento alem disso atendemos 24 horas 7 dias por semana, alem disso a visita grátis. Por outro lado atendemos todos os bairros de Campinas, em suma com preço justo de 30% mais barato que a média do mercado, ou seja, nossa desentupidora de cano em Campinas bem perto de você afinal você merece antes de tudo o melhor. Portanto temos o melhor preço, alem disso garantia e rapidez do mercado. E finalmente desentupidora de cano em Campinas também utiliza equipamentos modernos, conseqüentemente não danifica tubulação, ou seja, é ideal para desentupimento em rede de esgoto. Acima de tudo a desentupidora de cano em Campinas tem o melhor preço, da mesma forma garantia e rapidez do mercado. Certamente desentupidora de cano em Campinas também utiliza equipamentos modernos, portanto não danifica tubulação, alem disso é ideal para desentupimento em rede de esgoto. Da mesma forma os maquinários de desentupimento dotados de sondas e ponteiras de aço adequadas aos diferentes tipos de entupimento, Alem disso giram a 360 graus nos sentidos horários e anti-horários nos canos e da mesma forma sem danificar pisos ou paredes, conseqüentemente removendo todas as incrustações do cano e faz a raspagem das paredes interna das tubulações, independendo do diâmetro. Desentupimento de esgoto com hidrojateamento sem danificar, através de jato de água e bicos adequado para total limpeza das paredes das tubulações de vários diâmetros, ou seja removendo toda sujeira do cano. A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM 15 ANOS DE EXPERIENCIA NO MERCADO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO. A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM TÉCNICOS ALTAMENTE CAPACITADOS PARA REALIZA QUAL QUE TIPO DE SERVIÇO DE DESENTUPIMENTO. Executamos serviços de desentupimento de Campinas com limpeza técnica industrial e atendimento emergencial por que sabemos certamente que o esgoto entupido causa grande transtorno, portanto nossa empresa a fim de solucionar o problema imediato, vamos alem disso temos equipe técnica altamente qualificada porque entendemos que dessa maneira em primeiro lugar resolvemos quaisquer tipos de entupimento, portanto é um grande diferencial mais digno de nota em nossos serviços, no entanto utilizamos equipamentos para remover toda a sujeira porque com o tempo cria-se incrustações nas paredes internas do cano, como resultado temos em fluxo de água normal com capacidade e eficiência de escoar, ou seja como fosse novo. Sobretudo observe os benefícios que a desentupidora de cano em Campinas oferece ao seu cliente: Primeiro desentupimento, segundo raspagem terceiro higienização do cano, quarto garantia por escrita, quinto orçamento gratuito, sexto não cobramos taxa de visita, ale disso temos equipe 24 horas, e finalmente pagamento facilitando o pagamento que gera sem duvida comodidade para nossos clientes. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS ATENDE IMEDIATO A pia entupida, primeiro de tudo começa com água demorando para descer e quando isto acontece só tende a piorar ou conseqüentemente entupir totalmente. A pia é um dos pontos que mais entope, ou seja, quando lavamos panelas, pratos a gordura ela vai acumulando na parede do cano, portanto e essa gordura no decorrer do tempo ela fica sólida e o resto de comida que acumula no ralo da mesma forma a gordura fica solida e entope a pia. Sua pia entupiu ai é hora de chamar a desentupidora para desentupir, porque nossa empresa tem equipes para atendimento imediato, e alem disso com equipamento especifico onde não danifica o encanamento, ou seja com ponteiras apropriadas para desentupir e fazer a raspagem do cano. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM ATENDIMENTO EMERGENCIAL PARA DESENTUPIMENTO DE RALO Serviços de desentupimento de ralos, Portanto o ralo é um ponto que mais acumula sujeira, folha, areia, ponta de cigarro e resto de obra. Também o lavar o quintal a água não desse ou quando chove alaga tudo. A desentupidora está preparada para realizar este serviço, nossos técnicos são treinados e capacitados para realizar desentupimento de ralos certamente com o máximo de urgência. O ralo entupiu chame nossa empresa que teremos o prazer de atendê-lo o mais rápido possível sem quebra de pisos ou azulejos. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS EXECUTA DESENTUPIMENTO EM VASOS SANITÁRIOS COM ATENDIMENTO 24 HORAS Desentupimento de vasos sanitários, nossos técnicos executam o serviços de desentupimento de vasos com equipamento moderno para desobstrução removendo toda a sujeira sem quebrar o vaso. O vaso entupido pode ser que tenha caído algo dentro ou o problema é na rede central de esgoto, os nossos profissionais são qualificados para identificar este problema, ou seja quando o ent
upimento é na rede de esgoto os técnicos remove o vaso ou abre a caixa de esgoto para desentupir o cano. O vaso entupido com os nossos equipamentos remove toda a sujeira alem disso sem necessidade de retirá-lo. Da mesma forma quando for necessário remover o vaso não se preocupe a equipe técnica é treinada e capacitada, ou seja, não quebrar e nem danificar o vaso. Alem disso sabendo que um vaso entupido pode trazer transtorno para as pessoas do local que quer utilizar o banheiro, certamente a nossa empresa pode atender imediato dependendo da disponibilidade das equipes. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS REALIZA DESENTUPIMENTO DE COLUNA DE PRÉDIO Os serviços realizados de desentupimento com hidrojateamento, portanto com equipamentos de ultima geração ou seja apropriados para este tipo de serviço, alem disso não quebra nem danifica a tubulação, com hidrojateamento a vantagem e conseqüentemente desentope rápido e alem disso lava a tubulação ou seja deixando como nova. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS LIMPA GALERIA DE ESGOTOS E ÁGUAS PLUVIAIS 24 HORAS Portanto o desentupimento de galeria com caminhão de hidrojateamento ou alta pressão que certamente é o mais recomendado para galeria ou tubulação enquanto leva o esgoto ou água para estação de tratamento. Portanto quando abrimos uma torneira em casa no trabalho, tomamos banhos, lavamos louça e usamos a descarga do vaso sanitário. Finalmente toda essa água descartada é chamada de esgoto. Como resultado a Galeria de pluviais recebe a água de chuva e conseqüentemente leva até um rio, e é tudo que é descartado na guia, a boca de lobo que recebe essa água não tem telas para evitar que essa garrafa pet, lata, madeira e etc. Ou seja levando a entupir. Com equipamento de hidrojateamento realizamos desentupimento de galerias de esgoto e água pluviais. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM CAMINHÃO LIMPA FOSSA COM ATENDIMENTO 24 HORAS Desentupidora de fossa com caminhão de alto vácuo para executar desentupimento de fossa. Alem disso contamos com unidade móvel de caminhões de tanque de alto–vácuo com capacidade entre de 8, 10, 12, 15 metros sobre chassis de caminhão. Alem disso temos serviços de limpeza de fossa negra, caixas de inspeção, reservatórios, limpeza de caixa de gordura e esgotamento de fossa. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS LIMPA CAIXA DE GORDURA A higienização e desentupimento da caixa de gordura, primeiro de tudo vamos removendo toda gordura além disso fazemos a raspagem e finalmente a sucção. A desentupidora de caixa de gordura é especializada em desentupimento e limpeza com hidrojateamento. A desentupidora de Campinas é uma empresa de serviços com atendimento mais digno de nota que já esta há 16 anos no mercado, certamente trazendo alegria para nossos clientes. Enquanto isso nossas equipe executa o serviço de desentupimento em toda a grande São Paulo capital e interior. Como resultado nossa empresa tem uma enorme alegria de ter tantos clientes satisfeitos com serviços prestados por que gostamos do que fazemos. Oferecemos serviços de desentupimento aos nossos clientes com preço justo e total transparência. Trabalhamos com seriedade, portanto nossa meta e trazer a solução do seu problema ou seja no mais curto espaço de tempo. Alem disso Nossas operações contam com um planejamento detalhado devido à razão de que a execução seja cuidadosa, para que acima de tudo evitar danificar a estrutura já existente. A desentupidora de Cano em Campinas é uma empresa de desentupimento de pia, esgoto, vaso sanitário, calhas, coluna, galeria, fossa e hidrojateamento. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM O MELHOR PREÇO A Desentupidora oferece orçamento gratuito no local pelos nossos especialistas e além disso a visita e grátis. Na região de Campinas os problemas de entupimento acontecem com muita freqüência, porque na maioria das vezes, empresas sem qualificação, ou seja, acabam prestando serviços de má qualidade e conseqüentemente colocando o patrimônio do cliente em risco. A empresa Universo Ambiental tem uma vasta experiência no mercado de desentupimento de Campinas portanto sabemos que se quebrarmos algo como: piso, azulejos, outra coisa do tipo, certamente nunca mais ficará como antes. Para a solução do problema com entupimentos em residências, edifícios, condomínios, indústrias, comércios, escolas, e demais setores de atividade, o melhor é chamar a desentupidora de cano em Campinas, portanto temos uma equipe pronta para atende-las e da mesma forma garantir a maior segurança na realização de reparos de esgoto, cano, etc.. Nossos técnicos são altamente treinados em lidar com qualquer tipo de entupimento, pois além da experiência na solução de todos os problemas de encanamentos e de escoamento de esgoto, e alem disso conhecem a região como nenhuma outra Desentupidora de Cano em Campinas. Finalmente os moradores e estabelecimentos da região podem contar com a melhor desentupidora de cano em Campinas para efetuar todo o tipo de serviço sem que nada seja tirado do lugar. Se você já se cansou de ter problemas com entupimento de ralos, pias, vasos sanitários e outros tipos de encanamentos, chamem a desentupidora de cano em Campinas que resolverá com rapidez e eficiência, certamente garantindo o melhor serviço entre desentupidoras de Campinas. DESENTUPIMENTO DE CAMPINAS Nossa equipe de profissionais são altamente qualificados e capacitados com equipamentos de ultima geração. A desentupidora de cano em Campinas está a disposição para atendimento emergencial 24 horas em qualquer dia da semana e feriados. Portanto nosso objetivo é solucionar o problema de entupimento seja ele qual for de forma rápida, limpa e eficaz. Nossa equipe está pronta para ir até o seu local a qualquer hora do dia e da noite. Nós entendemos que entupimento pode acontecer a qualquer hora ainda mais quando estalos com visitas em casa, e é por isso que estamos a disposição, ou seja, a qualquer hora do dia incluindo feriados e finais de semana. em contrapartida hoje mantemos a frota mais moderna do estado de Campinas ao mesmo tempo temos vários equipamentos com a finalidade de solucionar os diversos casos de entupimento. Contamos com profissionais mais experientes do mercado e assim atingimos a posição de melhor desentupidora de Campinas uma das mais reconhecidas e mais digno de nota. Portanto com as rotinas domésticas também surti um efeito positivo na prevenção de entupimentos. Pequenos cuidados fazem diferença, ou seja, nunca gordura na pia, provavelmente são fatores que causam ou colaboram mesmo que lentamente e conseqüentemente ate entupir. DICA DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Portanto quando alugamos ou compramos uma casa primeiro de tudo devemos questionar para onde vão os esgotos. E também onde esta a fossa, e finalmente quando foi limpa. Portanto a limpeza de fossa é necessária e deve ser levado em questão no momento da compra ou locação da casa. Da mesma forma localização da fossa e muito importante pois muitas vezes o prejuízo é imenso para localizar uma fossa alem disso evitamos quebra de piso paredes e conseqüentemente a interdição da casa por não usar o esgoto. Dica: Verifique na conta de água a existência ou não de taxa de esgotos. Porem os casos em que a fossa não foi desativada apenas ligada no esgoto público através de uma caixa de passagem. Outra situação menos comum é a existência da cobrança de taxa de esgotos e sendo que não existe ligação para a rede pública e sim a fossa. SERVIÇOS DE LIMPEZA DE ESGOTO ENTUPIDO Um entupimento de esgoto certamente é uma surpresa desagradável e além disso ninguém gosta, portanto aparece no pior momento. Existem três principais que causam a maioria dos entupimentos dos esgotos domésticos. Primeiro de tudo o ralo da pia da cozinha e também o do banheiro e finalmente os ralos externos, ou seja o esgoto pode ficar entupido e causar um grande transtorno. Mas se você tiver problemas toda vez que descarregar provavelmente você talvez tenha uma linha de esgoto principal entupida. Isso pode ser causado prim
eiro de tudo pelo uso do vaso sanitário com papel higiênico, também quando uma criança pequena decide jogar um brinquedo e ver o que acontece. e finalmente pode acontecer quando você coloca grandes quantidades no lixo de uma só vez, ou seja quando você coloca a graxa no ralo. Pode ser liquido quando entra mais conseqüentemente a graxa endurece rapidamente e forma uma massa sólida e como resultado bloqueia o tubo de drenagem. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS E LIMPEZA DE CALHAS Limpeza de calhas e desentupimento dos dutos da calha, a empresa tem técnicos especializados na limpeza de e desentupimento de calha. A nossa desentupidora executa serviços de limpeza de calha e rufos é uma empresa de prestação de serviços, que presta serviços de limpeza de calhas 24 horas. Nossa empresa oferece serviços com qualidade, dependendo de serviço garantia de até 90 dias e o melhor preço do mercado. Todos os serviços podem ser parcelados em até 3x sem juros. Atendemos todos os dias, sábados, domingos e feriados oferecendo um serviço limpo, rápido e com qualidade. Desentupimento de dutos de calhas, canos de esgoto, água pluviais, ralos, pias e vaso sanitário com garantia de qualidade a nossos clientes. AS RAÍZES DAS ARVORES As raízes das árvores são uma causa oculta de tamanho de esgoto. Mesmo se você não tiver árvores no seu quintal ou perto nas ruas, as raízes das árvores de seus vizinhos podem ser afetadas. As raízes das árvores podem se estender por um longo caminho subterrâneo e são conhecidas por crescer diretamente em tubulações, causando buracos e bloqueios. Em alguns casos, eles podem até mesmo esmagar os canos de esgoto, levando a escavações e reparos caros. As casas antigas são o maior risco de linhas quebradas. A construção mais nova usa linhas de plásticos, mas as casas mais antigas usam canos de ferro fundido ou argila, que podem enferrujar e ou quebrar com o tempo, levando a entupir. O ESGOTO ENTUPIDO Afinal uma das piores coisas que podem ocorrer inesperadamente é um entupimento de esgoto. Entretanto Um entupimento de esgoto ocorre quando bloqueio impede que a água residual flua através da linha de esgoto que conecta sua casa aos esgotos sanitários municipais. Contudo essa obstrução fará com que as tubulações de esgoto e os canos de drenagem acabem transbordando uma vez que não há mais escoamento. Só que esses danos causados pelo os entupimentos de esgotos podem posteriormente causar danos domésticos e estruturais e de bactérias principalmente. É provável que o esgoto tenha parasitas, vírus e bactérias que representam um risco significativo para a saúde humana e de animais de estimação também. As causas mais comuns de um cano de esgoto são canos de esgotos entupidos, raízes de arvores crescendo em canos de esgoto, canos de esgoto rachados, bombas de depósito encaminhadas para esgotos e problemas com esgotos municipais. DEIXE- NOS DAR-LHE PAZ DE ESPIRITO EM CASO DE EMERGÊNCIA. Com o nosso tempo de resposta imediata, nossos especialistas compreensivos e confiáveis irão limpar seu desastre rapidamente. Podemos até cobrar seu seguro diretamente. O QUE É LIMPEZA E DESENTUPIMENTO DE ESGOTOS? Deixe-nos limpar e desentupir seu esgoto, evitando danos permanentes e mantê-lo seguro. Após uma avaliação inicial e uma estimativa livre, nossas equipes experientes de limpeza de esgoto usam equipamentos de nível profissional para extrair esgoto e água, depois secar toda a área. Removeremos as matérias afetadas, higienizaremos e desinfetaremos, impediremos o mofo, desodorizaremos e restauremos sua casa ou escritório para sua condição original. ESGOTO E EXTRAÇÃO DE ÁGUA Após nossa avaliação inicial, removemos o esgoto e a água das áreas afetadas. Para maiores entupimento de esgoto, bombearemos a áreas afetadas. Para trabalhos menores, podemos usar aspiradores para sugar o esgoto e a água. Dependendo do dano especifico, o esgoto e a extração de água podem ocorrer após a remoção e o descarte. REMOÇÃO E DESCARTE Em seguida inspecionamos os danos e removemos os materiais que não podem ser restaurados. Isso pode incluir materiais estruturas, como gesso, paredes de gesso, forros, carpetes e estofamento de carpetes, bem como itens pessoais contaminados por esgoto. Infelizmente, móveis e alguns itens pessoais podem precisar ser descartados também. SECAR Após a eliminação de materiais que não podem ser restaurados, utilizamos aero geradores e desumidificadores profissionais para secar áreas e materiais que podem ser recuperados. Nós monitoramos de perto o nosso equipamento para garantir o menor tempo de secagem possível e evitar mais danos. SECAR PODE LEVAR VÁRIOS DIAS DEPENDENDO DA EXTENSÃO DO DANO Uma vez que a área esteja seca, desinfetamos completamente, higienizamos a área para eliminar odores e impedir o crescimento de bactérias, vírus parasitas e fungos. Além de matérias estruturais, como pisos, paredes e teto, também podem desinfetar e desodorizar materiais recuperáveis. CATEGORIAS DE ÁGUA CONTAMINADA A água é dividida em três categorias com base nos riscos para a saúde associados a essa fonte. Um entupimento de esgoto é quase sempre considerado 3 ou água preta, pois representa um risco significativo para a saúde dos seres humanos e animais de estimação. CATEGORIA 1- ÁGUA LIMPA Água limpa não representa uma ameaça substancial para os seres humanos e animais de estimação. Isso inclui linhas de fornecimento com vazamento quebrado e pio e banheiras transbordando. CATEGORIA 2 – ÁGUA CINZA A água cinzenta contém contaminantes químicos, biológicos ou físicos que podem causar desconforto ou doença em humanos e animais de estimação. Os exemplos incluem falhas na bomba de depósito, maquinas de lavar roupa transbordando, máquinas de lavar louça com vazamento ou com defeito, e transbordamentos de banheiro contendo apenas urina. CATEGORIA 3 – ÁGUA NEGRA A água negra é grosseiramente insalubre e contém bactérias e fungos nocivos que podem causar desconforto ou doenças graves em humanos e animais de estimação. Entupimento de esgoto, transbordamentos de banheiros contêm fezes e águas de inundação de lagos, mares rios, riachos ou águas superficiais do solo são os exemplos mais comuns. A água cinzenta que não é removida prontamente pode ser tornar água negra se for permitido permanecer estagnada em sua casa ou propriedade. PROFISSIONAIS LOCAIS. Nossas equipes são profissionais locais e treinados, com anos de treinamento e experiência em limpeza e desentupimento de esgotos. ESTIMATIVAS SEMPRE GRATUITAS Deixe que nossos profissionais experientes avaliem os danos após um entupimento de esgoto e forneçam uma estimativa gratuita e sem compromisso para desentupir sua casa ou empresa. SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA 24 HORAS Um entupimento de esgoto pode acontecer a qualquer momento, por isto oferecemos serviços de emergência 24 horas para todos os tipos de limpeza de fossa e desentupimento. TEMPO DE RESPOSTA IMEDIATO Quanto mais tempo o esgoto e a água ficarem, mais danos ele poderá causar. Forneceremos uma resposta rápida de 30 minutos para manter sua família segura, limitar os danos e reduzir o custo dos reparos. LICENCIADO E SEGURADO Nossos profissionais são licenciados e segurados para garantir que você esteja protegido durante todo o processo de execução do serviço. EQUIPAMENTO PROFISSIONAL E TÉCNICAS Nossa equipe de desentupimento utiliza equipamento de nível profissional e técnico avançada para desentupimento em sua casa ou empresa. CAUSAS COMUNS DE DESENTUPIMENTO DE ESGOTO De inundações e entupimento são causados por sistemas de drenagem com defeito, há muitas causas para um entupimento de esgoto. Não importa a causa, nossos profissionais de desentupimento locais estão aqui para resolver qualquer tipo de obstrução de canos de esgotos e água pluviais de qualquer tamanho. LINHAS DE ESGOTO ENTUPIDAS Um acumulo de materiais sólidos em sua linha de esgoto principais evitará que as águas residuais fluam para os esgotos municipais ou fossas. Os entupimentos são normalmente causad
os por uma combinação de gorduras, óleo, resíduos alimentares, borra de café, cabelo papel higiênicos lençóis laváveis e resíduos de sabão. Raízes de árvores crescendo em linhas de esgoto As raízes das arvores podem crescer através das linhas de esgoto, causando um bloqueio. Uma vez que as raízes invadem sua linha de esgoto, elas devem ser cortadas. Seu cano de esgoto pode precisar ser reparado ou substituindo também. Linhas de esgoto rachadas ou colapsadas As linhas de esgoto são duráveis, mas se deteriora e até colapsam com o tempo. Isso pode levar a um entupimento de esgoto no seu quintal ou até mesmo em sua casa. Calhas, calhas e bombas de depósito rodeadas em linhas de esgoto. A conexão de calhas, calhas e bombas de esgoto a linhas de esgoto pode causar um entupimento de esgoto durante as fortes chuvas. As linhas de esgoto não são projetadas para lidar com essa quantidade de água e elas são propensas a entupir temporariamente quando sobrecarregadas. Problemas com linhas de esgoto municipais Os esgotos municipais também podem causar um entupimento de esgoto por todos esses motivos. Embora um entupimento de esgoto municipal esteja tipicamente relacionado a fortes chuvas, obstruções e podem piorar ainda mais a situação. Sinais que você pode ter um problema com suas linhas de esgoto. Vários drenos para drenarem lentamente ou pararem, a questão provavelmente estará na linha de esgoto principal. Jardim fedorento ou encharcado Um quintal excepcionalmente fedorento ou encharcado indicava um problema com sua linha de esgoto principal. Limpeza de esgoto é apoiada A limpeza de esgoto é um cano que permite o acesso á linha de esgoto a fossa ou linha de esgoto central do município. Efeitos de um entupimento de esgoto Há vários efeitos causados pelo entupimento de esgoto. O esgoto representa o mesmo risco de danos cosméticos e estruturais, com um potencial adicional para riscos significativos á saúde. Dependendo da categoria de água envolvida no entupimento do esgoto, existe de conter contaminantes bacterianos e virais, parasitas e fungos. Quanto mais você esperar para limpar o esgoto, maior o risco desses contaminantes. Riscos para saúde, contaminação e molde Devido á natureza do esgoto, é provável que contamine materiais porosos com bactérias, vírus e parasitas perigosos. Até mesmo a fumaça do esgoto representa um risco. O mofo também é mais propenso a crescer após um entupimento de esgoto, especialmente se não for devidamente limpo. O que fazer se você tiver um backup de esgoto. Pare de usar água Se você tiver um entupimento de esgoto ou tiver um ou mais dos sinais comuns de um problema na linha de esgoto, evite água corrente e o banheiro para evitar mais danos. Evitar mais água pelos drenos só piorará o entupimento do esgoto. Se possível, você desligar sua linha principal de saída de água. Evite usar limpadores de drenagem É improvável que consertar a causa de um entupimento de esgoto. É mais provável que os produtos químicos colocados dentro dos canos de esgoto nunca cheguem ao problema. Além disso, os produtos químicos na maioria dos limpadores de gordura são perigosos. Eles podem envenenar você e seus animais de estimação, bem como corroer seus equipamentos de encanamento. Chame uma empresa de desentupimento Desentupir o esgoto sozinho pode ser perigoso. O esgoto contém parasitas, bactérias e vírus que podem causar riscos significativos á saúde, incluindo Hepatite A, rotavírus, vírus Norwalk, E. Coli, Salmonella, leptospira, Crysptosporidium parvum e giárdia intestinalis. Quanto custa a limpeza e Restauração de esgoto. É difícil prever o custo do desentupimento do esgoto sem ver a extensão do dano em primeira mão. Fatores comuns que afetam os custos do serviço são: fonte de esgoto, tamanho da área afetada, tipos de materiais envolvidos, dificuldade de extrair o esgoto e a água e a quantidade de reconstrução necessária. Quartos com maior probabilidade de serem afetados O esgoto geralmente afeta os porões e os espaços de rastreamento, pois normalmente é onde as linhas de esgoto entram nos lares e prédios. No entanto, entupimento de esgoto pode ocorrer em qualquer sala com um dreno, incluindo cozinhas, banheiros e lavanderias. Porões O piso aberto drena nos porões e representa o maior risco de um sistema de esgoto, mais o esgoto pode voltar a drenar no porão. Os drenos nos banheiros subterrâneos e nas lavanderias também representam um risco significativo de entupimento de esgoto. Espaços de rastreamento Esgoto também pode fazer estragos em espaços de difícil acesso também. Devido ao acesso limitado e espaços confinados, a limpeza e a restauração de esgotos representam um desafio adicional. Cozinhas O esgoto também pode causa entupimento em ralos da cozinha, causando potencialmente danos significativos e contaminando armários, paredes e pisos com vírus, parasitas e bactérias. Dependendo da gravidade do entupimento, o esgoto também pode danificar ou contaminar utensílios de cozinha, como geladeiras e fornos. O entupimento de esgoto de cozinha é mais provável em propriedades sem porões ou quando os porões não têm drenos abertos. Banheiros O esgoto também pode fazer estragos em ralos e sanitários e pia de banheiro, potencialmente causando danos significativos e contaminando armários, paredes e pisos com vírus, parasitas e bactérias. O entupimento de esgoto de banheiros é mais provável em propriedades sem porões ou quando o porão não tem drenos abertos. Ligue agora para serviços de limpeza e restauração de esgoto Sejam causados por fortes chuvas ou entupimento de tubulação de esgoto, nossos profissionais de limpeza de esgotos locais estão aqui para ajudar a desentupir o esgoto. Não importa a causa do seu entupimento ou emergência relacionada a esgoto a nossa equipe irá desentupir. Nós fornecemos limpeza de esgoto residencial e comercial e estamos prontos para ajudar, quão grande ou pequeno seja o trabalho. Somos uma empresa de serviço completo de limpeza de esgotos em geral. Causados por entupimento anos de experiência. Ligue para (11)3211-0000 agora para obter uma estimativa gratuita e sem compromisso. Oferecemos sempre serviço de emergência 24 horas e um tempo de resposta imediato. O que fazer? Agora a solução é uma nova fossa. Distante da primeira o suficiente para não ter contato com solo carregado e úmido; Respeitando a lei da gravidade “os líquidos vão corre para baixo”. Finalizando consulte sempre um especialista em desentupimento. QUALIDADE E PREÇO BAIXO DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Enquanto outras empresas podem causa um real estrago na arquitetura do seu ambiente, a Universo desentupidora preza por um serviço prática que preserva o local, evitando a destruição de pisos e assoalhos. Isso mesmo! Não bastasse termos os profissionais trabalhando ao nosso dispor e atendermos sua necessidade em qualquer momento que você precisar, nós também trabalhamos com rígidos processos de treinamento em nossa equipe para preservar a todo o custo a manutenção de sua casa ou estabelecimento. ATENDEMOS DODOS BAIRROS DE CAMPINAS COM RAPIDEZ E O MELHOR PREÇO DA CIDADE Como funciona a limpeza de fossa séptica A fossa séptica é parte de um eficiente tratamento de esgoto mais comum em locais que não contam com serviços de saneamento publico, como zonas rurais ou zonas isoladas. Ela funciona como depósito primário de material sólido, que impede a passagem de resíduos orgânicos e facilitam o tratamento da água e realiza a decomposição anaeróbia (sem contar com oxigênio) desses materiais. Por se tratar de um compartimento que retém matéria sólida, é necessário que uma empresa especializada em limpeza de fossa realize limpeza periódica dela para evitar a falha no funcionamento e a aparição de organismos patogênicos, ou seja de organismos que podem causar doenças para as pessoas que convivem perto delas. A limpeza é realizada através de um tratamento chamado “HIDROJATEAMENTO”, que é realizado por um caminhão equipado com bomba de alta pressão ou
vazão. Com ele é possível remover ate as sujeiras mais impregnadas sem causa danos nas paredes e pisos do local. BASICAMENTE OBEDECE A ESSA ORDEM: 1- Pré-tratamento: Processo de separação de sólidos e líquidos por meio de grades. 2- Tratamento primário: Matéria é separada da água por sedimentação ou floculação. 3- Tratamento secundário: processo de tratamento biológico que reduz nível de matéria orgânica. 4- Tratamento terciário: Processo que reduz organismos patogênicos. REMOÇÃO DE NUTRIENTES: “Fossa tem tempo de validade” A validade de uma fossa depende dos seguintes fatores: Dimensões internas da fossa; Tipo de solo (argiloso, arenoso, etc.); Quantidade de banheiros que a casa possui; Tipo de revestimento interno da fossa; Existência ou não de uma fossa séptica; De um modo geral podemos dizer que uma fossa bem feita e considerando os fatores já descritos o seu tempo de validade é de 3 Á 8 anos. A primeira limpeza de fossa sendo necessário á próxima poderá ser necessária em menos de doze meses, por quê? Vamos imaginar que uma fossa enche porque a sua capacidade de absorção não e mais possível, ou seja, o movimento de encher durante o dia e baixar durante a noite já não acontecem. Neste caso o solo esta encharcado como uma esponja e será necessário um desentupimento na certa. Na verdade neste estagio se a fossa for totalmente limpa as paredes devolvem o liquido para fossa. Uma fossa vencida inviabiliza a limpeza de fossa por completa poderá se tornar mensal em casas mais extremos e não mesmo comum semanal. AS 5 MELHORES DICAS PARA DESENTUPIR OS CANOS DA SUA CASA. Algo que toda residência tem em comum é o encanamento e entupimentos. Entupimentos sempre acontecem uma vez ou outra e são ate normais em certos níveis. Por ser algo normal e fácil de acontecer é importante saber lidar com esse problema. Há muitas dicas do que fazer, mas nem todas dão certas ou viáveis no momento. É sempre bom lembrar que a melhor dica para manter o encanamento da sua casa funcionando de forma correta é a prevenção. Procure evitar jogar muitos dejetos pelas pias, ralos, e principalmente pela descarga. Outra boa dica de prevenção é pelo menos a cada 15 dias jogar um pouco de água fervendo nos canos para derreter gorduras acumuladas. Esse procedimento garante mais tranqüilidade e diminui o tempo entre um entupimento e outro. Existem varias formas de desentupir o seu encanamento dependendo do problema. Algumas delas podem ser fáceis e descomplicadas enquanto outras pedem precisar de um pouquinho de engenhosidade, mas ainda assim podem ser feitas de forma simples. O QUE NÃO FAZER PARA DESENTUPIR CANOS Antes de darmos dicas para desentupir seus canos, vamos começar falando sobre algumas coisas que devem ser evitadas ao tentar resolver o problema de entupimento da pia ou vaso sanitário. O que devemos sempre lembrar é que canos e tubulações são desenhados para resistir à ação do tempo e de certos produtos, mas não são tão resistentes a ação humana, podendo facilmente quebrar se forçados ou batidos. Ao se deparar com um entupimento não tente enfiar cabos de vassoura ou outro objeto rígido que podem rachar ou quebrar os canos. Um cano quebrado exige muito mais trabalho e dinheiro para consertar do que um simples entupimento. Evite jogar produtos químicos dentro da tubulação, tudo que é jogado dentro do sistema de esgoto vai parar na estação de tratamento e pode prejudicar a qualidade da água e causar danos ao meio ambiente, sem contar que alguns produtos químicos podem danificar os canos. Apesar de ser uma dica dita como muito efetiva e pratica, também evite usar soda caustica para resolver obstruções no encanamento. A soda caustica é um químico muito forte que quando não manuseada de forma correta pode causa queimaduras nas mãos e danificar os olhos. A soda caustica pode também piorar o problema de obstrução, pois pode ocorrer o efeito de saponificação entupindo ainda mais os canos e caixas de coleta. UTILIZE BICARBONATO DE SÓDIO E VINAGRE Pois uma excelente forma de desentupir o seu encanamento sem precisar de muito esforço físico nem precisar desmontar o cano ou sifão é utilizando uma mistura de bicarbonato e vinagre. A mistura dos dois elementos causa uma forte efervescência que é capaz de desgrudar placas de gordura e outros dejetos que podem estar obstruindo o cano. Para realizar o desentupimento com esses produtos bastos colocar duas colheres de bicarbonato dentro do cano entupido e logo depois jogar vinagre. Quando a mistura começar a efervescer cubra o cano um pano quente e deixe agir por 25 minutos. Logo após jogue água fervente para terminar o trabalho. Uma boa dica é substituir a água fervente por suco de limão quente, além de potencializar o efeito de desentupimento o suco de limão também deixa um cheiro agradável no ralo. ÁGUA FERVENTE E OUTROS INGREDIENTES Água quente é uma grande aliada não só na prevenção dos entupimentos, mas é eficiente também na desobstrução de canos e ralos quando aliados aos ingredientes corretos. Um bom exemplo de como solucionar o problema de cano entupido com água fervente é colocar duas colheres de fermento em pó e água quente logo em seguida, o efeito efervescente irá desobstruir o cana e liberar a sujeira gordura nas paredes do encanamento. Colocar detergente dentro do cano e depois água fervente resolve o problema de entupimento caso a pia e o sifão estejam sem água. Em alguns casos mais simples apenas é capaz de resolver o problema. UM PEDAÇO DE ARAME PODE RESOLVER MUITOS PROBLEMAS Muitos entupimentos podem ser causados pelo acúmulo de objetos dentro do cano, isso acontece principalmente com ralos que facilmente são entupidos por fios de cabelos e outros objetos semelhantes. Quando o entupimento for causado por esse tipo de material procure resolver com um simples pedaço de arame. Faça um ganchinho com uma das pontas do arame e enfie no ralo ou na pia do banheiro (lugares que mais sofrem com esse tipo de obstrução) e tente puxar o objeto para fora com movimentos leves e repetidos. É uma solução simples e pratica, mas não funciona para qualquer caso. É preciso ter paciência se não der certo nas primeiras vezes. SEMPRE TENHA UM DESENTUPIDOR EM CASA Desentupidores são práticos e na sua grande maioria são baratos e fáceis de conseguir. Os desentupidores são ferramentas excelentes para resolver qualquer entupimento sem causar dano nenhum para o encanamento e peças que adjacentes, sem contar que são ecologicamente corretos e fáceis de usar. Mesmo assim ainda existem algumas coisas que você pode fazer caso não tenha um desentupidor e esteja em uma situação de emergência. Uma excelente maneira de desentupir o vaso sanitário ou algum cano é cortar uma garrafa PET no meio e colocar um cabo de vassoura na boca da garrafa. Dessa forma simples você constrói um desentupimento caseiro, agora é só colocar a garrafa dentro do cano que quer desentupir ou então dentro da privada e “empurrar” a garrafa para dentro do cano. A pressão do ar feito pela garrafa através do movimento ira expulsar o objeto que está causando o entupimento. DICA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COMO DESENTUPIR CAIXA DE GORDURA USANDO UMA MANGUEIRA Caixa de gordura é um grande problema quando entopem, por isso é bom lavá-las periodicamente com produtos adequados para evitar o entupimento. Evite também jogar muito óleo e gordura dentro da pia. Essas ações preventivas evitam que a caixa de gordura entupa. Muitas vezes o cano da caixa de gordura entope em uma altura que não dar para alcançar facilmente, uma maneira de resolver isso é com uma mangueira de água com uma boa pressão. Para desentupir os canos da caixa de gordura, tanto o que tanto o que vai da pia para a caixa de coleta de esgoto, basta enfiar a mangueira ligada e fazer movimento de vai e vem. A pressão da água junta com a mangueira ira empurra o objeto obstruindo o cano e resolvendo o entupimento. Caso você chegue á conclusão que o problema não será facilmente resolvido, a melhor maneira opção é sempre
contratar a melhor empresa de desentupimento da sua região. Atendemos todo estado de São Paulo, e toda grande SP. Nós contamos com profissionais treinados para resolver qualquer problema sem causar danos no encanamento. COMO DESENTUPIR UM CANO DE ESGOTO DICA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Um entupimento no tubo de esgoto pode levar rapidamente alguns problemas de mau cheiro. O lixo pode recuar em seus canos, por exemplo, e causar inundações no outro extremo. No entanto, enquanto desobstruir um cano de esgoto nunca é uma tarefa fácil, existem muitas abordagens que você pode adotar. Se uma solução não funcionar, tente outra! PASSO 1- AVALIE O DANO A primeira coisa que você vai querer fazer é inspecionar a área para ver quão grave é o entupimento. Isso fará a diferença ao tentar a obstrução. Procure especificamente áreas onde o esgoto está vazando ou não vazando. ETAPA 2 – REMOVER Então um simples entupimento é geralmente uma solução fácil! Um desentupidor profissional ou doméstico é geralmente resolve todas suas necessidades de abrir o tudo. Se estiver usando um desentupidor, mergulhe com movimentos fortes para cima e para baixo rapidamente, várias vezes seguidas. Você pode ter que repetir este ciclo duas ou três vezes para que ele entre em vigor. Ao usar o limpador de ralo, certifique-se que você tenha tempo para avaliar o dano e dar tempo ao limpador de ralo para funcionar. É melhor usar este produto químicas várias vezes por ano para garantir que seu sistema fique livre de obstruções. 3 O QUE FAZER EM CASO DE ENTUPIMENTO NA PIA Então o pior aconteceu e você acha que sua tubulação da pia está entupida. Veja o que você deve fazer. Primeiro lugar coloque a garrafa de limpador de drenagem de produtos químicos. Isso não funcionará na linha de esgoto e poderá danificar ainda mais os canos. Desligue toda a água para a sua casa imediatamente. Qualquer outro uso pode fazer com que a água do esgoto volte para a casa, se ainda não o fez. Embora você possa tentar limpar a linha sozinha, isso não é recomendado, já que a maioria dos proprietários de imóveis não terá o conhecimento e as ferramentas necessárias. Um encanador experiente com linhas de esgoto poderá concluir uma inspeção de linha de câmera de vídeo e determinar a causa e o endereço do problema. 4 SINAIS DE QUE SUA LINHA DE ESGOTO PRINCIPAL ESTÁ ENTUPIDA Quanto mais cedo você reconhecer os sinais de alerta de um bloqueio da linha de esgoto principal, melhor. Um entupimento na linha de esgoto principal que é ignorado ou despercebido pode levar a reparos dispendiosos, mas também pode expor sua família á água contaminada. Para ajudar a manter sua família e sua casa em segurança, cobrimos quatro sinais de aviso de que a tubulação de esgoto principal da sua casa está entupida. Veja os sinais? Basta entrar em contato conosco. Enviaremos um profissional imediatamente para avaliar o dano e limpar o dreno. Vamos dar uma olhada nos sinais indicadores de uma linha de esgoto principal entupida. SINAL 1: VÁRIOS CANOS DE ESGOTO Verifique os seguintes dispositivos hidráulicos: Toaletes Pias Banheiras Chuveiros Se mais de um dreno estiver em movimento lento, borbulhando, cheirar mal ou houver água encobrindo, provavelmente você tem um esgoto principal. As linhas de drenagem da sua casa transportam águas residuais para longe de sua casa e são projetadas como uma árvore–o “tronco” é a principal linha de esgoto enquanto as ramificações são menores, linhas de drenagem secundários que se conectam a cada dispositivo de água (todas as linhas secundárias alimentar em sua linha de esgoto principal). E como o ralo de toda a água se conecta á linha de esgoto principal de esgoto principal, um bloqueio na linha principal afetará vários drenos em sua casa. SINAL 2: DRENAGEM NO ESGOTO LIMPAR Se você ver esgoto em pé (ou drenar) a limpeza do esgoto da sua casa, você tem um esgoto principal. Então o que exatamente é uma limpeza de esgoto é como você pode encontrar a sua? Bem uma limpeza de esgoto é um cano que se conecta diretamente á linha de esgoto principal da sua é do acesso direto aos encanadores para limpar quaisquer bloqueios. Na maioria dos lares do colorado, a limpeza do esgoto é geralmente localizada fora de sua casa ou no porão e é marcada por uma tampa redonda ou retangular (ás vezes chamada de esgoto ou limpeza ) exemplos de como sua limpeza de esgoto pode parecer. SINAL 3: ESGOTO NO RALO DO PISO Se a sua linha de esgoto principal estiver obstruída, todo o esgoto e águas residuais que estão nos canos não têm onde escapar. O que significa que, eventualmente, o esgoto forçará seu caminho para um dreno secundário. E quando isso acontecer em breve você poderá ver (e cheirar) o esgoto que sai dos drenos do piso. SINAL 4: ÁGUA FAZ UM BARULHO NO BANHEIRO QUANDO O BANHEIRO É LIBERADO Se você perceber que a água faz barulho em lugares aleatórios enquanto você usando instalações de água, você provavelmente tem um bloqueio na linha principal. Dois exemplos comuns disso incluem: Quando você lava seu vaso sanitário, a água faz o backup na banheira / chuveiro. Quando você executa sua maquina de lavar, pias ou vasos sanitários começam a transbordar. Você vê, um entupimento na linha de esgoto principal significa que todo o esgoto que está tentando deixar sua casa agora não tem para onde ir e é eventualmente forçado a recuar em outras linhas de drenagem. DICA DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Quando alugamos ou compramos uma casa, primeiro de tudo devemos questionar para onde vai o esgoto. Também se é fossa além disso onde está e finalmente quando foi a ultima vez que foi limpa. Da mesma forma que serviço de limpeza de fossa deve ser lavada em questão no momento da compra da casa. Além disso outro fator de suma importância e a localização da fossa portanto muitas vezes o prejuízo é imenso para localizar a fossa, ou seja quebra de piso, como resultado interdição da casa por não poder usar esgoto. DICA: antes de tudo verifique na conta de água a existência de taxa de esgoto. Logo após se fossa foi desativada ou apenas ligada no esgoto através de uma caixa de passagem. Outra situação menos comum é a existência da cobrança de taxa de esgoto e sendo que não existe ligação para a rede publica e sim fossa. De um modo geral podemos dizer, que uma fossa bem feita é considerado os fatores já descritos o seu tempo de validade e de 3 a 8 anos. A primeira limpeza de fossa sendo necessária a próxima poderá ser necessária em menos de doze por quê? Vamos imaginar que uma fossa encha, devido a sua capacidade de absorção não é mais possível, ou seja, o movimento de encher durante o dia e baixar durante a noite já não acontecerem. Neste caso o solo está encharcando como uma esponja e será necessário um desentupimento na certa. A verdade nesse estágio se a fossa for totalmente limpa as paredes devolvem o liquido para a fossa. Uma fossa vencida inviabiliza a limpeza de fossa por completa poderá se tornar mensal em casos mais extremos e não menos comum semanal. O OBJETIVO DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS É GARANTIR UM SERVIÇO FEITO COM A FINALIDADE DE ESTABELECER UM COMPROMISSO DURADOURO. Central de atendimento 24 horas para atender você a qualquer momento. 1 – DESENTUPIMENTO POR HIDROJATEAMENTO Além das maquinas rotativas convencionais, contamos com modernos equipamentos para desentupir por hidrojato. O que além de desobstruir como resultado faz uma limpeza na tubulação de esgoto, o que ajuda a evitar futuros entupimentos. 2 – PROFISSIONAIS ALTAMENTE QUALIFICADOS DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Portanto os profissionais capacitados com muitos anos de experiência, e também capazes de resolver qualquer problema na sua casa ou empresa. 3 – ATENDIMENTO RÁPIDO VOCÊ PODE CONTAR COM A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Visto que contamos com equipes estratégicas em diversas cidades alem disso atendemos rapidamente qualquer solicitação, portanto chegaremos rápido e conseqüentemente resolveremos seu problema. 4 – DESENTU
PIDORA DE CANO EM CAMPINAS PROGRAMA DE FIDELIDADE Participe do nosso programa de fidelidade, além disso você receberá descontos especiais nos próximos serviços por exemplo. 5 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS PLANOS ESPECIAIS PARA INDÚSTRIAS E CONDOMÍNIOS Nesse sentido melhor forma de evitar entupimentos certamente ainda é a prevenção, portanto pensando nisso desenvolvemos planos especiais para indústrias e condomínios desse modo evitando surpresas. Contemplam pias, ralos entupidos até limpeza de fossa, caixas de gordura, ou seja ao contratar um plano preventivo você não terá surpresas. 6 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS MUITOS ANOS DE EXPERIÊNCIA Ao contratar empresa desentupidora primeiro de tudo é essencial saber se a mesma possuí experiência, além disso sabemos que um profissional mal capacitados podem danificar permanentemente sua tubulação. Portanto possuímos mais de 30 anos comprovados de experiência atuando na cidade de São Paulo. 7 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS FROTA AMPLA E MODERNA Alem disso nossa frota é ampla e moderna, ao mesmo tempo somos preparados para resolver qualquer situação não apena em Campinas mas em toda região. Uma vez que contamos com veículos para atender ocorrências, residências e comércio. Assim também temos caminhões para limpeza de fossa de pequeno, médio e grande porte e ainda mais para atender grandes demandas como indústrias e condomínios. 8 – DESTINAÇÕES CORRETA DOS RESÍDUOS É COM A DESENTUPIDORA DE ESGOTO EM CAMPINAS Em virtude de nossos princípios os resíduos coletados não apenas em fossas, como também na limpeza de caixas de gordura são destinados as estações com a finalidade de tratar o esgoto. No momento em que descarga desses resíduos é recebida posteriormente é gerado um documento chamado manifesto com a finalidade de verificar onde foi descarregado e conseqüentemente comprova a destinação correta dos resíduos coletados. 9 – DICA DE DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS PREÇOS IMBATÍVEIS E GARANTIA DE QUALIDADE Além disso temos a qualidade que certamente oferecemos aos nossos clientes com a finalidade de satisfação. Do mesmo modo a podem contar com o melhor preço de serviços da mesma forma com a garantia total. Além disso a Universo descupinizadora tem técnicos especializados no controle de cupins ou seja extermínio total da colônia de cupins de solo sobretudo o de madeira seca. Portanto a descupinização acima de tudo é uma da forma mais usada para combater a infestação de cupins ou seja através de técnicas especifica e além disso temos métodos eficaz com barreira química que é o processo utilizado sobretudo para matar e conseqüentemente eliminar os acesso as estruturas dos imóveis. Portanto nossa equipe controle de cupins treinada com a finalidade para identificar qual espécie e conseqüentemente o tratamento de cada delas. QUALIDADE NO CONTROLE DE PRAGAS A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Antes de mais nada a dedetizadora realiza de serviços de desinsetização ao mesmo tempo contamos com eliminação de colônia de ratos conforme as normas vigentes, além disso o atendimento 24 horas e finalmente pagamento facilitado. Entretanto nossa empresa atua com a finalidade de solucionar e resolver entupimentos seja ele qual for nosso compromisso com meio ambiente e conseqüentemente com a saúde de nossos clientes. Pois estamos além disso estamos principalmente preparados para atender 24 horas todos os dias. Seja como for a lavagem da caixa de água é sobretudo primordial, além disso a Sabesp e Vigilância Sanitária se responsabilizam pela água limpa o local de armazenamento caixa ou reservatório d água. Portanto na limpeza de caixa e reservatório de água potável em indústrias, comércio e residência, acima de tudo nossa empresa possui equipe técnica treinada e acima de tudo qualificada para serviços de higienização e limpeza de caixa e reservatório de água, além disso seguimos os padrões vigentes e estabelecidos pela Vigilância Sanitária. Para que acima de tudo possamos manter a boa qualidade de água quer será consumida. O que certamente e o mais importante e assim acima de tudo instalações e nas manutenções e limpeza da caixa de água a cada 6 meses. DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM MELHOR PREÇO 24 HORAS Em conclusão a desentupidora de esgoto em Campinas oferece desentupimentos principalmente em residências e condomínios. Desentupidora de esgoto em Campinas em indústrias, Desentupidora em residência e comércios. Desentupidora de esgoto em Campinas residências e casas. Desentupidoras em Campinas em residências em escolas. Desentupidora em hotéis. Desentupidora de esgoto em Campinas residências e em supermercados, Desentupidora em restaurantes. Em resumo chame quem entende em outras palavras profissionais tecnicamente treinados uma vez que seu patrimônio e seu bem estar estão acima de tudo! DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS Veja nossos serviços Conteudo da Desentupidora [hide] 1 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.1 A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM 15 ANOS DE EXPERIENCIA NO MERCADO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO. 1.2 A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM TÉCNICOS ALTAMENTE CAPACITADOS PARA REALIZA QUAL QUE TIPO DE SERVIÇO DE DESENTUPIMENTO. 1.3 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS ATENDE IMEDIATO 1.4 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM ATENDIMENTO EMERGENCIAL PARA DESENTUPIMENTO DE RALO 1.5 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS EXECUTA DESENTUPIMENTO EM VASOS SANITÁRIOS COM ATENDIMENTO 24 HORAS 1.5.1 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS REALIZA DESENTUPIMENTO DE COLUNA DE PRÉDIO 1.5.2 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS LIMPA GALERIA DE ESGOTOS E ÁGUAS PLUVIAIS 24 HORAS 1.5.3 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM CAMINHÃO LIMPA FOSSA COM ATENDIMENTO 24 HORAS 1.5.4 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS LIMPA CAIXA DE GORDURA 1.5.5 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS TEM O MELHOR PREÇO 1.5.6 DESENTUPIMENTO DE CAMPINAS 1.5.7 DICA DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.5.8 SERVIÇOS DE LIMPEZA DE ESGOTO ENTUPIDO 1.5.9 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS E LIMPEZA DE CALHAS 1.5.10 AS RAÍZES DAS ARVORES 1.5.11 O ESGOTO ENTUPIDO 1.5.12 DEIXE- NOS DAR-LHE PAZ DE ESPIRITO EM CASO DE EMERGÊNCIA. 1.5.13 O QUE É LIMPEZA E DESENTUPIMENTO DE ESGOTOS? 1.5.14 ESGOTO E EXTRAÇÃO DE ÁGUA 1.5.15 REMOÇÃO E DESCARTE 1.5.16 SECAR 1.5.17 SECAR PODE LEVAR VÁRIOS DIAS DEPENDENDO DA EXTENSÃO DO DANO 1.5.18 CATEGORIAS DE ÁGUA CONTAMINADA 1.5.19 CATEGORIA 1- ÁGUA LIMPA 1.5.20 CATEGORIA 2 – ÁGUA CINZA 1.5.21 CATEGORIA 3 – ÁGUA NEGRA 1.5.22 PROFISSIONAIS LOCAIS. 1.5.23 ESTIMATIVAS SEMPRE GRATUITAS 1.5.24 SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA 24 HORAS 1.5.25 TEMPO DE RESPOSTA IMEDIATO 1.5.26 LICENCIADO E SEGURADO 1.5.27 EQUIPAMENTO PROFISSIONAL E TÉCNICAS 1.5.28 CAUSAS COMUNS DE DESENTUPIMENTO DE ESGOTO 1.5.29 LINHAS DE ESGOTO ENTUPIDAS 1.5.30 Raízes de árvores crescendo em linhas de esgoto 1.5.31 Linhas de esgoto rachadas ou colapsadas 1.5.32 Calhas, calhas e bombas de depósito rodeadas em linhas de esgoto. 1.5.33 Problemas com linhas de esgoto municipais 1.5.34 Sinais que você pode ter um problema com suas linhas de esgoto. 1.5.35 Jardim fedorento ou encharcado 1.5.36 Limpeza de esgoto é apoiada 1.5.37 Efeitos de um entupimento de esgoto 1.5.38 Riscos para saúde, contaminação e molde 1.5.39 O que fazer se você tiver um backup de esgoto. 1.5.40 Evite usar limpadores de drenagem 1.5.41 Chame uma empresa de desentupimento 1.5.42 Quanto custa a limpeza e Restauração de esgoto. 1.5.43 Quartos com maior probabilidade de serem afetados 1.5.44 Porões 1.5.45 Espaços de rastreamento 1.5.46 Cozinhas 1.5.47 Banheiros 1.5.48 Ligue agora para serviços de limpeza e restauração de esgoto 1.5.49 Causados por entupimento anos de experiência. 1.5.50 O que fazer? 1.5.51 QUALIDADE E PREÇO BAIXO DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.5.52 ATENDEMOS DODOS BAIRROS DE CAMPINAS COM RAPIDEZ E O MELHOR PREÇO DA CIDADE 1.5.53 BASICAMENTE OBEDECE A ESSA ORDEM: 1.5.54 REMOÇÃO DE NUTRIENTES: 1.6 AS 5 MELHORES DICAS PARA DESENTUPIR OS CANOS DA SUA CASA. 1.6.1 O QUE NÃO FAZER PARA DESENTUPIR CA
NOS 1.6.2 UTILIZE BICARBONATO DE SÓDIO E VINAGRE 1.6.3 ÁGUA FERVENTE E OUTROS INGREDIENTES 1.6.4 UM PEDAÇO DE ARAME PODE RESOLVER MUITOS PROBLEMAS 1.6.5 SEMPRE TENHA UM DESENTUPIDOR EM CASA 1.6.6 DICA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COMO DESENTUPIR CAIXA DE GORDURA USANDO UMA MANGUEIRA 1.6.7 COMO DESENTUPIR UM CANO DE ESGOTO DICA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.6.8 PASSO 1- AVALIE O DANO 1.6.9 ETAPA 2 – REMOVER 1.6.10 3 O QUE FAZER EM CASO DE ENTUPIMENTO NA PIA 1.6.11 4 SINAIS DE QUE SUA LINHA DE ESGOTO PRINCIPAL ESTÁ ENTUPIDA 1.6.12 SINAL 1: VÁRIOS CANOS DE ESGOTO 1.6.13 SINAL 2: DRENAGEM NO ESGOTO LIMPAR 1.6.14 SINAL 3: ESGOTO NO RALO DO PISO 1.6.15 SINAL 4: ÁGUA FAZ UM BARULHO NO BANHEIRO QUANDO O BANHEIRO É LIBERADO 1.6.16 DICA DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.6.17 O OBJETIVO DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS É GARANTIR UM SERVIÇO FEITO COM A FINALIDADE DE ESTABELECER UM COMPROMISSO DURADOURO. 1.6.18 1 – DESENTUPIMENTO POR HIDROJATEAMENTO 1.6.19 2 – PROFISSIONAIS ALTAMENTE QUALIFICADOS DA DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.6.20 3 – ATENDIMENTO RÁPIDO VOCÊ PODE CONTAR COM A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.6.21 4 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS PROGRAMA DE FIDELIDADE 1.6.22 5 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS PLANOS ESPECIAIS PARA INDÚSTRIAS E CONDOMÍNIOS 1.6.23 6 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS MUITOS ANOS DE EXPERIÊNCIA 1.6.24 7 – DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS FROTA AMPLA E MODERNA 1.6.25 8 – DESTINAÇÕES CORRETA DOS RESÍDUOS É COM A DESENTUPIDORA DE ESGOTO EM CAMPINAS 1.6.26 9 – DICA DE DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS PREÇOS IMBATÍVEIS E GARANTIA DE QUALIDADE 1.6.27 QUALIDADE NO CONTROLE DE PRAGAS A DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.6.28 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS COM MELHOR PREÇO 24 HORAS 1.7 DESENTUPIDORA DE CANO EM CAMPINAS 1.7.1 Veja nossos serviços
Disambig grey.svg Nota: Para outras acepções, veja Campinas (desambiguação). Campinas Município do Brasil Do alto, da esquerda para a direita: Catedral Metropolitana de Campinas, Estação de Transferência Moraes Sales, Torre do Castelo, Estação Cultura, Palácio dos Jequitibás sede da prefeitura municipal, Monumento aos Heróis da Revolução Constitucionalista de 1932 no Cemitério da Saudade, Escola Preparatória de Cadetes do Exército e visão geral do centro da cidade. Do alto, da esquerda para a direita: Catedral Metropolitana de Campinas, Estação de Transferência Moraes Sales, Torre do Castelo, Estação Cultura, Palácio dos Jequitibás sede da prefeitura municipal, Monumento aos Heróis da Revolução Constitucionalista de 1932 no Cemitério da Saudade, Escola Preparatória de Cadetes do Exército e visão geral do centro da cidade. Símbolos Bandeira de Campinas Bandeira Brasão de armas de Campinas Brasão de armas Hino Lema Labore virtute civitas floret “No trabalho e na virtude, a cidade floresce” Apelido(s) “Cidade das andorinhas” “Princesa d’Oeste” “CPS” Gentílico campineiro Localização Localização de Campinas em São Paulo Localização de Campinas em São Paulo Wikimedia | © OpenStreetMap Mapa de Campinas Coordenadas 22° 54′ 21″ S 47° 03′ 39″ O País Brasil Unidade federativa São Paulo Região intermediária[1] Campinas Região imediata[1] Campinas Região metropolitana Campinas IBGE/2013 [2] Municípios limítrofes Norte: Jaguariúna; Nordeste: Pedreira; Leste: Morungaba; Sudeste: Valinhos; Sul: Indaiatuba e Itupeva; Sudoeste: Monte Mor; Oeste: Sumaré e Hortolândia; Noroeste: Paulínia. Distância até a capital 99 km[3] História Fundação 14 de julho de 1774 (247 anos) Emancipação 14 de dezembro de 1797 (224 anos) Aniversário 14 de julho Administração Distritos Lista[Expandir] Prefeito(a) Dário Jorge Giolo Saadi (Republicanos, 2021 – 2024) Características geográficas Área total [5] 797,6 km² • Área urbana est. Embrapa[6] 238,3 km² População total (estimativa IBGE/2020[7]) 1 213 792 hab. • Posição SP: 3º Densidade 1 521,8 hab./km² Clima Tropical com estação seca (Aw) Altitude 685 m Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3) CEP 13000-001 – 13139-999[4] Indicadores IDH (PNUD/2010[8]) 0,805 — muito alto PIB (IBGE/2016[9]) R$ 58 523 732,73 mil • Posição BR: 11º – RMC: 1º PIB per capita (IBGE/2016[9]) R$ 49 876,62 Outras informações Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[10] Sítio www.campinas.sp.gov.br (Prefeitura) www.campinas.sp.leg.br (Câmara) Campinas é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo, Região Sudeste do país. Pertence à microrregião e mesorregião homônimas, distante 99 km a noroeste de São Paulo, capital estadual. Ocupa uma área de 797,6 km², da qual 238,323 km² estão em perímetro urbano e os 559,277 km² restantes constituem a zona rural.[11] Em 2020, sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 1 213 792 habitantes,[7] sendo o terceiro município mais populoso de São Paulo (ficando atrás de Guarulhos e da capital) e o décimo quarto de todo o país. Aparece em quinto lugar entre 100 municípios analisados pelo Índice das Melhores e Maiores Cidades Brasileiras, o BCI100, elaborado pela Delta Economics & Finance com base nos dados do Censo 2010 do IBGE e do Ideb.[12][13] Campinas foi fundada em 14 de julho de 1774. Entre o final do século XVIII e o começo do século XX, a cidade teve o café e a cana-de-açúcar como importantes atividades econômicas. Porém, desde a década de 1930, a indústria e o comércio são as principais fontes de renda, sendo considerada um polo industrial regional. Atualmente, é formada por seis distritos, além da sede, sendo, ainda, subdividida em 14 administrações regionais, cinco regiões e vários bairros.[14] Com o décimo primeiro maior PIB entre os municípios do país, é a primeira cidade brasileira a se tornar metrópole sem ser uma capital, exercendo significativa influência nacional.[15] Em 2011, foi responsável por pelo menos 15% de toda a produção científica nacional, sendo o terceiro maior polo de pesquisa e desenvolvimento brasileiro.[16] Tem também diversos atrativos turísticos, com valor histórico, cultural ou científico, como museus, parques e teatros. A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, fundada em 1974, é considerada uma das principais do país.[17] A Região Metropolitana de Campinas, formada por vinte municípios paulistas, possui uma população de mais de três milhões de habitantes, formando a décima maior área metropolitana do Brasil[18] e, junto com a Grande São Paulo, Vale do Paraíba e a Baixada Santista, integra o chamado Complexo Metropolitano Expandido, a primeira macrometrópole do hemisfério sul, que ultrapassa trinta milhões de habitantes, aproximadamente 75% da população total do estado de São Paulo.[19] Índice 1 Toponímia 2 História 2.1 Povoamento 2.2 Formação administrativa e crescimento econômico 2.3 Século XX 2.4 Período contemporâneo 3 Geografia 3.1 Hidrografia 3.2 Clima 3.3 Ecologia e meio ambiente 4 Demografia 4.1 Composição étnica 4.2 Região Metropolitana 4.3 Pobreza e desigualdade 4.4 Religião 4.4.1 Cristianismo 5 Política 5.1 Cidades-irmãs 6 Subdivisões 7 Economia 8 Infraestrutura 8.1 Educação, ciência e tecnologia 8.2 Saúde 8.3 Segurança pública e criminalidade 8.4 Habitação, serviços e comunicação 8.5 Transportes 9 Cultura 9.1 Espaços teatrais e artes cênicas 9.2 Pontos turísticos 9.3 Museus e bibliotecas 9.4 Literatura 9.5 Gastronomia 9.6 Esportes 9.7 Feriados 10 Ver também 11 Referências 12 Ligações externas Toponímia A origem do topônimo Campinas (pronuncia-se AFI: [kɐ̃ˈpinɐs]) tem origem na criação do povoamento durante a abertura de caminhos para os atuais estados Goiás e Mato Grosso, feita por bandeirantes paulistas do Planalto de Piratininga. Uma dessas trilhas, aberta entre 1721 e 1730, chamava-se Caminho dos Goiases, onde depois se instalou um local para descanso entre as vilas de Jundiaí e Moji-Mirim. Posteriormente, esse local ficou conhecido como “Campinhos de Mato Grosso”, depois “Bairro de Mato Grosso”, e por f
im “Campinas do Mato Grosso”, por haver na região três pequenos terrenos descampados (campinas sem árvores), o que originou o nome atual do município.[20] História Ver artigo principal: História de Campinas Povoamento Casa Grande e Tulha, conjunto arquitetônico de valor histórico, construído entre as décadas de 1790 e 1830. Está entre as primeiras edificações de Campinas. As áreas que hoje constituem o estado de São Paulo já eram habitadas pelo homem desde aproximadamente 12000 a.C.[21] Até a primeira metade do século XVIII, Campinas não passava de uma área ampla constituída por largas faixas de campos naturais, as quais eram designadas simplesmente por campinas, com áreas de mata atlântica fechadas ao redor, em especial nas regiões montanhosas. Naquela época, surgiu um bairro rural na Vila de Jundiaí (hoje Jundiaí) chamado “Mato Grosso”, próximo a uma trilha feita por Bandeirantes do “Planalto de Piratininga” (a região da atual cidade de São Paulo) entre 1721 e 1730. Era a “Trilha dos Goiases”, desbravadas por Bandeirantes e que seguia em direção às então recém-descobertas “Minas dos Goiases”, no atual Estado de Goiás.[22][23] Assim o Bandeirante Fernão de Camargo promoveu a noroeste da Vila de São Paulo a instalação de um ponto de parada de tropeiros (chamado “Campinas do Mato Grosso” por ter sido erguido num desses campos naturais cercados por mata cerrada) era usualmente feita pelos Bandeirantes, que com isso permitiam ou facilitavam futuro reabastecimento de suas empreitadas desbravadoras, e por isso ao longo do tempo impulsionou comércio e atraiu moradores para o local.[24] Por volta do ano de 1772, os moradores daquela região reivindicavam a construção de uma capela, já que a igreja mais próxima do povoado situava-se em Jundiaí. A permissão foi concedida um ano mais tarde, demarcando-se, no dia 22 de setembro daquele ano, o local que seria destinado à construção da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, cujo nome foi recebido em homenagem à padroeira, escolhida por votação.[20] A dificuldade das obras daquele tempo fez com que fosse construída uma capela provisória, em 1774.[20] No dia 27 de maio desse ano, foi assinado um ato que dava a Francisco Barreto Leme do Prado o título de “fundador, administrador e diretor” do núcleo urbano a ser fundado. Em outro ato feito no mesmo dia, foi definida a medida das ruas e quadras, assim como a posição das casas, sendo esse o primeiro “plano urbanístico” recebido por Campinas. Poucas semanas depois, em 14 de julho de 1774, frei Antônio de Pádua, primeiro vigário da paróquia, rezou a missa que inaugurava a capela provisória coberta de palha e feita às pressas. A partir daí, instalou-se definitivamente a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Campinas do Mato Grosso e fundou-se a povoação.[20][24] Em 14 de dezembro de 1797 Campinas foi emancipada[25] de Jundiaí, através de sua elevação à condição de vila, com o nome de Vila de São Carlos.[26] Formação administrativa e crescimento econômico Moagem de cana-de-açúcar na Fazenda Cachoeira, em Campinas. Benedito Calixto (1853–1927). Por volta do século XVIII, houve a chegada de vários fazendeiros oriundos de diversas cidades paulistas, como Itu, Porto Feliz e Taubaté. Esses fazendeiros procuravam terras para cultivarem lavouras de cana-de-açúcar e engenhos de açúcar, utilizando-se da mão de obra escrava que possuíam. De fato, também foi por motivação destes fazendeiros e do Governo da então Capitania de São Paulo que o bairro rural do Mato Grosso foi transformado em freguesia, depois em Vila de São Carlos (1797) e, posteriormente, em Cidade de Campinas (1842).[20] Até o final do século XVIII, a cana-de-açúcar era principal atividade de subsistência da região. Entretanto, naquela época, houve uma grande expansão das plantações de café. Os cafezais foram, com o passar do tempo, sendo cultivados no lugar da cana-de-açúcar, colaborando para um novo e rápido ciclo de desenvolvimento da região campineira, o que fez com que a cidade recebesse uma grande demanda de trabalhadores, inclusive escravos, oriundos de diferentes regiões do país, que eram empregados nas plantações e em atividades produtivas rurais e urbanas.[24] A partir desse crescimento, também ocorreu um processo de modernização dos meios de transporte e de produção em Campinas.[24] Após a emancipação política de Campinas, ocorreram várias divisões distritais no território do município. A primeira mudança ocorrida foi a criação do distrito de Valinhos (atualmente município de Valinhos), pela lei provincial nº 383, de 28 de maio de 1896.[20] Século XX Vista do Centro da cidade em 1878. Cartão postal colorizado do início do século XX do Largo da Matriz velha, atualmente conhecido como Largo do Carmo. A última alteração havia sido feita pela lei estadual nº 8092, de 28 de fevereiro de 1964, emancipando de Campinas o município de Paulínia. Esta foi sucedida pela Lei Ordinária Estadual nº 8.550 de dezembro de 1993, que moveu o distrito de Betel a Paulínia.[27] Atualmente o município é constituído por sete distritos (em ordem de criação): Campinas (distrito-sede), Sousas, Barão Geraldo, Joaquim Egídio, Nova Aparecida[20], Campo Grande e Ouro Verde. O distrito de Sousas foi criado pela Lei estadual nº 416 de 24 de julho de 1896; Barão Geraldo foi criado pela Lei estadual nº 2456 de 30 de dezembro de 1953; Joaquim Egídio foi criado pela Lei estadual nº 5285 de 18 de fevereiro de 1959; Nova Aparecida foi criado pela Lei estadual nº 8092 de 28 de fevereiro de 1964.[20] Campo Grande e Ouro Verde foram criados pelas Leis municipais 15.058 e 15.059, respectivamente, de 10 de setembro de 2015.[28] Adicionalmente, o distrito-sede esteve no passado dividido em três subdistritos: Conceição, Santa Cruz e Vila Industrial, respectivamente 1º, 2º e 3º subdistritos[29]. A primeira metade da década de 1920 caracterizou-se pelo auge da produção cafeeira em grande parte do território paulista. Porém, no final dessa década, houve uma crise da economia cafeeira, atingindo grande parte do estado de São Paulo. A decadência da produção ocorreu pelo desgaste das terras da região, pelas geadas que acabavam com as lavouras, pela diminuição da exportação motivada pela alteração da qualidade do café, pela concorrência de outros países e pela crise econômica de 1929.[30] Com a crise do café, a volta da cana-de-açúcar e a troca pela indústria e prestação de serviços, o que fez com que a fisionomia da cidade deixasse de ser ruralista e passasse a ser mais urbanística. Para seu novo projeto de planejamento, recebido do chamado “Plano Prestes Maia”, no ano de 1938, foi feito um grande conjunto de ações voltado a reordenar seu crescimento urbanístico. Devido a estas melhorias ocorridas, houve um novo período de vinda de migrantes e imigrantes, que foram atraídos pelo projeto da construção de um novo parque produtivo, que seria composto de fábricas, agroindústrias e diversos estabelecimentos comerciais.[24] Entre as décadas de 1930 e 1940, Campinas passou a ser marcada pelo desenvolvimento demográfico das redondezas das fábricas então instaladas, dos estabelecimentos e das grandes rodovias em implantação – como a Rodovia Anhanguera (1948), a Rodovia dos Bandeirantes (1978), a Rodovia Santos Dumont (década de 1980), a Rodovia Dom Pedro I, Rodovia Governador Ademar de Barros, a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença e a Rodovia Professor Zeferino Vaz (ou Tapetão), que é o principal acesso à REPLAN (Refinaria do Planalto Paulista) -, fato que fez com que Campinas se consolidasse como importante entroncamento rodoviário. Os novos bairros que foram criados nessas áreas não contavam, originalmente, com uma boa infraestrutura e planejamento, entretanto conseguiram, com o passar do tempo, uma melhor condição de urbanização entre as décadas de 1950 a 1990.[24] Período contemporâneo Vista do centro da cidade de Campinas em 2017. A partir de 1998, a cidade vem assistindo a uma mudança acentuada na s
ua base econômica: perde importância o setor industrial (com a migração de fábricas para cidades vizinhas ou outras regiões do país), e ganha destaque o setor de serviços (comércio, pesquisa, serviços de alta tecnologia e empresas na área de logística).[24] Desde a década de 2000, graças a investimentos públicos e privados, a cidade vem alcançando seu equilíbrio econômico e social, tornando-se um município cada vez mais competitivo perante a Região Metropolitana de Campinas. Leis de incentivos para empresas que se instalarem na cidade foram criadas e a obra de ampliação da Rodovia dos Bandeirantes, cujo trajeto passa pelo município, trouxe novas possibilidades de desenvolvimento.[24] Campinas é hoje a principal força econômica da Região Metropolitana de Campinas, apresentando uma boa qualidade de vida, como é possível comprovar através de seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH),[8] além disso os índices de desemprego e violência, apesar de não estarem nos mesmos índices de outrora, ainda continuam baixos se comparado a cidades vizinhas. Também se destacam um moderno parque industrial e tecnológico — fruto de um plano de instalação de “tecnopolos”,[31] e renomadas instituições de ensino superior, como a Universidade Estadual de Campinas e a Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Também é em Campinas que se localiza o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD).[24] Geografia Imagem de satélite da Região Metropolitana de Campinas. A área do município, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é de 795,697 km², sendo que 238,3230 km² constituem a zona urbana e os 557,334 km² restantes constituem a zona rural.[11] Situa-se a 22º54′21” de latitude sul e 47º03′39” de longitude oeste e está a uma distância de 96 quilômetros a noroeste da capital paulista. Seus municípios limítrofes são Paulínia, Jaguariúna e Pedreira, a norte; Morungaba, Itatiba e Valinhos, a leste; Itupeva, Indaiatuba e Monte Mor, a sul; e Hortolândia e Sumaré, a oeste.[32] O ponto mais alto de Campinas está próximo ao Observatório Municipal Jean Nicolini,[33] localizado na Serra das Cabras, no distrito de Joaquim Egídio, na Região Leste, a uma altitude de 1 033 metros.[34] Dentro do perímetro urbano, entretanto, a região mais alta está no Jardim São Gabriel, na Região Sul, a 780 metros de altitude. As menores altitudes se verificam em lados opostos da cidade: 573 m[35] próximo ao Rio das Pedras no distrito de Barão Geraldo, Região Norte e 568 m[36] na região do Ouro Verde (Região Sudoeste), próximo ao Rio Capivari. Geomorfologicamente, a cidade de Campinas localiza-se em uma área de transição entre a Depressão Periférica Paulista, que é mais notada a oeste do município, e o Planalto Ocidental, mais perceptível a leste.[37][38] Hidrografia Rio Atibaia em Campinas. Campinas está localizado junto a duas bacias hidrográficas: a do rio Piracicaba, que abrange o Rio Atibaia e os ribeirões Anhumas e Quilombo, ocupa as Regiões Norte, Central e Leste da cidade, estendendo-se por uma área de 12 531 km², abrangendo o sudeste do estado de São Paulo e extremo sul de Minas Gerais[39] e a do Capivari, que abrange o Ribeirão Piçarrão, ocupando as regiões Noroeste, Sudoeste e Sul da cidade, estendendo-se por uma área de 1 611 km²,[40] abrangendo cidades das regiões de Jundiaí, Campinas e Capivari. Dentre os rios que cortam o município de Campinas, os principais são o Capivari, o Jaguari, o Capivari-Mirim e o Atibaia, sendo que este último citado é de especial relevância para o abastecimento de água do município, já que grande parte da captação é feita em sua bacia.[41] Em 2001 estimava-se que 90% do esgoto doméstico urbano era lançado nele sem tratamento e que 20% do esgoto industrial gerado na região também seja lançado no Atibaia ainda não tratado. A cada dez casas de Campinas, em nove seus moradores usavam a água que era retirada do Atibaia.[42] Apesar de possuir com um nível satisfatório de rios e córregos, a cidade enfrenta diversos problemas em relação à sua disponibilidade hídrica, tanto pela sua contaminação quanto pela sua escassez em determinadas épocas do ano. Campinas recebe, anualmente, cerca de 1,1 bilhão de metros cúbicos de chuvas, que escoam para os rios e córregos e que infiltram no solo, reabastecendo o lençol freático.[41] Clima Arco-íris em Campinas durante uma chuva isolada O clima de Campinas é tropical com estação seca (tipo Aw segundo Köppen), com invernos secos e amenos e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas.[43] Outono e primavera são estações de transição. As precipitações se concentram entre os meses de outubro e março e ocorrem sob a forma de chuva, com eventuais quedas de granizo,[44] podendo serem de forte intensidade e ainda acompanhadas de raios e trovoadas.[45] Conforme o Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (ELAT/INPE), Campinas apresenta uma densidade de 10,32 raios/km²/ano (média do período 2016-2019), ocupando a 31ª posição no estado de São Paulo e a 623ª colocação a nível nacional.[46] Por outro lado, no inverno, quando os eventos de chuva são menos frequentes, a umidade relativa do ar (URA) despenca, principalmente à tarde, caindo muitas vezes para valores abaixo dos 30%,[47][48] o que contribui para o aumento de focos de queimadas no município, bem como para o desmatamento e o lançamento de poluentes na atmosfera, prejudicando ainda a qualidade do ar.[49] É também no inverno que se registram as temperaturas mais baixas do ano, havendo alguns dias de frio intenso, com mínimas abaixo de 10 °C e sensação térmica ainda menor, causadas pela atuação de extensas e fortes massas de ar polares,[50][51] possibilitando inclusive a ocorrência de geadas, embora pouco comuns. Entre 1890 e 2004 houve 41 registros de geadas, sendo que um dos mais recentes foi no dia 18 de julho de 2000.[52] Em relação à chuva, conforme os registros do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), o ano com menor precipitação foi 1944, com 836,5 milímetros (mm). Outros anos com precipitações abaixo de 1 000 mm foram 1924, 1978, 1921 e 1968, enquanto o ano com maior precipitação foi 1983, com 2 112 mm, em função de uma intensa atividade do fenômeno meteorológico El Niño.[53] Ocasionalmente também ocorrem episódios de forte ventania, com rajadas superiores a 100 km/h,[54] e houve registros de formação de tornados no município dias 4 de maio de 2001[55] e 9 de março de 2008.[56] Segundo dados do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAGRO-SP), desde agosto de 1992 a temperatura mínima absoluta registrada em Campinas foi de 0,3 °C em 26 de junho de 1994 e a maior alcançou 40,1 °C em 8 de outubro de 2020. O maior acumulado de chuva em 24 horas chegou a 144,7 mm em 2 de outubro de 2001. Outros acumulados iguais ou superiores a 100 mm foram: 140,4 mm em 18 de fevereiro de 2003, 139,5 mm em 25 de maio de 2005, 138,5 mm em 19 de janeiro de 2005, 123,6 mm em 1 de dezembro de 2003, 107,9 mm em 15 de março de 2005, 107,6 mm em 25 de dezembro de 1997 e 100 mm em 28 de fevereiro de 1993.[57] [Esconder]Dados climatológicos para Campinas Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano Temperatura máxima recorde (°C) 36,4 36,6 35,8 34,2 31,8 30,6 32,2 34,7 37,4 40,1 36,3 36,1 40,1 Temperatura máxima média (°C) 29,5 29,9 29,5 28,3 25,3 24,7 25,1 26,9 28,2 29,2 29,1 29,6 27,9 Temperatura média (°C) 24,6 24,8 24,3 22,8 19,7 18,8 18,8 20,3 22 23,4 23,6 24,4 22,3 Temperatura mínima média (°C) 19,6 19,6 19,1 17,3 14,2 12,9 12,5 13,6 15,8 17,6 18,2 19,2 16,6 Temperatura mínima recorde (°C) 12,8 15,4 13,6 6,4 5,8 0,3 1,6 3,2 5,4 9,8 10,6 13,3 0,3 Precipitação (mm) 266,6 188,4 157,5 64 62,3 48,6 33,4 27,3 60,6 107,8 157 202,7 1 376,2 Fonte: Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAGRO-SP) (climatologia: 1992-2020; recordes de temperatura: 26/08/1992-presente)[57][58][59][60] Ecologia e meio am
biente Entrada da Área de Relevante Interesse Ecológico Mata de Santa Genebra. A maior parte da vegetação original existente na cidade, a Mata Atlântica, foi devastada. Assim como outros treze municípios da Região Metropolitana de Campinas, o município sofre um grave estresse ambiental, sendo que Campinas é considerada como uma das áreas mais sujeitas a enchentes e assoreamentos, contando com menos de 5% de cobertura vegetal.[61] Para tentar reverter este quadro, vários projetos foram e estão sendo realizados e planejados, como a construção de corredores ecológicos, como a regulamentação do Plano de Gestão da Área de Preservação Ambiental de Campinas.[61] Também há vários projetos ambientais para combater a destruição das matas ciliares localizadas às margens do rio Atibaia, que, como citado anteriormente, conta com um elevado índice de poluição de suas águas.[42] Hoje Campinas abriga a Área de Relevante Interesse Ecológico Mata de Santa Genebra, de 251 hectares, criada em 1985 e regulada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Prefeitura de Campinas e Fundação José Pedro de Oliveira. Atualmente, já é a segunda maior floresta urbana do Brasil, ficando atrás apenas da Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro. A cidade também apresenta grandes bosques, como o Bosque dos Jequitibás (instalado em 1881), Bosque dos Alemães e Bosque dos Guarantãs.[62] Vista aérea do Bosque dos Jequitibás. Na flora original campineira, há predomínio de árvores como o jequitibá-rosa (Cariniana legalis), a peroba-rosa (Aspidosperma polyneuron) e o jatobá (Hymenaea courbaril), que chegam aos 25 metros de altura. Há um estrato arbóreo de 15 a 18 metros de altura, composto por diversas espécies como o jequitibá-branco (Cariniana estrellensis), o cedro-rosa (Cedrela fissilis), o pau-marfim (Balfourodendron riedellianum) e as figueiras (Ficus ennormis, Ficus glabra e Ficus guaranítica).[62] Na fauna destacam-se as aves tiê-do-mato-grosso (Habia rubica), a rendeira (Manacus manacus) e o tangará (Chiroxiphia caudata); os macacos bugio (Alouatta fusca) e macacos-prego (Cebus apella); os mamíferos gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris), o gambá-de-orelha-preta (Didelphis marsupialis), a cuíca-de-cauda-grossa (Lutreolina crassicaudata) e a catita (Gracilinanus microtarsus); tatu-galinha (Dasypus novencintus), o tapiti (Sylvilagus brasiliensis), o caxinguelê (Sciurus ingrami), o ouriço-cacheiro (Coendou villosus), o ratão-do-banhado (Myocastor coypus), a capivara (Hydrochaeris hydrochaeris), o preá (Cavea aperea) e o teiú (Tupinambis merianae). Também há o cachorro-do-mato (Cerdocyon thous), o gato-mourisco (Felis yagouaroundi), o mão-pelada (Procyon cancrivorous), o furão (Galictis cuja), a jararaca (Bothrops jararaca) e a dormideira (Dipsas indica).[62] Lagoa do Taquaral, no Parque Portugal. Demografia Crescimento populacional Censo Pop. %± 1920 115 602 — 1940 129 640 12,1% 1950 152 547 17,7% 1960 219 303 43,8% 1970 375 864 71,4% 1980 664 566 76,8% 1991 847 595 27,5% 2000 969 396 14,4% 2010 1 080 999 11,5% Fonte:[63] Em 2010, a população do município foi contada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 1 080 999 habitantes, sendo o terceiro mais populoso do estado (atrás apenas de Guarulhos e da capital paulista) e o décimo quarto do país, apresentando uma densidade populacional de 1 358,56 habitantes por quilômetro quadrado.[64] Campinas também é o município mais populoso tanto do interior paulista quanto do interior do Brasil.[64] Segundo o censo de 2010, 521 209 habitantes eram homens e 559 790 habitantes mulheres. Ainda segundo o mesmo censo, 1 062 453 habitantes viviam na zona urbana e 18 546 na zona rural.[64] Composição étnica Em 2010, segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística daquele ano, a população campineira era composta por 716 386 brancos (66,33%); 74 656 pretos (6,91%); 274 588 pardos (25,42%); 13 275 amarelos (1,23%); 1 043 indígenas (0,10%); além dos 165 sem declaração (0,02%).[65] A cidade recebeu imigrantes principalmente durante o século XX, que foram atraídos pelo grande crescimento das indústrias de Campinas, que exigiu mais trabalhadores, e também pelo desenvolvimento do cultivo da cana-de-açúcar.[24] Hoje, grande parte deles está concentrada na região conhecida como Pedra Branca, onde há predomínio de descendentes de italianos, portugueses e japoneses.[66] Escola de italianos no município no início do século XX Os italianos se estabeleceram em núcleos coloniais de vários municípios da Região Metropolitana de Campinas e, no município, fundaram o Circolo Italiani Uniti de Campinas.[67] A imigração de alemães, apesar de menor, também foi expressiva. Em 1873 cerca de metade dos habitantes da cidade tinha origem alemã.[68][69] O bairro de Friburgo, na zona rural do município, foi criado por famílias alemãs e suíças que se instalaram por lá entre as décadas de 1860 e 1870.[70] A principal marca dos imigrantes portugueses deixada na cidade foi a criação da Beneficência Portuguesa de Campinas, hospital fundado em 20 de julho de 1873 que foi, em 1907, reservado pelo Reino de Portugal apenas para para atender os imigrantes portugueses locais.[71] Quanto aos espanhóis, destaca-se a Semana Espanhola de Campinas, realizada anualmente desde 1996 pela Casa de Espanha de Campinas, que é um evento voltado para promover as tradições deixadas pelos espanhóis.[72] Os japoneses fundaram o Instituto Cultural Nipo Brasileiro de Campinas (Nipo Campinas) em 16 de maio de 1954, então com sede na Cooperativa Agrícola de Campinas. O Festival do Japão do Nipo Campinas é um evento realizado em homenagem à cultura japonesa e que conta com a presença de inúmeras autoridades e convidados artísticos.[73] Mensalmente, desde 1994, sempre em um domingo, é realizada a Feira Oriental, onde são comercializados produtos da cultura do Japão.[66] Região Metropolitana Ver artigo principal: Região Metropolitana de Campinas Mapa da Região Metropolitana de Campinas O intenso processo de conurbação atualmente em curso na região vem criando uma metrópole cujo centro está em Campinas e atinge vários municípios, como Sumaré, Americana, Indaiatuba, Hortolândia, Santa Bárbara d’Oeste, Valinhos, Itatiba e Paulínia. A Região Metropolitana de Campinas (RMC) foi criada pela lei complementar estadual 870, de 19 de junho de 2000, e atualmente é constituída por vinte municípios, sendo a décima maior aglomeração urbana do Brasil, com 3 043 217 habitantes, ou 1,5% da população brasileira.[18] É uma das mais dinâmicas no cenário econômico brasileiro e representa 2,7%o do produto interno bruto nacional e 7,83% do produto interno bruto paulista, ou seja, cerca de 77,7 bilhões de reais por ano.[74] Além de possuir uma forte economia, a região também apresenta uma infraestrutura que proporciona o desenvolvimento de toda a área metropolitana.[24] Campinas faz parte do chamado Complexo Metropolitano Expandido, que ultrapassa os trinta milhões de habitantes, aproximadamente 75% da população do estado paulista inteiro. As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira megalópole (ou macrometrópole) do hemisfério sul, unindo 65 municípios que juntos abrigam mais de 12% da população brasileira.[19] Pobreza e desigualdade Condomínios de alto padrão no bairro Jardim Flamboyant (ao fundo) em contraste com barracos na Favela do Flamboyant. Segundo o IBGE, no ano de 2010 o coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social era de 0,56 em Campinas, sendo que 1,00 é a desigualdade absoluta e 0,0 é a desigualdade inexistente,[75] estando o município pouco acima da média nacional naquele mesmo período, que era de 0,5304.[76] Naquele ano, a incidência da pobreza, medida pelo IBGE, era de 9,83%, o limite inferior da incidência de pobreza era de 6,6%, o superior era de 13,06% e a incidência da pobreza subjetiva era de 7,29%.[77] O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Campinas é considerado muito alto pel
o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Em 2010 seu valor era de 0,805, sendo o décimo quarto maior do estado de São Paulo (em 645 municípios) e o 28° do Brasil (entre 5 565).[8] O rápido crescimento da população entre as décadas de 1930 e 1940, provocado pelo desenvolvimento das grandes empresas da cidade naquela época, fez com que fossem criados novos bairros ao redor dessas indústrias. Muitos destes inicialmente não tinham uma boa infraestrutura, mas com o passar do tempo foram realizadas obras de urbanização.[24] Entretanto estatísticas mais atuais ainda mostram que existem áreas subdesenvolvidas no município, sendo que a região Sudoeste era onde estava localizada a maioria dos núcleos de pobreza. De acordo com a Universidade Estadual de Campinas, Campinas possuía 182 favelas e 127 647 habitantes moravam em aglomerações subnormais. 90% da população da Região Metropolitana de Campinas que vivia em condições precárias era de Campinas, ou seja, 13,17% dos habitantes do município.[78] A Prefeitura mantém vários projetos habitacionais, de regularização fundiária e de aquisição de lotes em andamento, realizados através da participação popular e de parcerias com diversas organizações governamentais e não-governamentais.[79] Religião Centro Islâmico de Campinas, uma das principais mesquitas do Brasil. Campinas está localizada no país mais católico do mundo em números absolutos. A Igreja Católica teve seu estatuto jurídico reconhecido pelo governo federal em outubro de 2009,[80] ainda que o Brasil seja atualmente um estado oficialmente laico.[81] Tal qual a variedade cultural verificável em Campinas, são diversas as manifestações religiosas presentes na cidade. Embora tenha se desenvolvido sobre uma matriz social eminentemente católica, tanto devido à colonização quanto à imigração — e ainda hoje a maioria dos campineiros declara-se católica —, é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes, assim como a prática do budismo, do islamismo, espiritismo, entre outras. Nas últimas décadas, o budismo e as religiões orientais têm crescido bastante na cidade. Estima-se que existem mais de 100 000 seguidores budistas, seichonoitas e hinduístas. Também são consideráveis as comunidades judaica, mórmon, e das religiões afro-brasileiras. De acordo com dados do censo de 2000 realizado pelo IBGE, a população de campineira está composta por: católicos (68,39%), protestantes (18,31%), pessoas sem religião (7,32%), espíritas (2,31%), budistas (0,25%), judeus (0,04%) e outros (0,16%).[82] Cristianismo Catedral Metropolitana, a maior construção do mundo em taipa de pilão Segundo divisão feita pela Igreja Católica, o município está situado na Província Eclesiástica de Campinas, sendo sede dessa. Também faz parte da Arquidiocese de Campinas, criada como diocese em 7 de junho de 1908, tendo como primeiro Bispo, Dom João Batista Corrêa Nery, e elevada à arquidiocese em 19 de abril de 1958, com Dom Paulo de Tarso Campos como o primeiro Arcebispo, sendo subdividida em cinco dioceses sufragâneas (Amparo, Bragança Paulista, Limeira, Piracicaba e São Carlos).[83] A Região Pastoral Campinas, a qual compreende todo o território campineiro, é composta de 51 paróquias, duas “quase-paróquias”, 251 comunidades e nove capelas. Está dividida em oito foranias: Bom Pastor, Coração de Maria, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora do Rosário, Santos Apóstolos, Cristo Rei, Padre Anchieta e Santa Cruz.[84] A Catedral Metropolitana de Campinas (também chamada de Catedral de Nossa Senhora da Conceição em homenagem à padroeira de Campinas), localizada na Praça José Bonifácio, centro da cidade, é considerada um dos principais templos católicos campineiros. Começou a ser construída em 1807 e só foi fundada em 1883, vindo a ser tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas em 1988.[85] Templo mórmon de Campinas. A cidade possui vários credos protestantes ou reformados, como a Igreja Luterana, a Igreja Presbiteriana, a Igreja Metodista, a Igreja Episcopal Anglicana e as igrejas batistas. Além dos mais diversos credos evangélicos, como a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, a Igreja Cristã Maranata, as Igrejas Assembleias de Deus, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, a Igreja Mundial do Poder de Deus, a Igreja Universal do Reino de Deus, a Congregação Cristã no Brasil, a Igreja da Cidade de Campinas entre outras.[82] Como citado acima, de acordo com o IBGE, em 2000 18,31% da população eram protestantes. Desse total, 12,76% são das igrejas evangélicas de origem pentecostal; 3,65% são das evangélicas de missão; 1,25% são das evangélicas sem vínculo institucional; e 0,65% pertencem a outras religiões evangélicas.[82] Existem também cristãos de várias outras denominações, tais como as Testemunhas de Jeová (que representam 0,86% dos habitantes) e os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (0,20%), também conhecida como Igreja Mórmon.[82] O Templo de Campinas, aberto em maio de 1998, é um dos principais templos mórmons do país, atendendo a mais de 117 mil membros de 36 alas na região.[86] Política Ver artigo principal: Lista de prefeitos de Campinas Palácio dos Jequitibás, sede da prefeitura de Campinas Plenário da Câmara Municipal de Campinas A administração municipal se dá pelos poderes executivo e legislativo.[87] O poder executivo é exercido pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários e eleito pelo voto direto para um mandato de quatro anos.[87] Campinas teve como primeiro intendente Antônio Álvares Lobo, que ficou no cargo entre 1892 e 1894, e Orosimbo Maia foi o primeiro prefeito (1908-1910).[88] O atual prefeito é Dário Saadi, do Republicanos, eleito no segundo turno das eleições municipais de 2020, tendo como vice Wanderley de Almeida, do Partido Socialista Brasileiro (PSB).[89] O poder legislativo é representado pela câmara municipal,[87] formada por 33 vereadores. Campinas é a sede de uma comarca do poder judiciário estadual,[90] localizado na Cidade Judiciária de Campinas, localizada no bairro Jardim Santana, Região Leste, um complexo que desde a inauguração já foi ampliado algumas vezes. Até 2005, a comarca se localizava no Palácio da Justiça, mas mais conhecido como “Fórum”, no Centro, que já não tinha mais espaço para o crescimento da demanda.[91] O município de Campinas é regido por lei orgânica, promulgada em 31 de março de 1990.[87] Campinas se divide em sete zonas eleitorais (33ª; 274ª; 275ª; 378ª, a maior delas; 379ª; 380ª e 423ª), com um total de 821 308 eleitores (dezembro de 2016), segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), representando 2,516% do eleitorado paulista.[92] Desde 1986,[93] Campinas é sede do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15), criado como desmembramento do TRT da 2ª Região, sediado na capital paulista, com jurisdição sobre todos os municípios do estado de São Paulo fora das regiões metropolitanas de São Paulo, com exceção de Juquitiba, e da Baixada Santista, exceto Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe.[94] Cidades-irmãs Cidades-irmãs é uma iniciativa do Núcleo das Relações Internacionais, que busca a integração entre a cidade e demais municípios nacionais e estrangeiros. A integração entre os municípios é firmada por meio de convênios de cooperação, que têm o objetivo de assegurar a manutenção da paz entre os povos, baseada na fraternidade, felicidade, amizade e respeito recíproco entre as nações. Oficialmente, possui as seguintes cidades-irmãs:[95][96] Paraguai Assunção Índia Auroville Brasil Belém Brasil Blumenau Angola Cabinda Brasil Camanducaia Portugal Cascais Chile Concepción Argentina Córdoba Cuba Cotorro Costa do Marfim Daloa China Fuzhou Japão Gifu Estado da Palestina Jericó Itália Malito Sérvia Novi Sad Brasil Peruíbe Estados Unidos San Diego Brasil Ubatuba Subdivisões Praça
da Concórdia, distrito de Campo Grande, Região Noroeste de Campinas. Parque Prado, na Região Sul de Campinas. Distrito de Joaquim Egídio, Região Leste de Campinas. O município de Campinas possui, além das subprefeituras dos seus quatro distritos (além de mais dois em processo de criação), quatorze administrações regionais, cada uma delas, por sua vez, dividida em vários bairros. Também divide-se em seis regiões: Central, Norte, Leste, Sul e Noroeste e Sudoeste.[24] Região Central: É a que está mais densamente urbanizada, sendo predominantemente verticalizada, possuindo a maior concentração de estabelecimentos comerciais, médicos e de serviços de toda a cidade. Nela há tanto regiões residenciais e mistas de alto poder aquisitivo (Cambuí e Vila Itapura), assim como regiões degradadas e com muitos imóveis abandonados (parte alta do Centro, a região próxima à antiga rodoviária e a região próxima à antiga estação Guanabara.[24] Região Leste: Nela, há predomínio de bairros residenciais de alto padrão (como o Alphaville, Nova Campinas, Gramado e o Taquaral) e alguns bairros próximos a favelas (Vila Brandina). Os distritos de Sousas e Joaquim Egídio situam-se nesta região. Nesta região situam-se os shoppings Iguatemi e Parque Dom Pedro, assim como bairros rurais (Bananal e Carlos Gomes).[24] Região Noroeste: Ocupa a região entre as rodovias SP-101 (a sul) e SP-348 (a oeste), com bairros mais antigos e engloba o distrito do Campo Grande. Nessa região concentram-se também grandes registros de investimentos governamentais, como a ligação da rodovia SP-101 até a Avenida John Boyd Dunlop. Parte dos bairros, principalmente os localizados na região do Campo Grande e do Itajaí, são conhecidos pela grande autonomia, uma vez que se situam afastados do Centro.[24] Nesta região, está situado o Shopping Parque das Bandeiras, entre a PUCC II e a Rodovia Adalberto Panzan. Juntamente, com o Parque D. Pedro Shopping e o Shopping Iguatemi, é um dos maiores shopping centers do município.[97] Região Norte: Engloba os distritos de Barão Geraldo e Nova Aparecida, a Região dos Amarais, do Jardim Chapadão e do Jardim Aurélia.[24] Região Sudoeste: É a região na qual está o distrito de Ouro Verde, e outras regiões tais como a do Aeroporto de Viracopos e dos DICs (conjuntos habitacionais pertencentes ao Distrito Industrial). Nela também se localiza o Distrito Industrial.[24] Região Sul: Possui classes econômicas variadas e concentra vários tipos de ocupação urbana: bairros classe média alta (Jardim Proença, Parque Prado), classe média (Jardim Leonor, Jardim Nova Europa), classe média-baixa (Vila Formosa), classe baixa (Jardim Campo Belo) e ocupações em processo de legalização (Parque Oziel, parte do Jardim do Lago) e ilegais. Embora considerada uma área em constante crescimento, o comércio, na maior parte dos bairros, é apenas local, mas há uma área industrial relevante, na qual existem fábricas como a da Valeo, hipermercados e o Campinas Shopping.[24] Dentre os distritos, no ano de 2000, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o mais populoso, além da sede, era Barão Geraldo, que possuía 45 585 habitantes.[98] Atualmente, um dos bairros mais populosos é o Taquaral.[99] Economia Atividades econômicas em Campinas – (2012).[100] O Produto Interno Bruto de Campinas é o maior da Região Metropolitana de Campinas, o quinto do estado de São Paulo e o 13 de todo o país.[101] De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística relativos a 2016, o produto interno bruto do município era de 58 523 732,73 mil. reais,[101] sendo que 9 739 609,83 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes.[101] O produto interno bruto per capita é de 49 876,62 reais[101] e o Índice de Desenvolvimento Humano de renda é de 0,829.[8] De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], a cidade possuía, no ano de 2009, 46 362 unidades locais, 44 496 empresas e estabelecimentos comerciais atuantes e 780 390 trabalhadores, sendo 420 180 pessoal ocupado total e 360 210 ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 9 233 608 reais e o salário médio mensal de todo município era de 4,4 salários mínimos.[102] A principal fonte econômica está centrada no setor terciário, com seus diversos segmentos de comércio e prestação de serviços de várias áreas, como na educação e saúde. Em seguida, destaca-se o setor secundário, com complexos industriais de grande porte.[101] Rua 13 de Maio, principal via comercial do Centro da cidade. Mercado Municipal de Campinas, inaugurado em 1908. Parque Dom Pedro Shopping, um dos maiores complexos comerciais da América Latina. Royal Palm possui um centro de convenções com o maior ballroom (salão nobre de eventos) do Brasil. A agricultura é o setor menos relevante da economia de Campinas. De todo o produto interno bruto da cidade, 32 173 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[101] Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2009, o município não contava com rebanho bovino ou suíno, possuindo apenas 54 610 aves, entre estas 48 310 galinhas e 6 300 galos, frangos e pintinhos.[103] Em 2009, a cidade produziu 410 000 dúzias de ovos de galinha.[103] Na lavoura temporária, são produzidos principalmente a cana-de-açúcar (92 000 toneladas), o milho (12 708 toneladas) e o tomate (3 820 toneladas).[104] Em Campinas, também destacou-se por bastante tempo o cultivo do café, que sempre foi uma das principais fontes de renda do município, sendo considerado como um polo regional da cafeicultura.[105] O Instituto Agronômico de Campinas é o órgão de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Fundado em 1887 pelo imperador Pedro II do Brasil, hoje seu principal objetivo é desenvolver projetos que visem a melhoramentos na área da agricultura.[106] A indústria, atualmente, é o segundo setor mais relevante para a economia do município. 5 610 410 reais do produto interno bruto municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário).[101] A cidade concentra cerca de um terço da produção industrial do estado de São Paulo.[107] Destacam-se as indústrias de alta tecnologia e o parque metalúrgico, sendo considerado como o Vale do Silício Brasileiro.[108] A região abriga mais de 10 000 empresas de médio e grande porte, muitas das quais entre as mil maiores e melhores do Brasil, segundo a revista Exame, tais como Honda, Toyota, Unilever, Mann+Hummel, 3M do Brasil, Bosch, Bridgestone, Pirelli, Dell, IBM, BASF, Dow Química, Villares, Ericsson, Singer, Goodyear, CPFL, Elektro, Valeo, Rigesa, International Paper, Nortel, Lucent, Samsung, Motorola, Medley, Cristália, Romi, Tenneco, General Electric, Texas Instruments, Mabe, Altana, Solectron, AmBev, Caterpillar, Bombardier, CAF e muitas outras. O pólo petroquímico é centrado no município de Paulínia, a poucos quilômetros de Campinas, junto à Refinaria do Planalto Paulista da Petrobrás (Replan) é a maior do Brasil uma das maiores da América Latina, e tem empresas como Dupont, Chevron, Shell, Exxon, Grupo Ipiranga, Eucatex, Rhodia, e outras.[109] A prestação de serviços rende 15 587 011 mil reais ao produto interno bruto municipal.[101] O setor terciário atualmente é a maior fonte geradora do produto interno bruto campineiro, destacando-se principalmente na área do comércio. A cidade possui diversos centros comerciais e shoppings centers, como o Campinas Shopping;[110] o Iguatemi Campinas;[111] e o Shopping Parque Dom Pedro.[112] Também destacam-se as microempresas. No ranking brasileiro da formalização de microempreendedores individuais, Campinas figura no primeiro posto entre as cidades do interior do país. A região do Centro da cidade também concentra uma parcela bastante expressiva do comércio e dos serviços, destacando-se pelo comércio popular, sendo que há cabeleireiros, comércio varejista de vestuário e acessórios; loja
s de variedades e comércio popular (ambulantes); artesãos e fornecimento de alimentos para consumo domiciliar.[113] Também nota-se em Campinas o Mercado Municipal de Campinas, inaugurado em 12 de abril de 1908.[114] O Sindicato dos Comerciários de Campinas, Valinhos e Paulínia (SECCAMP), fundado em 15 de maio de 1941, representa e defende a classe comerciária de Campinas e das outras duas cidades em ações sindicais.[115] Infraestrutura Educação, ciência e tecnologia Fachada da Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Entrada do campus da Universidade Estadual de Campinas, no distrito de Barão Geraldo. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica médio entre as escolas públicas de Campinas era, no ano de 2009, de 4,7; valor acima ao das escolas municipais e estaduais de todo o Brasil, que é de 4,0%.[116] O município contava, em 2009, com aproximadamente 206 325 matrículas, 10 464 docentes e 702 escolas nas redes públicas e particulares.[117] O valor do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da educação era de 0,731 (2010).[8] Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e do Ministério da Educação, o índice de analfabetismo no ano de 2000 entre pessoas de 18 a 24 anos de idade era de 1,330%,[118] enquanto que a taxa de alfabetização adulta naquele ano era de 95,01%.[119] A taxa bruta de frequência à escola naquele ano era de 87,540%,[120] sendo que no país esse índice era de 81,5%.[121] 16 605 habitantes possuíam menos de 1 ano de estudo ou não contava com instrução alguma.[122] Em 2010, 709 alunos frequentavam o sistema de educação especial e 8 552 crianças estudavam em creches, sendo que 1 512 alunos de creches possuíam aulas em tempo integral.[123] Desde 1959, a cidade de Campinas é a sede da única escola de preparação de cadetes do Exército Brasileiro, a Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Oferecendo o 1º ano do Ensino Superior integrado à formação militar, a escola prepara os futuros cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras, que, após 4 anos de estudos, se graduam com o posto de Aspirante a Oficial.[124] Embora a história que ligue Campinas à tecnologia remonte a mais de cem anos (Campinas foi a terceira cidade do mundo a adotar a tecnologia do telefone, em 1883, após Chicago e Rio de Janeiro quando foram instalados 57 aparelhos[125] e o Instituto Agronômico de Campinas, já citado anteriormente, que foi fundado em 1887) a cidade ganhou um grande impulso com a estruturação do campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), iniciada em 1962.[126] Atualmente, Campinas é o terceiro maior polo de pesquisa e desenvolvimento do Brasil, responsável por pelo menos 15% da produção científica nacional (segundo dados de 2010).[16][127] Sirius, acelerador de partículas do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron. As universidades locais também têm grande empenho na área, como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que é a maior produtora de patentes de pesquisa no país,[128] a Fundação Getulio Vargas (FGV), a Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), a Universidade Presbiteriana Mackenzie, a Faculdades de Campinas (FACAMP), o Centro Universitário UniMetrocamp (UniMetrocamp), a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e a Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (ESAMC), dentre outras.[129] Além de instituições de ensino superior, o município também sedia importantes institutos de pesquisas, como o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Centro de Tecnologia da Informação Renato Ascher (CTI), Centro de Pesquisas Avançadas Wernher von Braun, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), dentre outros.[130] Saúde Casa de Saúde Campinas. Em 2009, o município possuía 373 estabelecimentos de saúde entre hospitais, pronto-socorros, postos de saúde e serviços odontológicos, sendo 103 deles públicos e 270 privados. Neles a cidade possuía 3 mil leitos para internação, sendo que 817 estão nos públicos e os 2 183 restantes estão nos privados.[131] Um dos hospitais mais antigos da região, situado na cidade, é a Casa de Saúde Campinas, que tem suas origens em surtos de febre amarela ocorridos entre o final do século XIX e começo do século XX.[132] O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Campinas possui 51 médicos, 18 enfermeiros e 70 motoristas.[133] Também há 61 Centros de Saúde (Unidades Básicas de Saúde), aproximadamente 1 para cada 20 mil habitantes.[134] Na cidade, existem 19 hospitais gerais, sendo três públicos, onze privados e cinco filantrópicos. Campinas conta ainda com 11 443 médicos, 10,7 para cada mil habitantes, e, em 2009, havia 341 290 mulheres em idade fértil (entre 10 e 49 anos).[135] O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da longevidade em Campinas é de 0,860,[8] com expectativa de vida de 72,22 anos.[136] Segurança pública e criminalidade Base da Guarda Municipal de Campinas no Centro Como na maioria dos municípios médios e grandes brasileiros, a criminalidade ainda é um problema em Campinas.[137][138] Em 2008, a taxa de homicídios no município foi de 15,9 para cada 100 mil habitantes, ficando em 82° lugar no estado e em 1147° lugar no país.[139] O índice de suicídios naquele ano para cada 100 mil habitantes foi de 5,6, sendo o 112° a nível estadual e o 1030° a nível nacional.[140] Já em relação à taxa de óbitos por acidentes de transito, o índice foi de 25,6 para cada 100 mil habitantes, ficando no 92° a nível estadual e no 721° lugar a nível nacional.[141] Para tentar reduzir esses índices, são realizados diversos projetos no combate à criminalidade, como a criação da Coordenadoria de Prevenção às Drogas, que visa a combater o uso de entorpecentes, prática que, cada vez mais, vem se disseminando principalmente entre os jovens, sendo que é uma das principais causas de ocorrências de crimes.[142] Por força da Constituição Federal do Brasil, Campinas possui também uma Guarda Municipal, responsável pela proteção dos bens, serviços e instalações públicas do município.[143] Habitação, serviços e comunicação Sede da Companhia Paulista de Força e Luz, na Chácara Primavera No ano de 2000, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a cidade tinha 283 446 domicílios entre apartamentos, casas, e cômodos. Desse total 197 536 eram imóveis próprios, sendo 162 263 próprios já quitados (57,25%), 35 273 em aquisição (12,44%) e 50 244 alugados (17,73%); 22 829 imóveis foram cedidos, sendo 4 701 por empregador (1,66%) e 18 128 cedidos de outra maneira (6,44%). 12 837 foram ocupados de outra forma (4,53%).[144] Grande parte do município conta com água tratada, energia elétrica, esgoto, limpeza urbana, telefonia fixa e telefonia celular. Naquele ano, 96,37% dos domicílios eram atendidos pela rede geral de abastecimento de água;[145] 95,45% das moradias possuíam coleta de lixo[146] e 85,88% das residências possuíam escoadouro sanitário.[147] O abastecimento de água é feito pela Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (SANASA). Atualmente a empresa atende 98% da população urbana, com 210 000 ligações, através de 3 112 km de tubulações. A maior parte da água (95%) captada pela Sanasa para o abastecimento de Campinas é oriunda do Rio Atibaia, que passa no distrito de Sousas, região leste de município. Os 5% restantes são captados no Rio Capivari, na região sul da cidade.[148] Caixa d’água da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (SANASA) no alto do Jardim São Gabriel, Região Sul. A SANASA também é a responsável pela coleta do esgoto. O volume médio anual de água potável produzido é da ordem de 100 milhões de metros cúbicos, que são transportado por mais de 3 884 quilômetros de adutoras e redes de distribuição e reservado em 69 reservatórios dispersos pela cidade (25 elevados e 44 semi
enterrados) com capacidade total de 122 milhões de litros. Todas as estações de tratamento de água da Sanasa são do tipo convencional, utilizando-se processos físico-químicos para a potabilização.[148] O serviço de fornecimento de energia elétrica é feito pela Companhia Paulista de Força e Luz, cuja sede se localiza na cidade. Atualmente existem 14,5 milhões de pontos de iluminação pública.[149] Em dados da Agência Nacional de Telecomunicações, em maio de 2011 Campinas possuía 462 233 telefones fixos (referentes apenas às concessionárias da Telefónica e Telesp).[150] O código de área de discagem direta a distância (DDD) é 19[151] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade vai de 13.000-000 a 13.139-999.[152] Há fácil acesso à internet em boa parte da cidade. Alguns pontos já contam com rede wireless (internet sem fio).[153] Também há diversos jornais em circulação em Campinas, como o Correio Popular e o Diário do Povo.[154] Dentre as rádios, destacam-se a Rádio Bandeirantes, a Rádio Brasil e a Rádio Globo.[155] Também há várias emissoras de televisão. Segundo o Portal BSD, em abril de 2011 havia 21 canais, sendo seis em Very High Frequency (VHF) e 15 em Ultra High Frequency (UHF). Três deles estão disponíveis em televisão de alta definição (tecnologia HDTV).[156] Em se tratando de transmissão digital, Campinas foi a primeira cidade não capital do Brasil a ter TV digital, com a EPTV, afiliada da Rede Globo, em 3 de dezembro de 2008.[157] Transportes Ver artigo principal: Transportes em Campinas Estação Ferroviária de Campinas, atual Centro Cultural de Campinas. Campinas foi um dos maiores entroncamentos ferroviários do estado de São Paulo. Os trilhos da Companhia Paulista de Estradas de Ferro chegaram à cidade em 1872, enquanto que os da Companhia Ytuana (posteriormente Estrada de Ferro Sorocabana) e os da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro chegaram à cidade entre 1873 e 1875. Dali, partiam trilhos para o Sul de Minas Gerais (pela Mogiana), para o Interior do Estado e Mato Grosso do Sul (pela Paulista e pela Sorocabana) e duas pequenas linhas extintas: a Funilense (“Funil” era o nome da fazenda que daria o nome ao núcleo que originou o município de Cosmópolis.[158]) A cidade é um dos maiores entroncamentos rodoviários do país, nela passando diversas rodovias.[159] Algumas das mais importantes para a cidade são: Rodovia Anhanguera; Rodovia dos Bandeirantes; Rodovia Adalberto Panzan; Rodovia Dom Pedro I; Rodovia Santos Dumont; Rodovia Adhemar de Barros; Rodovia Professor Zeferino Vaz; Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença; Rodovia José Roberto Magalhães Teixeira e Rodovia Lix da Cunha.[24] Terminal Multimodal de Campinas Rodovia Dom Pedro I, parte do Anel Viário O Terminal Multimodal Ramos de Azevedo é a principal estação de transporte intermunicipal e interestadual da cidade de Campinas. Foi inaugurado em junho de 2008 para substituir o antigo terminal rodoviário da cidade – a Estação Rodoviária Dr. Barbosa de Barros – em função de não atender a demanda da cidade, da degradação, da falta de espaço e de condições para a operação das linhas, principalmente em horários de pico e vésperas de feriados.[160] Um dos principais cruzamentos da cidade é o Viaduto São Paulo, também conhecido como “Laurão” (em homenagem ao prefeito sob cuja administração se realizou a obra: Lauro Péricles Gonçalves), que possui aproximadamente 340 metros e é usado, em média, por 48 mil veículos por dia útil.[161] Também se destaca o Complexo Viário Túnel Joá Penteado, que é formado por dois túneis, de 370 e 450 metros de comprimento, que ligam o Centro à Vila Industrial em Campinas.[162] A cidade conta com aproximadamente duzentas linhas de ônibus urbano (gerenciadas pela EMDEC) e cem linhas de ônibus metropolitanos e intermunicipais (gerenciadas pela EMTU-SP). O sistema municipal de transporte coletivo – Intercamp – pretende reduzir a competição entre os concessionários (também denominados perueiros) e as empresas de ônibus (duas empresas – VB e Onicamp – e dois consórcios – Concicamp e Urbcamp).[163] Existem quatro terminais abertos (Shopping Iguatemi, Shopping Dom Pedro, Central e Mercado) e sete terminais fechados (Barão Geraldo, Nova Aparecida, Campo Grande, Vila União, Sousas, Ouro Verde, Itajaí e Vida Nova), além de algumas estações de transferência implantadas (Cidade Judiciária, Abolição, PUC) e em outras que estão em implantação, sem data definida.[164] Estação Florence do BRT de Campinas Em 2010, foi implantado o Corredor Central, um corredor viário que privilegia o transporte coletivo.[165] Está em implantação na cidade um sistema de transporte rápido por ônibus (BRT, Bus Rapid Transit), o BRT de Campinas, também chamado de “Rapidão”, que terá três corredores (Perimetral, Campo Grande e Ouro Verde), com 4, 17,8 e 14,4 km de extensão, respectivamente. Parte do Corredor Campo Grande e todo o Corredor Perimetral usarão o antigo leito do VLT. O projeto tem previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2020.[166] A frota municipal no ano de 2009 era de 615 962 veículos, sendo 457 529 automóveis, 16 091 caminhões, 2 550 caminhões trator, 40 344 caminhonetes, 2 884 micro-ônibus, 81 931 motocicletas, 10 163 motonetas, 4 316 ônibus e 154 tratores de roda.[167] A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC), subordinada à Secretaria Municipal de Transportes (Setransp), regulamenta e regulariza o sistema de transporte público, gerencia o trânsito e, através de seus Agentes de Trânsito, aplica autuações aos motoristas que cometem infrações de trânsito.[168] Aeroporto Internacional de Viracopos. O Aeroporto Internacional de Viracopos/Campinas, localizado no extremo sul do município, é o segundo maior terminal aéreo de cargas do país,[169] abarcando 18,1% do fluxo total de mercadorias nos aeroportos.[169] Atualmente, de cada três toneladas de mercadorias exportadas e importadas no Brasil, uma passa por Viracopos. Constitui uma alternativa aeroviária para a região da Grande São Paulo.[169] Na região norte, localiza-se o Aeroporto Campo dos Amarais, destinado aos aviões de pequeno e médio porte, assim como o ensino de pilotagem, sendo que está localizado a cerca de 8 km do centro da cidade.[170] Até o ano de 2006, Campinas não possuía nenhuma ciclovia, somente uma ciclofaixa com aproximadamente 5 km em volta da Lagoa do Taquaral, instalada no início da década de 1990 e ampliada com a conclusão da Praça Arautos da Paz. Em 2006 foram instaladas ciclovias no canteiro central da Avenida Atílio Martini, no distrito de Barão Geraldo e outra ciclovia nos dois sentidos da Estrada dos Amarais.[171] Em 2020 Campinas já conta com quase 46 km acumulados de rotas cicloviárias (ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas e calçadas compartilhadas) em toda cidade.[172] Nesse mesmo ano a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas projetava entregar 40% do Plano Cicloviário aprovado em 2014.[173] Cultura O campineiro José Pancetti pintando uma tela. A responsável pelo setor cultural de Campinas é a Secretaria Municipal de Cultura, que tem como objetivo planejar e executar a política cultural do município por meio da elaboração de programas, projetos e atividades que visem ao desenvolvimento cultural. Está vinculada ao Gabinete do Prefeito, integra a administração pública indireta do município e possui autonomia administrativa e financeira, assegurada, especialmente, por dotações orçamentárias, patrimônio próprio, aplicação de suas receitas e assinatura de contratos e convênios com outras instituições.[174] A área foi estruturada pela Lei Municipal 10.248, de 15 de setembro de 1999, sendo composta pelo Gabinete do Secretário Municipal de Cultura, pelo Departamento Administrativo, pelo Departamento da Cultura, pelo Departamento de Orquestra Sinfônica de Campinas e pelo Departamento do Sistema Municipal de Rádio e TV.[175] A cidade sempre teve uma posição destacada no estado de São Paulo com grande produção e recursos cultura
is. Conta com três teatros municipais, com a Orquestra sinfônica da cidade, vários grupos de música erudita, corais, 43 salas de cinema, dezenas de bibliotecas, galerias de arte, museus e editoras de destaque nacional.[175] Também é a terra natal de Antônio Carlos Gomes, famoso compositor de óperas na Itália do século XIX, com obras como O Guarani, Fosca e O Escravo, e da poetisa e escritora Hilda Hilst.[176] Santos Dumont também morou um tempo em Campinas e estudou no Colégio Culto à Ciência.[177] Também nasceram em Campinas Joaquim Egydio de Souza Aranha, o marquês de Três Rios, proprietário rural e político, por diversas vezes deputado por São Paulo, tendo ocupado a presidência de São Paulo, e o quarto presidente da República, Campos Sales.[178] Nas artes plásticas um famoso expoente da pintura nacional nascido em Campinas foi José Pancetti, conhecido com um dos maiores paisagistas e representante do modernismo brasileiro.[179] Espaços teatrais e artes cênicas Ver artigo principal: História dos cinemas de Campinas Teatro Municipal Castro Mendes Concha Acústica do Parque Portugal Teatro Municipal, inaugurado em 1930 e demolido em 1965 por razões desconhecidas.[180] Campinas conta com três teatros municipais, sendo eles o Centro de Convivência – espaço multiúso, que possibilita a realização de espetáculos de teatro, de dança, palestras, simpósios, conferências, exposições artísticas e outras áreas, que foi projetado pelo arquiteto Fábio Penteado, sendo inaugurado em 1976 e possuindo capacidade para aproximadamente cinco mil pessoas[181] – o Teatro Municipal José de Castro Mendes, fundado em 1976, adaptado a partir do prédio do antigo cinema da Vila Industrial, o Cine Casablanca, não possuindo traços arquitetônicos marcantes, além de estar em reformas sem previsão de acabamento desde 2007[182] – além do Teatro Infantil “Carlos Maia”, localizado no interior do Bosque dos Jequitibás, possuindo capacidade para cerca de 150 pessoas e sendo projetado para atender a demanda do público infantil.[183] Dentre outros espaços dedicados à organização de eventos também destacam-se o Teatro Padre Pedro Dingenouts, também conhecido como Centro de Convivência Cultural da Vila “Padre Anchieta”, que conta com uma sala de espetáculos com capacidade para 300 pessoas;[184] e o Auditório “Beethoven”, que conta com uma capacidade de cerca de 2 mil lugares, sendo projetado para realização de eventos de pequeno a médio porte, ao ar livre.[185] Também havia o Teatro Municipal de Campinas, que foi inaugurado em 1930 e demolido em 1965 por razões desconhecidas.[180] Anualmente, Campinas sedia o Festival de Fotografia Hercules Florence, que conta com o apoio da Prefeitura da cidade. O Festival Hercule Florence de Fotografia foi criado em 2007 a partir da junção do Seminário de Imagem e Atualidade da Unicamp e da Semana Hercule Florence, da Câmara Municipal de Campinas. Ao longo dos anos, o Festival foi ganhando adesões e hoje conta com a participação do Museu da Imagem e do Som, Secretaria Municipal de Cultura, Núcleo de Fotografia de Campinas, Sesc, Senac, CPFL e Centro de Memória da Unicamp.[186] Na cidade, também são organizados diversos eventos culturais com foco para o setor teatral. Destaca-se a Campanha de Popularização do Teatro, organizada pela Associação dos Profissionais do Teatro de Campinas desde 1985, a campanha é direcionada aos adultos e crianças, oferecendo peças teatrais e musicais realizados no Centro de Convivência Cultural Carlos Gomes.[187] Dentre os grupos musicais destaca-se a Orquestra sinfônica da cidade, fundada em 1974, durante as festividades do bicentenário da cidade, sendo considerada uma das três maiores do país, ao lado da OSESP e OSB.[17] Pontos turísticos Cemitério da Saudade, fundado em 1881 e conhecido por sua riqueza arquitetônica Quanto aos atrativos turísticos, o principal parque urbano da cidade é o Parque Portugal, mais conhecido como Taquaral, em função do nome da lagoa, fundado em 1972. Nele há um ginásio esportivo, uma rota de bonde que circunda a lagoa, o Planetário. Outras atrações são o Bosque dos Jequitibás, que em seu interior abriga um minizoológico e o Museu de História Natural.[188] O mirante no alto da Torre do Castelo permite uma vista quase completa da cidade a partir de suas seis amuradas. Há também a Estação Cultura, que ocupa as instalações da antiga estação ferroviária da cidade, datada de 1884. Também há a Estação Anhumas, ponto inicial do percurso turístico de maria-fumaça que liga Campinas a Jaguariúna.[188] O Cemitério da Saudade foi fundado em 1881 e hoje é considerado um dos mais importantes cemitérios do Brasil por conta da riqueza arquitetônica e da importância das obras de arte que ostentam grande parte de seus túmulos, dentre elas peças em mármore, granito, cobre e latão, esculpidas por artistas como Tomagnini, J. Rosadas, Velez, Albertini e Lélio Coluccini, sendo que foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc).[189] Museus e bibliotecas Museu de História Natural Campinas possui vários museus, dentre eles o Museu de Arte Contemporânea – instituição pública municipal, subordinada à Secretaria da Cultura, Esporte e Lazer, e voltada à conservação, estudo e divulgação da arte contemporânea brasileira[190] – o Museu de Arte Moderna[191] – o Museu de História Natural – instituição tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico (CONDEPHAAT, em 1970) e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc), em 1991)[192] – e o Museu da Imagem e do Som – museu público focado em difundir e preservar o acervo da memória audiovisual do município.[193] O Museu Campos Sales, o Museu Carlos Gomes e a Pinacoteca do Centro de Ciências, Letras e Artes localizam-se num mesmo prédio no Centro.[194] No município também há cinco bibliotecas públicas, sendo elas: a Biblioteca Pública Municipal Professor Ernesto Manoel Zink, criada em 1971;[195] a Biblioteca Pública Infantil “Monteiro Lobato”, fundada em 1979;[196] a Biblioteca Pública Distrital de Sousas “Guilherme de Almeida”, inaugurada em 1963;[197] e a Biblioteca Pública Municipal “Joaquim de Castro Tibiriçá”, instalada em 1976.[195] Literatura Academia Campinense de Letras A Academia Campinense de Letras (ACL), criada em 17 de maio de 1953, por iniciativa do então municipal secretário de educação e cultura, professor Francisco Ribeiro Sampaio, também titular da cadeira de filologia portuguesa na Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), é a instituição que reúne os habitantes da cidade que tenham publicado obras de reconhecido mérito ou livros de valor literário.[198] Seguindo os moldes da Academia Brasileira de Letras (ABL), a ACL é composta de quarenta cadeiras de provimento vitalício. Foram escolhidos, na ocasião de sua fundação, 16 nomes para formar o corpo acadêmico dos fundadores. Esses, por sua vez, elegeram outros 24 intelectuais para compor o primeiro quadro de imortais. Dentre a galeria dos componentes, estão nomes como Monteiro Lobato, Júlio de Mesquita e Vital Brasil.[198] O escritor Guilherme de Almeida, um importante organizador da Semana de Arte Moderna de 1922 e o primeiro modernista a entrar para a ABL, nasceu em Campinas.[199] Já a Academia Campineira de Letras e Artes (ACLA), fundada em novembro de 1970, compõe-se de quarenta membros titulares ocupando o mesmo número de cadeiras acadêmicas, cujos patronos foram escolhidos com o fito de homenagear grandes personalidades artísticas e literárias. Destacam-se nomes como Heitor Villa-Lobos, Cecília Meireles e Clarice Lispector.[200] Gastronomia Torta holandesa, sobremesa criada na cidade A cidade possui uma vida noturna muito agitada, além de diversos bares e restaurantes existe uma gastronomia no município que, apesar de pouco conhecida, é muito rica e diversa.[201] Dentre às comidas típicas da cidade se destacam a torta holandesa, receita criada em Campinas da
década de 90 e que se espalhou por todo o país.[202] Outra sobremesa de destaque é o sorvete de Leitinho Trufado, mais conhecido como Ninho Trufado, muito popular em diversas sorveterias da cidade.[203] Existem ainda outras receitas típicas da cidade, porém mais conhecida localmente como, por exemplo, o sanduíche na baguete com o típico corte Boquinha de Anjo, esse corte foi criado na década de 60 no tradicional restaurante Giovanetti, fazendo muito sucesso devido à facilidade na hora de comer e dividir o lanche.[204] Esportes Estádio Moisés Lucarelli Estádio Brinco de Ouro da Princesa Campinas é sede de dois clubes de futebol reconhecidos nacionalmente: a Associação Atlética Ponte Preta e o Guarani Futebol Clube (sendo este o único clube de interior do país a se sagrar campeão brasileiro[205]), que realizam o “Dérbi Campineiro”, partida que é considerada uma das mais tradicionais do Interior do estado, que ocorre desde 1912.[206] Há também o Red Bull Brasil, que foi criado em novembro de 2007 e ultimamente vem conquistando significativo destaque.[207] O futebol feminino também vem se destacando, ainda que de forma amadora.[208] Na história se revelaram outros clubes, como o Esporte Clube Mogiana, que foi criado em 7 de junho de 1933 e que veio a falência na década de 60,[209] também o Campinas Futebol Clube fundado em 1 de janeiro de 1998 e deixou de existir no ano de 2010 devido a problemas financeiros e políticos.[210] A cidade conta ainda com três grandes estádios: o Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pertencente ao Guarani, que foi inaugurado em 1953 e que hoje conta com capacidade para cerca de 30 mil pessoas;[211] o Centro Recreativo e Esportivo de Campinas Doutor Horácio Antônio da Costa (o Estádio Cerecamp ou ainda Estádio da Mogiana), que pertence ao governo do estado de São Paulo e foi inaugurado em 1940;[212] além do Estádio Moisés Lucarelli, de comando da Ponte Preta, que foi fundado em 1948 e tem capacidade para quase 20 mil visitantes.[213] A cidade ainda é sede de vários eventos desportivos de outras modalidades, como a Corrida Integração, que é realizada desde 1983 pelas Emissoras Pioneiras de Televisão (EPTV), sendo dividida em duas modalidades (uma com 5 km, dedicada aos deficientes físicos e cadeirantes, e outra de 10 km, a normal).[214] Campinas também possui tradição nos Jogos Abertos do Interior, competição criada em 1936 e que envolve diversos esportes. Por quatro vezes, foi sede da competição (1939, 1945, 1960 e 1994), e por dez vezes a cidade saiu-se como a campeã da competição (1939, 1955, 1956, 1958, 1960, 1971, 1974, 1975, 1978 e 1979), sendo a terceira cidade que mais vezes ganhou a competição.[215] No tênis, há o Tênis Clube de Campinas (TCC), que foi criado em 1913, oferecendo, além de quadras para a prática desse esporte, piscinas para natação, quadras para basquetebol e futebol society, além de salas apropriadas para o exercício do judô, da ginástica e dança.[216] O Clube Campineiro de Regatas e Natação (CCRN) também oferece espaços para a prática de diversas modalidades de esportes olímpicos.[217] Ginásio de Esportes Engenheiro Alberto Jordano Pereira Ribeiro Campinas também é uma cidade reconhecida por seus times de vôlei, em 2010 a empresa Medley lançou o time de vôlei masculino Medley/Campinas, o time veio com o intuito de divulgar à população campineira os benefícios de ter uma vida mais saudável por meio de práticas esportivas,além disso o Medley/Campinas também desenvolve ações sociais como formação de novos atletas através do time de base, doações de alimentos, roupas e brinquedos que são trocados por ingressos. Desde 2010 o time vem ganhando bastante visibilidade e pontuações significativas. Em 2011 ficou em 2º lugar no campeonato paulista e em 2012 está classificado para a final do campeonato paulista com o mesmo adversário do ano anterior, o SESI. O time conta com grandes estrelas do cenário brasileiro de vôlei, dentre eles Maurício Lima como embaixador do time e o jogador André Heller.[218] A partir de 2017 o time mudou de patrocinadora passando a se chamar Vôlei Renata.[219] Em 2012 Campinas também ganhou um time de vôlei feminino, o Vôlei Amil. O time feminino também teve grandes estrelas como José Roberto técnico do time brasileiro de vôlei feminino medalhistas de ouro nas olimpíadas de Londres em 2012 e a jogadora Walewska. O time feminino com menos de 1 ano de criação ganhandou grande notoriedade se classificando para a semifinal do campeonato paulista contra o time do SESI,[220] porém acabou fechando as portas no ano de 2014 quando a patrocinadora encerrou os investimentos.[221] Feriados Em Campinas, há três feriados municipais, oito feriados nacionais e três pontos facultativos, que foram definidos pela primeira vez pela Lei 173, de 28 de junho de 1949.[222] Os feriados municipais são: o dia de finados, em 2 de novembro; o dia da Consciência Negra, em 20 de novembro; e o dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira municipal, comemorado em 8 de dezembro. Ao contrário do que muitos pensam, o dia do aniversário da emancipação política, 14 de julho, não é considerado como feriado, sendo apenas uma data comemorativa.[223] Panorama da Região Central de Campinas. Ver também São Paulo Interior de São Paulo Arquidiocese de Campinas Municípios de São Paulo Municípios do Brasil Paulistas de Campinas Referências Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 «Unidade Territorial: 15 – Campinas – SP». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2013. Consultado em 28 de janeiro de 2015 Nota: aos 19 municípios listados, deve ser acrescentado o município de Morungaba, anexado à RM de Campinas pela Lei Complementar Estadual nº 1.234, de 13 de março de 2014 DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. «Distâncias entre Cidades». Consultado em 19 de fevereiro de 2012 Correios. «Busca CEP – Faixas de CEP». Consultado em 23 de fevereiro de 2015 «Área territorial oficial». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Resolução da Presidência do IBGE de n° 1 (R.PR-1/13). 15 de janeiro de 2013. Consultado em 30 de agosto de 2014 «Urbanização das cidades brasileiras». Embrapa Monitoramento por Satélite. Consultado em 4 de abril de 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (27 de agosto de 2020). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2020». Consultado em 27 de agosto de 2020 «Produto Interno Bruto dos Municípios». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 13 de janeiro de 2016 «Produto Interno Bruto dos Municípios – 2016». Consultado em 4 de março de 2019 «História». Catedral Metropolitana de Campinas – Curato Nossa Senhora da Conceição. Consultado em 23 de fevereiro de 2015 Embrapa Monitoramento por Satélite. «São Paulo». Consultado em 10 de junho de 2011 “BRITO, Sarah.” Campinas é a 5ª melhor do País para viver. Correio Popular, Cidades, p. A16, 25 de outubro de 2014. Acesso em 28 out. 2014. «Maiores e melhores cidades do Brasil». 2014. Consultado em 28 de outubro de 2014 Grande Brasil. «Município de Campinas, estado de São Paulo (SP)». Consultado em 19 de junho de 2011 Pacheco, Herlan Cássio de Alcantara (30 de setembro de 2020). «Regiões de influência das cidades 2018». Confins. Revue franco-brésilienne de géographie / Revista franco-brasilera de geografia (em francês) (48). ISSN 1958-9212. Consultado em 24 de outubro de 2021 Inovação Tecnológica (21 de março de 2011). «Campinas terá seu terceiro parque tecnológico». Consultado em 19 de junho de 2011 Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. «A Sinfônica». Consultado em 16 de junho de 2011 «IBGE divulga as estimativas populacionais dos municípios em 2014». Instituto Brasileiro de G
eografia e Estatística. 28 de agosto de 2014. Consultado em 30 de agosto de 2014 Diego Zanchetta (3 de agosto de 2008). «A primeira macrometrópole do hemisfério sul». Estadão. Consultado em 12 de outubro de 2008 Cidades@ – IBGE. «Histórico». Consultado em 9 de junho de 2011 Scribd. Disponível em http://pt.scribd.com/doc/35430825/Os-povos-Guarani-na-regiao-de-Indaiatuba. Acesso em 17 de maio de 2013. História. Disponível em http://www.urbal.piracicaba.sp.gov.br/caracteriza%E7%E3o/caracteriza%E7%E3o,%20historia%20e%20histsan/campinasdireito/historiaecultcampinas.htm. Acesso em 19 de setembro de 2012. A origem de Campinas. Disponível em http://www.comciencia.br/reportagens/goiases/goiases6.htm. Acesso em 19 de setembro de 2012. Prefeitura. «Campinas». Consultado em 7 de junho de 2011 «Tribunal de Justiça de São Paulo, Comarca de Campinas (1793-1840)». Centro de Memória da Unicamp – Universidade Estadual e Campinas. Consultado em 3 de julho de 2015 «Pousada de tropeiro deu origem à vila de São Carlos». Folha de S.Paulo (edição Folha Campinas). 14 de julho de 2000. Consultado em 3 de julho de 2015 «Moradores de Betel pedem praça de esportes e Luiz da Farmácia (Progressistas) indica ao Executivo». Câmara Municipal de Paulínia. 10 de fevereiro de 2019. Consultado em 6 de abril de 2021 «Diário Oficial de Campinas» (PDF). Prefeitura Municipal de Campinas. 11 de setembro de 2015. Consultado em 13 de julho de 2018 Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento Urbano. «Subsídios para a revisão do Plano Diretor» (PDF). Prefeitura Municipal de Campinas. Consultado em 13 de julho de 2018 Grande Enciclopédia Larousse (2008). «Breve História do Café». Planeta Orgânico. Consultado em 3 de julho de 2011 Inovação Tecnológica (21 de março de 2011). «Campinas terá seu terceiro parque tecnológico». Consultado em 9 de junho de 2011 Guia Geográfico do Estado de São Paulo. «Mapa Interativo da Cidade de Campinas». Consultado em 10 de junho de 2011 Prefeitura. «Museus». Consultado em 10 de junho de 2011 SEPLAN – Prefeitura Municipal de Campinas. «Monografia do Marco Geodésico PMC 10A» (PDF). Consultado em 31 de agosto de 2010 SEPLAN – Prefeitura Municipal de Campinas. «Marco Geodésico PMC-3087» (PDF). Consultado em 8 de maio de 2012 SEPLAN – Prefeitura Municipal de Campinas. «Marco Geodésico SAN-18» (PDF). Consultado em 8 de maio de 2012 MURARO, Luís Eduardo de Oliveira; et al. (2019). «Características morfológicas da planície de inundação do Rio Atibaia, entre Campinas e Jaguariúna, SP, Brasil» 15 ed. Terrae Didatica. Consultado em 25 de abril de 2020 «Projeto Anhumas – Localização». Instituto Agronômico de Campinas. Consultado em 25 de abril de 2020 Muito. «Rio Piracicaba». Consultado em 10 de junho de 2011 SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Indaiatuba (2004). «Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí» (PDF). Consultado em 8 de junho de 2012 Fábio Ricardo Marin (22 de abril de 2003). «Diagnóstico Ambiental de Campinas – Água». Agenda 21 de Campinas. Consultado em 10 de junho de 2011 360 Graus (27 de novembro de 2001). «Projeto mobiliza Campinas na defesa do Rio Atibaia». Consultado em 10 de junho de 2011 Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI). «Clima dos Municípios Paulistas». Consultado em 30 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 18 de janeiro de 2012 MIRANDA, Inaê (14 de janeiro de 2015). «Temporal com granizo provoca alagamentos e estragos». Correio Popular. Consultado em 7 de julho de 2015. Cópia arquivada em 7 de julho de 2015 «Em 4h, Campinas tem 832 raios durante temporal de segunda e supera total de dezembro de 2019». 29 de dezembro de 2020. Consultado em 9 de junho de 2020 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). «Ranking de municípios». Consultado em 9 de junho de 2021 «Umidade do ar fica abaixo dos 30% em Campinas no fim de semana». G1 Campinas e Região. 10 de agosto de 2012. Consultado em 7 de agosto de 2014 «Campinas deve ter o dia mais quente do inverno». Correio Popular. 11 de setembro de 2014. Consultado em 7 de agosto de 2014 «Queimadas dobram na região de Campinas (SP)». 19 de agosto de 2010. Consultado em 10 de junho de 2011 «Frio faz sensação térmica chegar a -5,1°C em Campinas, aponta Unicamp». 24 de julho de 2013. Consultado em 9 de junho de 2021 «Campinas registra 5,1º C e sensação térmica é de 0º no início da manhã». 13 de junho de 2016. Consultado em 9 de junho de 2021 CEPAGRI. «GEADAS: CONDIÇÕES DE OCORRÊNCIA E CUIDADOS». Consultado em 10 de junho de 2011. Cópia arquivada em 10 de junho de 2011 STEGANHA, Roberta (1 de novembro de 2014). «Campinas vive período mais seco dos últimos 123 anos, afirma IAC». G1 Campinas e Região. Consultado em 4 de novembro de 2014 Climatempo (7 de junho de 2011). «Campinas: vento passa de 100 km/h». Consultado em 24 de junho de 2011. Cópia arquivada em 24 de junho de 2011 TONOCCHI, Márcio (4 de maio de 2001). «Tornado em Campinas impressiona especialista». Folha. Consultado em 24 de junho de 2011 NELSON, Joe (10 de março de 2008). «Internauta flagra formação de tornado em Campinas». G1. Consultado em 24 de junho de 2011. Cópia arquivada em 24 de junho de 2011 Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (CIIAGRO-SP). «Consulta por período». Consultado em 9 de junho de 2021 CIIAGRO-SP. «Temperatura Mínima Mensal». Consultado em 9 de junho de 2021 CIIAGRO-SP. «Temperatura Máxima Mensal». Consultado em 9 de junho de 2021 CIIAGRO-SP. «Chuva Mensal». Consultado em 9 de junho de 2021 Pró Ambiente Campinas (14 de abril de 2009). «Recursos Hídricos e Florestais da RMC foram debatidos em evento nesta terça». Consultado em 10 de junho de 2011 Mata de Santa Genebra. «Mata». Consultado em 10 de junho de 2011 Confederacão Nacional dos Municípios (CNM). «Demografia – População Total». Consultado em 16 de maio de 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). «Censo Populacional 2010» (PDF). Consultado em 11 de dezembro de 2010 Sidra (Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática) (2000). «População de Campinas por raça e cor». Consultado em 23 de junho de 2011 Andréa Malavolta (7 de julho de 2009). «Turismo busca integrar roteiros da comunidade japonesa em Campinas». Prefeitura. Consultado em 23 de junho de 2011 Maria Inês Bernardi da Cunha. «História da Imigração Italiana». Família Demarchi. Consultado em 23 de junho de 2011 Karastojanov, Andrea Mara Souto (1999). Vir, viver e talvez morrer em Campinas. Um estudo sobre a comunidade alemã residente na zona urbana durante o II Império 1ª ed. Campinas: Editora da Unicamp. p. 375. ISBN 85-268-0443-X Fundap (ed.). «Memória Paulista – Vir, viver e talvez morrer em Campinas». Consultado em 29 de abril de 2013 Prefeitura de Campinas (ed.). «Bairro Friburgo». Consultado em 29 de abril de 2013 Beneficência Portuguesa de Campinas. «A história do hospital». Consultado em 23 de junho de 2011 Sandra Venâncio (16 de setembro de 2009). «13ª Semana Espanhola de Campinas começa neste domingo». Jorna Local. Consultado em 23 de junho de 2011 Maria Katsuko Takahara Kobayashi. «Sobre a Associação». Instituto Cultural Nipo Brasileiro de Campinas. Consultado em 23 de junho de 2011 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Consultado em 19 de junho de 2011 Renda Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2010 Brasil atingiu, em 2010, menor patamar histórico de desigualdade de renda Veja, 3/5/2011 IBGE. «Indicadores sociais dos municípios brasileiros». Consultado em 16 de maio de 2011 Correio Popular. «O Desafio das Ocupações e Favelas». Consultado em 13 de outubro de 2011 Companhia de Habitação Popular (Cohab) (30 de maio de 2009). «Mais 800 unidades habitacionais estão garantidas para Campinas». Consultado em 13 de outubro de 2011 Cristiane Agostine (8 de outubro de 2009). «Senado aprova acordo com o Vaticano». O Globo. Consultado em 16 de maio de 2011 Fernando
Fonseca de Queiroz (Outubro de 2005). «Brasil: Estado laico e a inconstitucionalidade da existência de símbolos religiosos em prédios públicos». Jus Navigandi. Consultado em 16 de maio de 2011 Sidra (Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática) (2000). «População residente por cor ou raça e religião». Consultado em 23 de junho de 2011 Lilia Inês Zanotti de Medrano. «Criação da Diocese». Arquidiocese de Campinas. Consultado em 23 de junho de 2011 Arquidiocese de Campinas. «Mapa». Consultado em 23 de junho de 2011 Prefeitura. «Catedral Metropolitana de Campinas». Consultado em 23 de junho de 2011 Gisele Rodrigues Vaz (22 de março de 2001). «Prefeito de Campinas visita as óbras do templo». A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Consultado em 23 de junho de 2011 Prefeitura (31 de março de 1990). «Lei Orgânica de Campinas». Consultado em 16 de maio de 2011. Cópia arquivada em 21 de março de 2008 SMAJ – Coordenadoria Setorial de Documentação – Biblioteca Jurídica. «INTENDENTES MUNICIPAIS». Consultado em 16 de maio de 2011. Cópia arquivada em 29 de março de 2010 Prefeitura de Campinas (1 de janeiro de 2021). «Equipe de Governo da Prefeitura de Campinas 2021/2024». Consultado em 7 de janeiro de 2021 Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. «Poder Judiciário». Consultado em 16 de maio de 2011 «TJ-SP amplia Cidade Judiciária de Campinas». 5 de março de 2008. Consultado em 13 de junho de 2011. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2010 Tribunal Superior Eleitoral. «Estatísticas do eleitorado – Consulta por município/zona». Consultado em 22 de janeiro de 2017 Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região. «Institucional – Histórico». Consultado em 12 de junho de 2011. Cópia arquivada em 13 de junho de 2011 Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. «Varas do Trabalho de Outros Municípios». Consultado em 12 de junho de 2011. Cópia arquivada em 13 de junho de 2011 Prefeitura. «Cidades Irmãs». Consultado em 16 de maio de 2011. Cópia arquivada em 15 de maio de 2011 «Campinas assina acordo de cidade-irmã com Cascais em Portugal». 6 de julho de 2012. Consultado em 9 de julho de 2012. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2013 «Ficha Técnica Parque das Bandeiras Shopping Center]». Julho de 2012. Consultado em 9 de julho de 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2001). «Censo Demografico 2000 – Microrregiões, distritos, subdistritos e bairros». Consultado em 11 de junho de 2011 Jornal A Cidade (29 de abril de 2011). «Furgão elétrico da CPFL vira ‘carteiro’». Consultado em 11 de junho de 2011 «Atividades econômicas em Campinas (2012)». Plataforma DataViva. Consultado em 13 de janeiro de 2014 Cidades@ – IBGE. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2016». Consultado em 14 de fevereiro de 2019 Cidades@ – IBGE (2008). «Estatísticas do Cadastro Central de Empresas». Consultado em 11 de junho de 2011 Cidades@ – IBGE (2008). «Pecuária 2009». Consultado em 11 de junho de 2011 Cidades@ – IBGE (2008). «Lavoura Temporária 2009». Consultado em 11 de junho de 2011 Maria Teresa Costa (26 de janeiro de 2010). «Condepacc de Campinas tira da gaveta processos de tombamento». Revista Cafeicultura. Consultado em 11 de junho de 2011 Instituto Agronômico de Campinas (IAC). «Conheça o tuto Agronômico de Campinas». Consultado em 11 de junho de 2011 Embratur. «Campinas». Consultado em 11 de junho de 2011 PUC Campinas, ed. (20 de maio de 2016). «Da Campinas do café ao “Vale do Silício” brasileiro». Consultado em 6 de fevereiro de 2021 Isabela Leite (23 de janeiro de 2011). «Campinas deve abrir 120 mil vagas até 2014, mas qualificação preocupa». EPTV Campinas. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 Campinas Shopping. «Conheça o Shopping». Consultado em 11 de junho de 2011 Iguatemi Campinas. «Sobre o Shopping». Consultado em 11 de junho de 2011 Shopping Parque Dom Pedro. «Sobre o Parque D. Pedro Shopping». Consultado em 11 de junho de 2011 Prefeitura (30 de junho de 2010). «Palestra reúne 300 micro empreendedores individuais». Consultado em 11 de junho de 2011 Serviços Técnicos Gerais (CETEC). «Mercado Municipal». Consultado em 11 de junho de 2011 Comerciários de Campinas, Valinhos e Paulínia (SECCAMP). «História». Consultado em 11 de junho de 2011 Governo Federal. «Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) – Resultados e Metas». Consultado em 12 de junho de 2011 Cidades@ – IBGE (2009). «Ensino, matrículas, docentes e rede escolar 2009». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Analfabetismo». Consultado em 12 de junho de 2011 Educacional (3 de dezembro de 2003). «Afinal, quantos analfabetos existem no Brasil?». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Educação – Freqüência Escolar». Consultado em 12 de junho de 2011 Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico do Amazonas (2000). «Taxa bruta de freqüência à escola da 7ª Sub-Região do Rio Negro – Solimões». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Educação – Anos de Estudo». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2010). «FUNDEB». Consultado em 12 de junho de 2011 Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). «Origem». Consultado em 12 de junho de 2011 Caravana (3 de agosto de 2010). «O Movimento já chegou em Campinas». Consultado em 12 de junho de 2011 Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). «A Unicamp». Consultado em 12 de junho de 2011 EPTV Campinas (25 de abril de 2011). «Planeta Orgânico realiza 2º Seminário Campinas Sustentável». Consultado em 19 de junho de 2011 Revista Pesquisa – Fapesp (novembro de 2000). «Unicamp tem o maior número de patentes». Consultado em 3 de abril de 2007 Prefeitura. «Universidades». Consultado em 12 de junho de 2011 Prefeitura. «Como estabelecer-se em Campinas». Consultado em 12 de junho de 2011 Cidades@ – IBGE (2009). «Serviços de Saúde 2009». Consultado em 12 de junho de 2011 Casa de Saúde Campinas. «História». Consultado em 12 de junho de 2011 Prefeitura. «Relação de Equipes de Trabalho». Consultado em 12 de junho de 2011 Prefeitura. «Centros de Saúde». Consultado em 12 de junho de 2011 DATASUS (10 de abril de 2010). «Caderno de Informações de Saúde – Informações Gerais» (xls). Consultado em 12 de junho de 2011 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) (26 de abril de 2005). «Campinas (SP)». Consultado em 11 de junho de 2011 Fábio Gallacci Luciana Félix (1º de agosto de 2010). «Criminalidade desafia Campinas». PUC Campinas. Consultado em 23 de junho de 2011 Milene Moreto (4 de fevereiro de 2010). «Violência cresce e preocupa Campinas». PUC Campinas. Consultado em 23 de junho de 2011 Sangari (2011). «Número e taxas (em 100 mil) de homicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais» (xls). Consultado em 12 de junho de 2011 Sangari (2011). «Número e taxas (em 100 mil) de suicídio nos municípios com 10.000 habitantes ou mais» (xls). Consultado em 18 de maio de 2011 Sangari (2011). «Número e taxas (em 100 mil) de Óbitos Ac.Transporte nos municípios com 10.000 habitantes ou mais» (xls). Consultado em 12 de junho de 2011 Tiago de Souza e Alberto Dini (13 de maio de 2011). «Prefeitura inaugura Coordenadoria de Prevenção às Drogas». Prefeitura. Consultado em 12 de junho de 2011 Presidência da República (1988). «Constituição da República Federativa do Brasil de 1988». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Infra-Estrutura – Domicílios Particulares Permanentes e Moradores». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Infra-Estrutura – Abastecimento de Água». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000). «Infra-Estrutura – Destino do Lixo». Consultado em 12 de junho de 2011 Confederação Nacional de Municípios (CNM) (2000).
«Infra-Estrutura – Esgotamento Sanitário». Consultado em 12 de junho de 2011 Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (SANASA) (5 de outubro de 2006). «Introdução». Consultado em 12 de junho de 2011 Prefeitura (2006). «Ilumunação pública» (PDF). Consultado em 12 de junho de 2011 ANATEL (Maio de 2011). «Campinas – Listagem de Localidades». Consultado em 12 de junho de 2011 Códigos DDD. «DDD da cidade de Campinas». Consultado em 29 de janeiro de 2019 Correios. «CEP de cidades brasileiras». Consultado em 20 de junho de 2011 Cenário XXI (2 de julho de 2005). «Wireless começa a se espalhar por Campinas». Consultado em 12 de junho de 2011 Guia de Mídia. «Jornais de Campinas – São Paulo». Consultado em 12 de junho de 2011 Rádios.com. «Resultado da Pesquisa». Consultado em 12 de junho de 2011 Portal BSD (9 de abril de 2011). «Listando canais de Campinas – SP». Consultado em 12 de junho de 2011 UOL Tecnologia (2 de dezembro de 2008). «Campinas será a primeira cidade com TV digital longe das capitais». Consultado em 12 de junho de 2011 BEZERRA NETO, Luiz; MOURA, Fabiana de. (Setembro de 2003). «A história do sujeito sócio-econômico usuário do ensino público de Cosmópolis – SP». Revista “História, Sociedade e Educação no Brasil” (Faculdade de Educação – UNICAMP). Consultado em 18 de março de 2014 CargoNews. «”A hora é agora”». Consultado em 23 de junho de 2011 Socicam. «Terminal Multimodal Ramos de Azevedo». Consultado em 12 de junho de 2011 Regina Pitta (20 de abril de 2005). «Viaduto Laurão estará fechado para obras no feriado». Prefeitura. Consultado em 13 de junho de 2011 Odebrecht (2010). «Túnel 2 do Complexo Viário Joá Penteado é inaugurado em Campinas». Consultado em 13 de junho de 2011 VB Transportes (27 de janeiro de 2011). «Campinas recebe 138 novos ônibus». Consultado em 12 de junho de 2011 Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) (18 de janeiro de 2011). «Sistema Intercamp». Consultado em 12 de junho de 2011 Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) (2010). «Veja o que foi notícia no transporte e trânsito neste ano». Consultado em 12 de junho de 2011 «Rapidão Campinas». EMDEC – Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas. Consultado em 1 de outubro de 2018 Cidades@ – IBGE (2009). «Frota 2009». Consultado em 12 de junho de 2011 Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) (24 de novembro de 2010). «A EMDEC». Consultado em 12 de junho de 2011 Infraero. «Aeroporto Internacional de Viracopos – Campinas/SP». Aeroporto de Viracopos. Consultado em 12 de junho de 2011 Aeroportos do Brasil. «Aeroporto Campinas- Campo dos Amarais SP». Consultado em 12 de junho de 2011 Luciana Almeida (30 de dezembro de 2010). «Sistema vai funcionar aos domingos e feriados, das 7h às 13h». Campinas.com. Consultado em 12 de junho de 2011 Daniel de Camargo (28 de junho de 2020). «Prefeitura trabalha na ampliação do sistema». Correio Popular. Consultado em 15 de julho de 2020 Daniel de Camargo (30 de abril de 2020). «Emdec deve concluir 40% do Plano Cicloviário». Correio Popular. Consultado em 15 de julho de 2020 Leandro Filippi (11 de janeiro de 2011). «Nova secretária planeja “diagnóstico” da cultura de Campinas». EPTV Campinas. Consultado em 14 de junho de 2011 Prefeitura. «Estrutura». Consultado em 15 de junho de 2011 Uol. «Carlos Gomes». Consultado em 16 de junho de 2011 EPTV (8 de maio de 2009). «Mostra em Campinas revê design de Santos-Dumont». Consultado em 16 de junho de 2011 Uol. «Campos Sales». Consultado em 16 de junho de 2011 Cultura Carta Campinas (8 de outubro de 2017). «Pancetti – Navegar é Preciso’ reúne 45 telas, além de fotos, manuscritos e cartas do pintor». Consultado em 24 de agosto de 2020 Pró-memória de Campinas – SP (1º de julho de 2007). «Descaso com a História: Teatro Municipal Carlos Gomes demolido». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Centro de Convivência Cultural de Campinas “Carlos Gomes”». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Teatro Municipal “José de Castro Mendes”». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Teatro Infantil ‘Carlos Maia’ (‘Carlito Maia’)». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Teatro “Pe. Pedro Dingenouts”». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Auditório “Beethoven”». Consultado em 16 de junho de 2011 Campinas.com.br (5 de outubro de 2011). «Festival de Fotografia Hercule Florence de Campinas oferece diversas atividades em outubro». Consultado em 7 de novembro de 2011 Prefeitura (7 de janeiro de 2010). «25ª Campanha de Popularização do Teatro começa com novidades». Consultado em 16 de junho de 2011 Maria Teresa Costa (6 de julho de 2003). «Campinas cria roteiro turístico». eTur. Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Cemitério da Saudade de Campinas». Consultado em 19 de junho de 2011 Prefeitura. «Museu de Arte Contemporânea». Consultado em 16 de junho de 2011 Museu de Arte Moderna de Campinas (4 de agosto de 2007). «Histórico MAM Campinas». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Museu de História Natural». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Museu da Imagem e do Som». Consultado em 16 de junho de 2011 Centro de Ciências, Letras e Artes. «Sobre o CCLA». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Biblioteca Pública Municipal ‘Joaquim de Castro Tibiriçá’». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Biblioteca Pública Infantil ‘Monteiro Lobato’». Consultado em 16 de junho de 2011 Prefeitura. «Biblioteca Pública Distrital de Sousas “Guilherme de Almeida”». Consultado em 16 de junho de 2011 Academia Campinense de Letras (ACL). «História». Consultado em 17 de junho de 2011 Uol. «Guilherme de Almeida». Consultado em 16 de junho de 2011 Academia Campineira de Letras e Artes (ACLA) (26 de março de 2010). «ACLA». Consultado em 17 de junho de 2011 Redação G1 Campinas e Região (14 de julho de 2015). «No aniversário de 241 anos, aproveite os ‘sabores tradicionais’ de Campinas». G1 Campinas e Região. Consultado em 19 de agosto de 2020 Luis Manzoli (21 de janeiro de 2018). «A torta holandesa é de Campinas; criadora mostra receita original». ACidadeON/Campinas. Consultado em 19 de agosto de 2020 Redação ODC (12 de abril de 2017). «O famoso sorvete de Ninho Trufado da Sorveteria Sergel». Olhar da Cidade. Consultado em 19 de agosto de 2020 Sarah Brito (13 de julho de 2018). «A cara de Campinas, lanche boquinha de anjo é sessentão». ACidadeON/Campinas. Consultado em 19 de agosto de 2020 https://veja.abril.com.br/placar/times-historicos-guarani-de-1978/ Times históricos: Guarani de 1978 | VEJA.com Lucas Gadbem e Diogo Rodrigues (22 de setembro de 2010). «Guarani vs. Ponte Preta, o Derby Campineiro». Arquirrivais. Consultado em 17 de junho de 2011 João Carlos Correia (2 de janeiro de 2011). «História do Red Bull Brasil». Red Bull Futebol e Entretenimento Ltda. Consultado em 17 de junho de 2011 Denise Veríssimo (16 de abril de 2009). «Campinas: Futebol amador tem inscrições até dia 30». Portal Futebol Feminino. Consultado em 17 de junho de 2011 J.M.Fantinatti (28 de março de 2008). «Curiosidades: Esporte Clube Mogiana». Pró-Memória de Campinas – SP. Consultado em 17 de junho de 2011 Anelso Paixão (26 de Janeiro de 2010). «Barueri compra time de Careca». O Estadao de S.Paulo. Consultado em 11 de novembro de 2016 O Gol. «Brinco de Ouro da Princesa». Consultado em 17 de junho de 2011 O Gol. «Horácio A. da Costa (Cerecamp)». Consultado em 17 de junho de 2011 O Gol. «Moisés Lucarelli». Consultado em 17 de junho de 2011 EPTV Campinas. «História». Consultado em 17 de junho de 2011 Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer do Estado de São Paulo (SELT). «Jogos Abertos do Interior». Consultado em 17 de junho de 2011 Tênis Clube de Campinas (TCC). «Esportes». Consultado em 17 de junho de 2011 Clube Campineiro de Regatas e Natação (CCRN). «Muitas modalidades». Consultado em 17 de junho de 2011 «Vôlei Medley Campinas». voleimedley.com.br. Consultado em 12 de outubro de 2012 Carlo
s Lemes JrCarlos Lemes Jr. (14 de julho de 2017). «Campinas apresenta time de vôlei masculino para a Superliga». Torcedores.com. Consultado em 19 de agosto de 2020 «Vôlei Amil Campinas». voleiamil.com.br. Consultado em 12 de outubro de 2012 Redação Globo 29/04/2014Esporte.com (29 de abril de 2014). «Patrocinador encerra investimento, e Campinas deve fechar as portas». GloboEsporte.com. Consultado em 19 de agosto de 2020 Prefeitura (28 de junho de 1949). «Lei n° 173, de 28 de junho de 1949». Consultado em 17 de junho de 2011 Prefeitura. «Feriados municipais Campinas». Consultado em 17 de junho de 2011 Ligações externas Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema: Wikcionário Definições no Wikcionário Wikisource Textos originais no Wikisource Commons Imagens e media no Commons Commons Categoria no Commons «Prefeitura de Campinas» Prefeitura de Campinas no YouTube Prefeitura de Campinas no Facebook Prefeitura de Campinas no Flickr Prefeitura de Campinas no Instagram «Câmara Municipal de Campinas» Mapas «Campinas no WikiMapia» «Campinas no Google Maps» Instituições

Está gostando de nossos artigos, compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
  •  Rua Glauco Velasques, 285, Casa Verde
  •  (11) 2822-9612
  •  (11) 2836-6065
  •  (11) 98776-7059
  •  (11) 9 9739-5404
  •  Rua H, 38, Parque Vera CRUZ
  •  (12) 3674-3511
  •  (12) 99149-0615
  •  (11)98776-7059

Projetos realizados

%d blogueiros gostam disto: