Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Ligue para nós

(11) 2836-6065

Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Desentupidora em Pirituba 99739-5404 / 99739-5404

Desentupidora em Pirituba 99739-5404 / 99739-5404

Pirituba é um distrito situado na Zona Noroeste do município de São Paulo, no Brasil. Seu perfil socioeconômico é diversificado, abrigando famílias de todas as castas sociais. No entanto, de acordo com informações obtidas pela Revista Exame[1] e pela Globo (através da CBN)[2], Pirituba é um bairro formado majoritariamente por famílias de classe média, e segundo o Brasil Escola, um dos maiores portais de educação do país, Pirituba é um bairro intermediário entre o centro e a periferia.[3] Sua localização se dá nas proximidades de vias como a Marginal Tietê, Rodovia dos Bandeirantes e Rodovia Anhanguera. Faz divisa com os distritos da Lapa, São Domingos, Freguesia do Ó, Brasilândia e Jaraguá Índice 1 Topônimo 2 Características socioeconômicas 3 Índices de violência 4 História 4.1 Mina de ouro no Pico do Jaraguá 4.2 Área rural 4.3 A estação de trem 4.4 Terras fatiadas 4.5 Fábricas 4.6 Curiosidades 4.7 Demografia 5 Localização 6 Transporte público 7 Lazer e áreas verdes 8 Bairros do distrito e suas características 8.1 Piqueri e Jardim Íris 8.2 Chácara Inglesa, Jardim Felicidade e Jardim São Ricardo. 8.3 Vila Pereira Barreto e Vila Bonilha 8.4 Vila Comercial, Jardim Líbano e City Pinheirinho 8.5 Jardim Cidade Pirituba, Vila Zatt e Vila Mirante 8.6 Jardim Paquetá, Vila Renato e Canta Galo. 8.7 Vila Pirituba, Jardim Santa Mônica e Vista Verde 8.8 Jardim Regina, City Recanto Anastácio e Vila Clarice. 9 São Domingos 10 Esporte, Música e Televisão 10.1 Esporte 10.2 Música 10.3 Televisão 11 Principais Vias 12 Pontos Turísticos/históricos 13 Ligações externas 14 Referências Topônimo A origem do seu nome é o resultado da justaposição das palavra tupis pi’ri (“junco”)[4] e tyba (“ajuntamento”)[5]. Significa, portanto, “ajuntamento de juncos”. Na região, havia uma lagoa denominada Pirituba, resultante de um dos braços do Rio Tietê, que passa próximo. Características socioeconômicas Algumas pessoas que não conhecem bem o bairro de Pirituba indagam, de forma equivocada, de que se trata de uma região majoritariamente carente, constituída, em sua maior parte, por famílias de classes média baixa e baixa. No entanto, apesar de existirem áreas carentes na região, sobretudo nas áreas mais periféricas que fazem limite com os distritos da Brasilândia e Jaraguá, estas não representam a maior parte de seu território. Em Pirituba, há bairros bem estruturados, que possuem ruas largas, calçadas arborizadas, residências que variam de médio a alto padrão e baixa densidade demográfica. De acordo com uma matéria sobre o crescimento do número de condomínios em Pirituba, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, há uma concentração de moradores de classe média e média alta nos entornos da Rodovia Bandeirantes e da Marginal Tietê[6], assim como de ruas largas e arborizadas. Por outro lado, também é possível encontrar comunidades carentes, cujas características são ruas estreitas, pouca ou nenhuma arborização, residências de padrões baixo e médio baixo e alta densidade demográfica. Esse fenômeno se deu em virtude dos diferentes processos de urbanização que ocorreram na região. A Companhia City,[7] empresa responsável pelo desenvolvimento de bairros nobres como o Pacaembu e o Jardim América, urbanizou uma parte de Pirituba com base nos padrões definidos pela companhia, atraindo, assim, famílias de classes média alta e alta, principalmente em locais como o City América e o City Pinheirinho. O loteamento da Fazenda Barreto e a presença de ingleses que trabalhavam na São Paulo Railroad[8] durante a construção da Estação Pirituba, por sua vez, deram origem a lugares como a Vila Pereira Barreto e a Chácara Inglesa, conhecidos por serem bairros estruturados cujas características são calçadas arborizadas, infraestrutura de comércios, presença de instituições de ensino privadas e públicas, distribuição de praças e áreas verdes e residências de padrões médio e alto. Em contrapartida, algumas áreas foram urbanizadas sem planejamento, com base na ocupação irregular, culminando no surgimento de comunidades carentes, como as encontradas em locais como a Vila Zatt, a Vila Mirante e o Canta Galo, onde há presença de favelas. Logo, Pirituba possui características socioeconômicas diversificadas, embora a classe média seja a predominante. Segundo a lista dos distritos paulistanos por Índice de Desenvolvimento Humano, gerada no ano de 2000 e incluída no Atlas do Trabalho de Desenvolvimento do Município de São Paulo 2007, Pirituba possui um IDH considerado “elevado”, estando na 54º posição dentre os bairros da cidade de São Paulo. Em geral, a região apresenta boa infraestrutura e qualidade de vida. Durante as décadas de 2000 e 2010, o distrito passou por grandes transformações urbanísticas. Houve um aumento no número de edifícios residenciais voltados às classes média e média alta, especialmente no Jardim Íris, bairro localizado nas imediações da Marginal Tietê que ganhou um shopping center no ano de 2013 e tornou-se majoritariamente verticalizado, assim como a retirada total de favelas e o sequente deslocamento de seus moradores para CDHUs de outros bairros[9], tal como ocorrera com as Favelas Nassau e Anastácio no ano de 2004[10]. Recentemente, o bairro passou por uma crescente valorização imobiliária, causando um aumento no valor do metro quadrado, que passou a girar em torno dos R$ 6.640,00[11]. Índices de violência Pirituba não está na lista dos distritos do município de São Paulo com os maiores índices de violência. De acordo com o mapa da violência em São Paulo do site G1[12], de 2014, Pirituba possui uma taxa de 6 homicídios por 100 mil habitantes. Segundo esta pesquisa, esta taxa chega a ser inferior às de distritos como Casa Verde, Belém, Tatuapé, Morumbi, Perdizes, Ipiranga e Alto da Mooca. No ranking apresentado, onde constam 93 distritos paulistanos, Pirituba aparece na 71º posição. Em dois levantamentos feitos pela Revista Exame, em 2015 e 2014, que apontam os bairros com taxas de homicídios intoleráveis[13]e indicam aqueles que apresentam os maiores índices de roubo[14], respectivamente, nota-se a presença de bairros como Brás, Capão Redondo, Sé, Parelheiros, Campo Limpo e Vila Brasilândia. O distrito de Pirituba, por sua vez, nem sequer aparece nas listas. Segundo o mapa da criminalidade bairro a bairro, publicado no jornal O Estado de S. Paulo[15], com dados referentes ao ano de 2017, Pirituba mantém menores índices de violência em comparação a outras regiões da cidade. De 0 a 7, sendo 0 o menos violento e 7 o mais violento, as duas delegacias da região de Pirituba, o 33º DP (Pirituba – Vila Mangalot) e o 87º DP (Vila Pereira Barreto), apresentam, respectivamente, os números 1 e 0 na categoria homicídios, constando, portanto, entre os menos violentos. No topo da lista, entre os mais violentos, estão Parelheiros, Capão Redondo, Casa Verde, Jaraguá e Jardim das Imbuias, cujos números são, respectivamente, 7, 5, 4, 4 e 4. Na categoria roubos, também presente no mapa do jornal O Estado de S. Paulo, ambas as delegacias da região de Pirituba aparecem, respectivamente, com 130 e 149 ocorrências registradas no ano de 2017, enquanto a lista dos mais violentos é liderada por Jardim Herculano, Capão Redondo, Campo Limpo, Sé e Itaim Paulista, cujos números de ocorrências de roubos são, respectivamente, 426, 386, 352, 343 e 340. História Estação de Pirituba construída pela companhia inglesa São Paulo Railway A região que abrange os distritos de Pirituba, Jaraguá e São Domingos, tem uma população de aproximadamente 437,5 mil habitantes, em uma área de 54,7 km². Está localizado na zona norte da cidade. Sua origem no século XIX deve-se à existência de grandes fazendas de café, sendo as principais: a fazenda Barreto, de propriedade do médico resendense Luiz Pereira Barreto, a Fazenda do brigadeiro Tobias e a Fazenda Jaraguá. Com grande influência política dos fazendeiros e a grande impo
rtância do café, construíram a estação para receber os carregamentos que se destinavam ao porto de Santos. O nome de Pirituba é o resultado da palavra “piri”, que significa vegetação de brejo e com o aumentativo “tuba”, que na língua tupi significa “muito”. Pirituba tem como referência histórica a inauguração da Estação de Trem em 01 de fevereiro de 1885. A Fazenda Barreto, com a morte do seu proprietário em 1922, foi partilhada entre seus herdeiros. Nesse mesmo ano foi loteada a primeira partilha da Fazenda e em 1926 foi loteada a segunda partilha. Essas duas vilas, somadas ao núcleo inicial que se desenvolveu ao lado da estação, vieram a se constituir no núcleo principal de desenvolvimento do bairro. Posteriormente, outras partes da Fazenda Barreto foram loteadas dando lugar a formação de novas vilas, como a Vila Bonilha, Vila Zatt, Vila Maria Trindade, Vila Mirante e Jardim São José. O Parque São Domingos tem sua origem nas fazendas do Coronel Anastácio de Freitas Trancoso, que cultivava cereais, café e chá. Com a morte do coronel em 1839, seus descendentes venderam, em 1856, a fazenda ao Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar e à sua mulher Domitila de Castro, a marquesa de Santos. Em 1917 a Companhia Armour do Brasil compra as fazendas Anastácio e Capuava. A partir de 1950, parte das terras são loteadas pela Novo Mundo Investimentos Ltda, que as adquiriu da Cia Armour, dando origem ao Parque São Domingos. O nome do bairro é em homenagem ao santo católico, São Domingos Sávio.[16] Quando a estação de trem de Pirituba foi instalada em um pedaço de zona rural, em 1885, a história do povoado começou a tomar corpo. Durante muito tempo, a paisagem consistia basicamente de cafezais, pastos e matas. Com o progresso do café, viriam as indústrias e os novos moradores, entre eles muitos imigrantes italianos, japoneses, espanhóis, ingleses, russos, holandeses e húngaros. Castelinho de Pirituba na Rua Maestro Arturo de Angelis, 190 – Vila Comercial, São Paulo – SP Mina de ouro no Pico do Jaraguá Nem mesmo um sinalzinho desse povoado existia no século XVI, provavelmente, quando no Pico do Jaraguá os exploradores descobriram a primeira mina de ouro do Brasil (antes mesmo de Minas Gerais). Área rural No início do século XIX, porém, a área em que se desenvolveu o distrito e o bairro de Pirituba já era ocupada pela Fazenda Anastácio, onde havia plantações de café e de chá. Moravam na região cerca de 250 pessoas. Mais adiante, essa mesma fazenda seria comprada pelo brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar e sua mulher, Domitila de Castro – a Marquesa de Santos. Eles provavelmente mudaram o nome para Fazenda Tobias. A estação de trem A influência dos fazendeiros fez com que, em 1885, fosse inaugurada a estação de Pirituba da São Paulo Railway, pela qual eram transportados imigrantes e carregamentos de café. Ela existe até hoje (linha 7 – Rubi, da CPTM) e marcou a origem da vila, que parou de crescer em sua decadência. Terras fatiadas No começo do século XX, as terras da Fazenda Anastácio foram divididas. A Cia. Armour do Brasil ficou com o pedaço da plantação de chá e café. Depois ela as venderia para a investidora Novo Mundo, que daria origem aos bairros de São Domingos até hoje confundidos com os de Pirituba. O desenvolvimento de Pirituba propriamente dito surgiria pelas mãos da Cia. City de Desenvolvimento, que ficou com a área destinada à criação de gado e a loteou, atraindo moradores e fábricas para a região. Fábricas A partir de 1898, instalaram-se no povoado a Fábrica de Colla Paulista, a Cia. Armour do Brasil, a Fiat-Lux, o Lanifício Pirituba, a Cia. Anglo Brasileira de Indústria de Borracha, a Gessy-Lever e a Refinações de Milho Brasil (da marca Maizena). Boa parte dos moradores têm suas histórias de vida até hoje diretamente ligadas à industrialização do bairro. Curiosidades Casa de Nassau na Av. Raimundo Pereira de Magalhães Possui um dos clubes holandeses mais tradicionais de São Paulo, a Casa de Nassau. Em 1988 surgiu o São Paulo Athletic Club, time de rúgbi formado pelos ingleses que trabalhavam na construção da Estação Pirituba. O time é o mais antigo do município e tinha como um de seus sócios o Charles Miller, paulistano nascido no bairro do Brás e considerado o pai do futebol no Brasil. O distrito também é cortado pela Linha Sete da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, antiga Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. A estação Pirituba foi inaugurada em 1885 pela São Paulo Railway (também conhecida como “Ingleza”). Na época, muitos ingleses residiam na Chácara Inglesa. Nos anos 40 foi construído o Cine São Luiz, um dos cinemas de bairro mais renomados do município de São Paulo na época. O local passou por algumas mudanças e em 1991 se tornou a Paradise, casa noturna onde ocorriam diversas festas de Flash House, e que já não existe mais. Outra casa importante na região foi o Piritubão,[17] que ficou conhecido nos anos 80 devido aos seus bailes e shows. Algumas bandas conhecidas pelo grande público, como o Titãs e o Ultraje a Rigor, fizeram apresentações no Piritubão no início de suas carreiras. Demografia Evolução demográfica do distrito de Pirituba [18] Localização Pirituba está localizado na região noroeste da cidade de São Paulo. Há órgãos da Prefeitura de São Paulo[19] que classificam o bairro como pertencente à zona norte do município, entretanto é costume referir-se ao bairro como pertencente a zona oeste, devido a sua proximidade geográfica e histórica. Sua área é extensa. Os primeiros bairros do distrito, tais como o Piqueri e o Jardim Iris, estão localizados às margens da Marginal Tietê, nas proximidades da Ponte do Piqueri e a poucos metros do prédio da Policia Federal, na Lapa. Estes estão localizados na divisa do distrito com os bairros Vila Arcadia, Lapa de Baixo e Água Branca, localizados nos distritos da Freguesia do Ó, da Lapa e da Barra Funda, respectivamente. Pirituba possui acesso fácil, tendo em vista sua divisa com a Lapa, distrito pertencente ao centro expandido da cidade, e as saídas pela Marginal Tietê, Rodovia dos Bandeirantes e Rodovia Anhanguera. Transporte público O distrito abriga três estações de trem da Linha 7 – Rubi da CPTM: Piqueri, Pirituba e Vila Clarice, sendo que a estação Pirituba está localizada ao lado do Terminal Pirituba de ônibus. A estação Vila Clarice está no projeto da linha 6 do Metrô que pretende construir estações no bairro, na Rodovia dos Bandeirantes e na própria Vila Clarice, além de outras duas estações. O Terminal Pirituba de ônibus é um dos mais importantes de São Paulo e possui linhas ligando o distrito a diversas áreas do município como Lapa, Pinheiros, Itaim Bibi, Vila Olímpia, Vila Mariana, Zona Central de São Paulo, Jaraguá, entre outros. As estações Piqueri, Pirituba e Vila Clarice pertencem à Linha 7 – Rubi da CPTM. Lazer e áreas verdes Segundo o jornal O Estado de São Paulo[20], Pirituba é o 2º bairro mais verde de São Paulo. A região abriga diversas áreas de lazer que possuem infraestrutura propícia para práticas esportivas. Algumas possuem pistas de cooper e de bicicleta, equipamentos para auxílio de exercícios, quadras esportivas, lagos, entre outros, estão entre os principais os seguintes parques; Cidade de Toronto, Jacintho Alberto, Jardim Felicidade, Rodrigo de Gásperi e São Domingos. Além disso, o Parque Estadual do Jaraguá, onde está localizado o Pico do Jaraguá, encontra-se na área compreendida pela subprefeitura Pirituba/Jaraguá. Apesar da histórica falta de investimento por parte da prefeitura do município e do Estado, recebe um número alto de visitantes, inclusive de estrangeiros, que buscam principalmente as trilhas do parque como as do Pai Zé, do Silêncio, da Bica e do Lago. O parque possui uma rica área verde e biodiversidade, além de possuir algumas poucas áreas para realização de esportes e um mirante com vista para a área metropolitana da cidade. Bairros do distrito e suas características Piqueri e Jardim Íris Trata-se da parte inicial do di
strito. Esta área está localizada às margens da Marginal Tietê. É uma das áreas de Pirituba com maior número de edifícios residenciais. A predominância é de casas e condomínios de classe média, embora exista uma comunidade carente que pode ser facilmente identificada nas proximidades da Ponte do Piqueri: Favela do Piqueri. O Tietê Plaza Shopping e a Estação Piqueri da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) estão localizados na divisa dos dois bairros. “Piqueri” é um termo de origem tupi antiga que significa “rio dos peixes miúdos”, através de composição de pikyra (peixe miúdo) e ‘y (rio).[21] Chácara Inglesa, Jardim Felicidade e Jardim São Ricardo. São localizações caracterizadas por uma boa infraestrutura. Algumas de suas características são a arborização, residências de classes média e média alta e a preservação de áreas verdes, como a que localiza-se ao lado do Parque Jardim Felicidade. Essa área é predominantemente horizontal, mas abriga alguns edifícios na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães. Possui um grande número de instituições de ensino, sobretudo particulares, desde o ensino infantil até o superior, além de escolas de idiomas. Uma das entradas da Estação Pirituba da CPTM está na Chácara Inglesa. Um dos clubes holandeses mais tradicionais de São Paulo, a Casa de Nassau, está localizada nessa área. Vila Pereira Barreto e Vila Bonilha Trata-se de uma das partes mais antigas de Pirituba, assim como a Chácara Inglesa. A Vila Pereira Barreto abriga o antigo Shopping Pirituba. Possui uma quantidade expressiva de estabelecimentos comerciais, além de bancos e clínicas médicas, o que torna essa área uma das mais movimentadas da região. Até o início dos anos 2000, a predominância era da classe média, porém, nos últimos anos, a Vila Pereira Barreto recebeu uma grande quantidade de moradias de classe média alta, entre edifícios e casas-padrão devido a alta valorização da região. Na Vila Bonilha, no entanto, há algumas áreas carentes, principalmente às margens da linha ferroviária que compreende a Linha 7 da CPTM, entre as estações Piqueri e Pirituba. Planta da Villa Dr. Pereira Barreto. Bairros próximos: Vila Maria Trindade; Jd. São José; Vila Florentina; Vila Genioli; Vila Comercial, Jardim Líbano e City Pinheirinho Esta área é margeada pela Avenida Mutinga. Está próxima à Estação Pirituba e ao Terminal de Ônibus. No Jardim Líbano e na Vila Comercial, a predominância é de casas de médio padrão. O City Pinheirinho, por sua vez, é uma zona residencial de alto padrão, e possui algumas ruas semi-fechadas. É nessa área onde está localizado o Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia de São Paulo. Jardim Cidade Pirituba, Vila Zatt e Vila Mirante É no início do Jardim Cidade Pirituba que está localizado o Terminal Pirituba de ônibus, nos limites do bairro com a Chácara Inglesa, Jardim Líbano e Vila Pereira Barreto. O Jardim Cidade Pirituba é divido em duas partes pela Avenida Raimundo Pereira de Magalhães. A primeira parte, nas proximidades do Parque Jacintho Alberto, possui moradias de alto padrão. A outra parte do bairro, localizada do outro lado da avenida, abriga algumas residências de classe média e outras mais carentes. A Vila Zatt também possui um parque, o Rodrigo de Gásperi, localmente conhecido como Parque da Área Verde. Na Vila Zatt e Vila Mirante há um mescla maior de residências de classe média e média baixa, além de algumas áreas carentes com a presença de pequenas comunidades. . Bairros próximos: Vila Nossa Sra. do Retiro; Vila Santo Antônio; Vila Barreto; Jardim Paquetá, Vila Renato e Canta Galo. Trata-se da área mais carente da região com a presença de algumas favelas. Faz limite com alguns bairros do distrito da Brasilândia como o Jardim Paulistano. Bairros próximos: Jd. José Maria; Jd. Sidney; Jd. dos Cunhas; Jd. Maggi; Jd. Nossa Sra. Aparecida; Jd. Vitória; Vila Hermínia; Jd. São Jorge; Vila Regina; Vila Pirituba, Jardim Santa Mônica e Vista Verde Essa área localiza-se do outro lado da Rodovia dos Bandeirantes. Uma de suas principais vias é a Avenida Agenor Couto de Magalhães, que da acesso ao bairro do Jaraguá. A predominância é da classe média, embora no Jardim Santa Mônica encontrem-se algumas comunidades favelizadas. O Vista Verde se destaca entre seus vizinhos por possuir melhor infraestrutura. Bairros próximos: Jd. Monte Alegre; Vila Itapeva; Vila Morais; Vila Cachoeira; Vila Boaçava; Jardim Regina, City Recanto Anastácio e Vila Clarice. Assim como a Vila Pirituba, esses bairros possuem acesso pela Avenida Agenor Couto de Magalhães e estão próximos ao Jaraguá. É nesta área que está localizada a Estação Vila Clarice da CPTM. A predominância é de moradores da classe média, embora o City Recanto Anastácio abrigue em suas ruas semi-fechadas moradias de alto padrão. São Domingos O distrito de São Domingos é comumente mencionado como parte integrante da região de Pirituba, embora seja um distrito à parte do homônimo. Há a ideia de que a região de Pirituba se estende para além do próprio distrito, englobando São Domingos. Dessa forma, surgem duas noções: o distrito de Pirituba e a região de Pirituba, sendo a segunda mais abrangente que a primeira. No próprio site da Prefeitura de São Paulo, o bairro-jardim City América, e seu maior ponto turístico, o Parque Cidade de Toronto, localizados em São Domingos, são apresentados como pertencentes à região de Pirituba. No entanto, sob a ótica literal das divisões distritais, Pirituba e São Domingos são vizinhos. Isso ocorre, entre outros fatores, pois: O distrito se originou das mesmas fazendas que foram loteadas na região no século XX e ainda faz parte da mesma subprefeitura; A Delegacia de Pirituba (33º Distrito Policial) está localizada na Vila Mangalot, em São Domingos; Seus comércios e condomínios geralmente têm suas localizações classificadas como Pirituba; A Feira de Artes do Fórum de Cultura de Pirituba ocorre no Parque São Domingos, localizado no bairro homônimo; A extensa Rua Joaquim de Oliveira Freitas, uma das principais da região, localizada na Vila Mangalot, em São Domingos, é comumente chamada pelo seu antigo nome: Rua Pirituba, tendo em vista que a via realmente dá acesso ao distrito de Pirituba através de seu encontro com a Av. Mutinga. O início do distrito de São Domingos se dá às margens da Marginal Tietê, entre as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, e seu término ocorre nas proximidades da Estrada Turística do Jaraguá. Seu perfil é misto: possui áreas nobres (City América), intermediárias (Vila Mangalot) e carentes (Jardim Nardini). Esporte, Música e Televisão Pirituba foi berço de alguns artistas e esportistas que se destacaram no Brasil e no exterior. Esporte Leandro Mateus Barbosa, conhecido por Leandrinho no Brasil, jogador de basquete campeão da NBA e ala do Golden State Warriors, cresceu em Pirituba[22]. Foi no Parque Rodrigo de Gásperi, na Vila Zatt, que Leandrinho deu seus primeiros passos no basquete. Outro talento que surgiu em terras Piritubanas foi Sérgio Dutra Santos, o Escadinha, conhecido por ter sido líbero da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino durante vários anos e considerado por muitos como o melhor líbero da história, com suas defesas difíceis e precisas. Música O grupo Pollo nasceu em território Piritubano. Em 2011, o primeiro hit do grupo foi lançado: “Piritubacity”. Na letra, o grupo já mencionava o contraste social causado pela presença de áreas nobres e carentes na região. “Tem casa humilde de maderite, tem mansão e os grafite. Aqui é tudo misturado. Isso é Piritubacity”. O grupo, nos anos seguintes, se destacou ainda mais nas rádios e na televisão. A canção “Vagalumes” foi uma das músicas mais pedidas pelas rádios segundo a Brasil Hot 100 Airplay e ainda ganhou destaque na trilha sonora da telenovela exibida pela Rede Globo, “Sangue Bom”. O cantor e compositor de música pop Ivo Mozart, que também participa da música “Vagalumes” do Pollo, também cresceu em Pirituba.
Atualmente possui 3 álbuns, sendo eles: “Ivo Mozart (2011)” lançado de forma independente, “Ivo Mozart (2013)” lançado pela gravadora Radar Records e “29 (2015)”, pela gravadora Deckdisc. Um dos maiores destaques é o grupo de rap RZO, que surgiu na década de 80 e é uma das maiores influências desse cenário no Brasil. Eles surgiram de áreas favelizadas da região, nos bairros Jardim Paquetá e Vila Mirante, onde a qualidade de vida era precária. Suas letras retratam a desigualdade, o desamor e a violência urbana presentes nas periferias. O grupo foi responsável por apresentar ao mercado artístico a cantora Negra Li, crescida na Brasilândia, e o falecido rapper Sabotage, que morava na Zona Sul de São Paulo e costumava ir à Pirituba de ônibus para ensaiar com o RZO. Televisão Pirituba também abrigou o ator e apresentador Luigi Baricelli[23], que possui em seu currículo novelas como “Laços de Família” (2000-2001) e “A Padroeira” (2001-2002), além de já ter apresentado o programa ‘Video Show’ da TV Globo. Na lista de moradores conhecidos do grande público também constam Jackeline Petkovic, que ficou famosa no final dos anos 90 por apresentar o programa infantil do SBT ‘Bom Dia & Cia’, e o ator Henrique Ramiro, que interpretou o Menino Bruxo na temporada de 2002 da série ‘Sítio do Picapau Amarelo’ e o personagem Lucas na novela “O Profeta” (2006), ambas da Rede Globo. Principais Vias As principais vias que ligam o distrito de Pirituba são: Via Anhanguera: importante rodovia de São Paulo, passa pelos distritos de Pirituba, São Domingos, Vila Jaguara, Jaraguá, Perus e Anhanguera. Importante via de ligação ao Centro, Lapa, Via Professor Simão Faiguenboim e regiões metropolitanas de São Paulo como Osasco, Caieiras, Cajamar, entre outras. Rodovia dos Bandeirantes: importante via de ligação em São Paulo passando pelos distritos de Pirituba, Jaraguá, Perus e Anhanguera. É paralela à Via Anhanguera. Avenida Raimundo Pereira de Magalhães: inicia-se no distrito da Lapa, terminando na divisa de São Paulo com o município de Caieiras. Liga Pirituba ao distrito da Lapa, à Via Professor Simão Faiguenboim, passa pelos subdistritos de Piqueri, Chácara Inglesa, Parque Jardim Felicidade, Vila Zatt, Parada de Taipas, Jardim Rincão, Shangrilá entre outros, também liga Pirituba aos distritos de Jaraguá, Anhanguera e Perus. Nela, localiza-se o Terminal Pirituba, a Estação Pirituba e o Hospital Psiquiátrico Pinel. É uma das maiores avenidas de São Paulo, com quase vinte quilômetros de extensão. Avenida General Edgar Facó: inicia-se no bairro do Piqueri (pertencente ao distrito de Pirituba) e é limite com o distrito de Freguesia do Ó. Tem cerca de 2,6 km e faz parte do corredor Pirituba-Lapa-Centro. Importante via de ligação ao centro, ponte do Piqueri e à Marginal Tietê. O bairro é rico em praças, parques e tem um comércio com grande diversidade, prova disso são os portais eletrônicos de empresas da região. Avenida Paula Ferreira: inicia-se no distrito da Freguesia do Ó e termina no distrito de Pirituba, quando liga-se à Avenida Raimundo Pereira de Magalhães. Tem cerca de 3,6km a partir do distrito de Freguesia do Ó e é via de importante acesso para os bairros do Piqueri, Vila Bonilha e Vila Pereira Barreto. Localizam-se, nela, a Estação Pirituba, o Shopping Pirituba e o Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó. Avenida Mutinga: inicia-se em Pirituba e termina no município de Osasco. Tem cerca de 5,5km e passa pelos distritos de Pirituba, São Domingos e Vila Jaguara, terminando no subdistrito de Remédios. Avenida Elísio Cordeiro de Siqueira: antiga Avenida Um, liga os distritos de Pirituba, São Domigos e Vila Jaguara. Avenida Doutor Felipe Pinel: liga Pirituba aos distrito de Jaraguá. Avenida Elísio Teixeira Leite: tem cerca de 7,2km e abrange os distritos de Freguesia do Ó, Pirituba, Jaraguá e Brasilândia. Outras vias importantes são: Avenida Alexios Jafet, Estrada São Paulo-Jundiaí, Avenida Chica Luisa, Estrada de Taipas, Avenida Miguel Castro, Avenida Cabo Adão Pereira, Avenida Benedito de Andrade, Avenida Fuad Lutfalla, Rua Manoel Barbosa e Rua Guerrino Giovanni Leardini. Pontos Turísticos/históricos Vista do Pico do Jaraguá, a partir de Pirituba Hospital Psiquiátrico Pinel – localizado em uma área verde, bonito por sua característica arquitetônicas; Casarão do Anastácio – considerado patrimônio arquitetônico do bairro e tombado pelo patrimônio histórico; Fritz Dobbert – fábrica de pianos desde 1956 no bairro. Castelinho de Pirituba – construído em 1927, foi residência do superintendente da Estrada de Ferro São Paulo Railway. É patrimônio histórico e arquitetônico do bairro. Casa de Nassau (Sociedade Holandesa de São Paulo) – inaugurada em 1957, a Casa de Nassau é um clube que pertence a Sociedade Holandesa de São Paulo. Declarado como área de utilidade pública. Commons O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Pirituba Ligações externas Site da Subprefeitura de Pirituba/Jaraguá Referências https://exame.com/revista-exame/enquanto-uns-choram-a-mrv-pisa-no-acelerador-como/ https://cbn.globoradio.globo.com/grandescoberturas/seu-bairro-nossa-cidade-sp/2016/08/10/PIRITUBA-SOFRE-COM-PROBLEMAS-NA-REDE-PUBLICA-DE-SAUDE.htm https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/educacao/a-escolarizacao-publica-estadual-sao-paulo-regioes-perifericas.htm FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 338 http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/morar/2017/06/1895651-pirituba-concentra-condominios-gigantescos-apos-chegada-de-shopping.shtml https://saopauloantiga.com.br/anuncios-historicos-da-ciacity/ http://g1.globo.com/sao-paulo/vc-no-g1-sp/noticia/2013/11/conheca-sua-cidade-castelinho-de-pirituba-fica-cercado-por-predios.html https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bibliotecas/bibliotecas_bairro/bibliotecas_a_l/britobroca/index.php?p=5697 https://www.saopaulo.sp.gov.br/eventos/habitacao-estado-inicia-desativacao-da-favela-nassau-em-pirituba/ «Os 20 bairros onde é mais caro comprar imóveis em São Paulo». EXAME. 30 de dezembro de 2013. Consultado em 6 de março de 2019 «Taxas de homicídios – G1 – Globo» «20 bairros de São Paulo com taxas de homicídios intoleráveis – EXAME» «Os 20 bairros de São Paulo onde mais pessoas são roubadas – EXAME» https://infograficos.estadao.com.br/cidades/criminalidade-bairro-a-bairro/ «Histórico | Prefeitura Regional Pirituba Jaraguá | Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 6 de março de 2019 «Piritubão – Pirituba.net». Arquivado do original em 14 de junho de 2015 «Tabelas» «Pirituba, zona norte – Prefeitura de São Paulo» «Pirituba: berço do rúgbi no Brasil – São Paulo – Estadão». Estadão. Consultado em 9 de junho de 2016 NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigo: a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 593. «Making of: Leandrinho retoma raízes em Pirituba em dia de astro no GE». Consultado em 28 de junho de 2016 «FAMOSOS – PIRITUBA NET». www.pirituba.net. Consultado em 28 de junho de 2016 [Esconder]vde São Paulo City flag.svg Subdivisões da cidade de São Paulo Zonas político-admistrativas Centro e Centro históricoCentro-SulLeste 1 e 2NordesteNoroesteNorteOesteSudesteSudoesteSul Subprefeituras Aricanduva/Formosa/CarrãoButantãCampo LimpoCapela do SocorroCasa VerdeCidade AdemarCidade TiradentesErmelino MatarazzoFreguesia do Ó/BrasilândiaGuaianasesIpirangaItaim PaulistaItaqueraJabaquaraJaçanã/TremembéLapaM’Boi MirimMoocaParelheirosPenhaPerusPinheirosPirituba/JaraguáSantana/TucuruviSanto AmaroSão MateusSão Miguel PaulistaSapopembaSéVila Maria/Vila GuilhermeVila MarianaVila Prudente Distritos Água RasaAlto de PinheirosAnhangüeraAricanduvaArtur AlvimBarra FundaBela VistaBelémBom RetiroBrasilândiaBrásButantãCachoeirinhaCambuciCampo BeloCampo GrandeCampo LimpoCangaíbaCapão RedondoCarrãoCasa VerdeCidade AdemarCidade DutraCidade LíderCidade TiradentesConsolaçãoC
ursinoErmelino MatarazzoFreguesia do ÓGrajaúGuaianasesIguatemiIpirangaItaim BibiItaim PaulistaItaqueraJabaquaraJaçanãJaguaraJaguaréJaraguáJardim HelenaJardim PaulistaJardim São LuísJardim ÂngelaJosé BonifácioLajeadoLapaLiberdadeLimãoMandaquiMarsilacMoemaMoocaMorumbiParelheirosPariParque do CarmoPedreiraPenhaPerdizesPerusPinheirosPiritubaPonte RasaRaposo TavaresRepúblicaRio PequenoSacomãSanta CecíliaSantanaSanto AmaroSão DomingosSão MateusSão Miguel PaulistaSão LucasSão RafaelSaúdeSapopembaSéSocorroTatuapéTremembéTucuruviVila AndradeVila CuruçáVila FormosaVila GuilhermeVila JacuíVila LeopoldinaVila MariaVila MarianaVila MatildeVila MedeirosVila PrudenteVila Sônia Relacionados Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São PauloLista de subprefeituras de São Paulo por Índice de Desenvolvimento HumanoLista dos distritos de São Paulo por Índice de Desenvolvimento Humano Estado de São Paulo ♦ Portal da cidade de São Paulo Categoria: Distritos de São Paulo (cidade)
A hipótese mais viável que parece ter nor­teado os homens do nosso passado na colocação com nome deste hoje populoso Bairro, foi o da existência de muita taboa (vegetação de brejo) existente em grande quantidade nas baixadas próximas a estação. Combinando o nome desta vegetação (PIRI) com o aumentativo indígena (TUBA) que significa “muito” deu origem a PIRITUBA, nome escolhido para a estação da então S.P.R., hoje E.F.S.J. Originariamente Pirituba dava lugar a grandes fazendas de pessoas de grande influên­cia política na época. Grande parte das Vilas que compõe o povoado de Pirituba está situado onde localizava-se a Fazenda Barreto, de pro­priedade do Dr. Luiz Pereira Barreto, médico e político de grande reputação na época. A fa­zenda Barreto extendia-se desde a estação até onde hoje estão situadas as Vilas Zatt, Maria Trindade e estrada do Rio Verde, limitando-se com a estrada de Ferro e com os terrenos da Companhia Armour, possuindo uma área de 80 alqueires. Outra fazenda existente no passado piritubano era a de propriedade do Brigadeiro Tobias Barreto, localizada onde hoje estão os terrenos da Cia. Armour do Brasil e em parte loteada para a construção de novas vilas (Chá­cara Inglesa, Vila Comercial, Jardim Felicida­de, etc.) Finalmente a fazenda que nos parece mais antiga e que deu origem a inúmeros sítios e chácaras e posteriormente a novas vilas foi a fazenda Jaraguá conservada ainda hoje, e gran­de parte sendo pertencente ao Governo do Esta­do. Na parte desmembrada, após a divisão em pequenos sítios deu lugar às hoje, Vila Clarice, Jardim Regina, Vila Boaçava, etc. Essas fazendas no início do século XX eram ligadas pelo caminho do Piqueri que ligava a Freguesia do Ó à estação de Pirituba, cami­nho que ligava ainda à estação de Pirituba a Vila Pirituba e a Osasco e o caminho que ligava a Estação de Pirituba com a estação de Taipas (Estrada de Capuava). Esses caminhos serviam para o trânsito de carros de boi, carroças e tropas de burros e bois, que demandavam quer a estação de Pirituba, carregados de cereais e madeiras, quer o Frigorífico Armour para a entrega dos bois para o abate. Assim o início de Pirituba foi a existência de grandes fazendas de café quando do início do surto cafeeiro do Estado de São Paulo na segunda metade do século XIX. Tudo nos leva a crer que foi devido aos grandes carregamentos de café que possibilitavam essas fazendas e a notória influência dos seus proprietários na vida pública de São Paulo de então que levou a S.P.R. a construir a estação de Pirituba, segundo tudo indica na década que antecedeu ao fim do século XIX. Com a construção houve o interesse de famílias portuguesas e italianas em aqui virem, constituindo-se nas primeiras famílias de nosso bairro. São exemplos disso a família Andrade, a Magalhães, a Teixeira, a Petraco, a Pradela, a Batista Rodrigues, a Campestrin, etc que foram os primeiros elos da formação do atual povoado piritubano e que se encontram por seus descendentes bastante ramificados na sociedade piritubana. As fazendas acima citadas segundo informa­ções que pudemos obter eram todas (Barreto e Brig. Tobias Barreto) de plantação de café. Com o deslocamento do café para Zona da Pau­lista e devido ao cansaço das terras, essas fa­zendas se transformaram em pastos abandona­dos e posteriormente foram repartidas por seus proprietários em pequenos sítios dos quais desta­cam-se o sítio dos Teixeiras e o sítio dos Cam­pestrin, na atual Chácara do Sanatório Pinel, o sítio dos Guedes, que posteriormente deu lugar a atual Vila Boaçava, isto ao lado oeste do Bairro; a leste do Bairro tivemos a chácara da Família Agú, adquirida à Fazenda Barreto, a Chácara da Família Petraco, etc. As terras ao sul e norte de Pirituba foram adquiridas por volta do início deste século pela S.P.R., parte em que hoje está situada a chácara Inglesa e pela Cia. Armour do Brasil inicialmente servindo de pastagens para engorda de gados, depois a pequenas chácaras de japoneses sob a forma de arrendamento e posteriormente à plan­tação de eucaliptos para a extração de madei­ras para as caldeiras do frigorífico. Atualmente essas terras da Armour do Brasil que se situam ao redor da Estação de Pirituba encontram-se em outro estágio de ocupação, o último da esca­da obedecida pela maioria das terras do municí­pio de São Paulo, qual seja a repartição em lotes para a formação de Novas Vilas. O desmembramento das antigas fazendas, que aludimos acima, começou por volta de 1922 quando a Fazenda Barreto, com a morte do Dr. Luiz Pereira Barreto, foi dividida entre os seus herdeiros. Foi nesse ano que foi iniciada a venda dos terrenos da atual Vila Pereira Barreto, que mais tarde se tornaria o núcleo principal de povoamento do Bairro. Por volta de 1926, outros herdeiros do Dr. Luiz Pereira Barreto fundavam outra vila que levava o nome da família e que veio ligar-se com a Vila Pereira Barreto, for­mando um todo, hoje quase indivisível. Nessa mesma década tivemos três outros empreendimentos que vieram a se constituir em verdadeiros patrimônios do Bairro: Fábrica de Tecidos, Sanatório Pinei e Capela São Luis de Gonzaga. A fábrica de tecidos fundada por um inglês, Mr. North, em terreno adquirido à Fazenda Bar­reto, local onde localizavam as casas dos colo­nos da Fazenda. O Sanatório Pinel foi fundado pelo médico Dr. Pacheco e Silva em terreno adquirido à Cia. Armour, local já destinado a construção de Vila por essa Companhia. Inicialmente os terrenos do Sanatório iam até o cru­zamento feito pela estrada Velha de Campinas e Estrada Municipal, sendo posteriormente re­duzidos ao atual terreno, em virtude de parte ter sido loteada pelo Dr. Pacheco e Silva. O Sanatório Pinel foi fundado em 1929, com uma capacidade inicial de 250 leitos, sendo incor­porado ao Patrimônio do Governo do Estado em 1945. Deve-se à Fábrica de tecidos a vinda de energia elétrica para Pirituba isso em 1927, quando promoveram a ligação da rede vinda do Piqueri, despendendo na época a quantia de trin­ta e cinco contos de Reis. Dessa linha foi que ramificou para todo o povoado de então a ener­gia elétrica. O terceiro acontecimento nessa década, para nós de grande importância, foi a fundação da primeira Capela de São Luiz Gonzaga em 1923, por um grupo de famílias católicas que aqui re­sidiam destacando-se entre eles os srs. Júlio Fer­reira, Casemáro de Andrade, José Montesante, Manoel Magalhães, João Toledo, família Petracco e outras. Alinhamos essa iniciativa entre as de maior importância para a formação do nosso bairro, pois sendo naquela época a população brasileira constituída, como ainda hoje, em sua grande maioria, de católicos devido a herança cultural recebida dos nossos colonizadores, afigu­ra-se importante a construção de um templo religioso, onde pudesse a população buscar o refúgio e conforto espiritual nos fins de cada semana. Essa importância se acentuou por sua preponderância
nas atividades sociais em desenvolvimento, e pelo seu desenvolvimento atual, em vésperas de se tornar um dos maiores e mais modernos dos templos religiosos dos Bairros do Município de São Paulo. Uma outra iniciativa, sem muita importân­cia ao desenvolvimento espacial e econômico do bairro, mas de grande importância no desenvol­vimento social do povoado foi a fundação do primeiro e mais antigo clube de Pirituba, aspecto que nos permite comentários em separado. Há que se salientar ainda outro fato importante na década dos 20, não de formação piritubana, mas que veio dar grande impulso ao povoado em formação; trata-se da passagem da Estrada Ve­lha de Campinas pelo Bairro. Fator de grande progresso para o Bairro pois a partir daí pas­sou a ser passagem obrigatória aos veículos que demandavam ao interior do Estado, vindo por outro lado a facilitar o acesso a Pirituba, pois antes da passagem da Estrada Velha o acesso era feito através da Freguesia do Ó. Na década dos trinta, tivemos novos empreendimentos impor­tantes, entre eles destacando-se a fun­dação das atuais Víias Comercial e Vila Bonilha. A Vila Comercial foi iniciada em 1935 e Vila Bonilha foi iniciada em princípio da déca­da dos trinta, sendo o proprietário do loteamento o senhor Pedro Bonilha, que adquiriu as terras do Senhor Sebastião Ribeiro em 1922. A funda­ção da antiga Fábrica de Borracha foi para nós o acontecimento de maior importância nessa década, pois veio dar ocupação aos habitantes do Bairro de então, bem como promovendo juntamente com a fábrica de tecidos novos desloca­mentos de famílias que neles encontravam traba­lho e contribuíam para o crescimento da popula­ção do Bairro. Já nessa época Pirituba tomava um novo aspecto, constituindo-se de um pequeno agrupamento humano, com casas ainda espar­sas e dia a dia aumentando o número de novas construções para o preenchimento dos lotes das Vilas já organizadas ou ainda em organização. Na década dos trinta já se desenvolvia um povoado em Pirituba com a consciência dos seus problemas e tudo fazia para resolve-los ou mino­rá-los. Foi assim que grandes conquistas no plano político já se tornavam realidade. A su­bordinação à Freguesia Ó jurídica e poli­cial causava dificuldades aos habitantes do Bairro, impelindo-os a lutar até que em 1936 foi Pirituba declarado Trigésimo Segundo Sub-distrito da Capital, sendo subordinado ao dis­trito da Freguesia do Ó. A partir de então os casamentos e os óbitos passaram a ser lavra­dos no Cartório do Bairro. Ao mesmo tempo criava-se também a sub delegacia do bairro, que teve como o seu primeiro juiz de Paz o Sr. Júlio Ferrari e como primeiro Sub delegado o Sr. Eleutério Fiorá, sendo este subs­tituído pelo Sr. Francisco Peixoto, que perma­neceu por maior tempo no posto. Tanto o se­nhor Júlio Ferrari, como o Sr. Francisco Peixoto eram na época incansáveis batalhadores das cau­sas do Bairro, encabeçando sempre todas as atitudes e as iniciativas sociais. O Sr. Júlio Ferrari foi o fundador da sociedade Humanitária em 1929/30, sociedade esta ainda existente que se dedica a atividades assistenciais. Na década dos quarenta não tivemos nenhum grande empreendimento sob o ponto de vista da formação sócio-economica-territorial do Bairro. Tivemos sim um aumento do já existente, um relativo afluxo de novos habitantes para o bairro de modo a torná-lo no fim desta década um povoado bastante compacto e denso. Porém, foi na década dos cinqüenta que tivemos o grande desenvolvimento sob todos os aspectos do nosso bairro. Novas fábricas foram criadas, novas Vilas foram fundadas, de maneira a duplicar ou triplicar a população e as condições econômicas do Bairro. Tivemos a fundação da Fá­brica de Papel Rio Verde, a Fábrica de Preparo de Algodão “Norbo”, a Pianofatura Paulista, Fábrica de Lajes Volterrana, ampliação consi­derável do Lanifício Pirituba, etc. e todos esses empreendimentos somando-se aos já existentes proporcionaram, um grande progresso para a economia do Bairro. No setor educacional, evoluindo da antiga escolinha mista de Dona Leopoldina a posteriormente do Grupo Escolar Mariano de Oliveira tivemos a construção de um grande grupo esco­lar Municipal em Vila Pereira Barreto, a cons­tituição de um Ginásio Estadual e vários galpões escolares, para atender ao aumento sempre maior de crianças em idade escolar. No crescimento espacial do Bairro tivemos nada menos do que a constituição de sete novas Vilas: Vila Mirante, Zatt, Sto. Antônio, São José, Maria Trindade, Chácara Inglesa e Jardim Regina. Todas elas trouxeram um gran­de aumento no território povoado do Bairro, bem como um acréscimo do número de habitantes. Para aqui se deslocou grande massa de traba­lhadores ern busca de sua casa própria. Sob certos aspectos algumas dessas vilas cresceram, vindo de certo modo a deslocar a atenção que antigamente se concentravam nas antigas vilas Pereira Barreto e Barreto. De certo modo o seu maior desenvolvimento deve-se ao deslocamento e camadas populacionais de melhor poder aqui­sitivo dos que aqui residiam podendo assim fa­zerem construções mais modernas, bem como contarem com maior astúcia para a reinvindicação dos problemas do seu meio. Todavia o crescimento e progresso de Pirituba não parou aí, novos focos estão se desenvolvendo, novos em­preendimentos se fazem. As condições de ha­bitação são constantemente melhoradas peles reivindicações constantes do nosso povo, novos tem­plos se levantam, novos loteamentos estão se esboçando e por certo trarão novos contingen­tes humanos para o nosso Bairro. O que vemos é um crescimento em todos os sentidos, ao sul temos o início do Jardim Felicidade e a venda de glebas industriais, ambos empreendimentos que trarão progresso econômico e populacional do nosso Bairro. Ao norte e a oeste novas vilas também se esboçam nos terrenos de antiga pro­priedade da Vila Armour. Como vemos, as terras de Pirituba obedeceram todas as fases do desenvolvimento, após o primeiro contacto com elemento humano. Certamente no tempo das bandeiras paulis­tas por aqui existiam várias tribos indígenas. Com o desenvolvimento da cidade de São Paulo essas terras foram adquiridas por grandes polí­ticos da época que aqui constituíram as suas fazendas de café, com o deslocamento do café para o interior tivemos o. abandono das fazen­das e a sua venda a pequenos sitiantes e a Cia. Armour. Posteriormente a constituição de vilas e finalmente em densos povoados ligando a Freguesia do Ó, através do Piqueri e futuramente a Lapa, ao longo da Estrada Velha de Campinas. Tudo isso se fez e se faz obedecendo a for­ça inexorável do progresso, motivado pelo dina­mismo humano. João Ortiz da Rocha
Desentupidor é um utensílio utilizado para desobstruir canos ou aparelhos hidráulicos através de um sistema de sucção gerado por força manual aplicada sobre um cabo de madeira ou plástico acoplado a uma borracha. Pode ser tanto um desentupidor de pia, como um desentupidor de vaso sanitário. Índice 1 A invenção do desentupidor 1.1 Repercussão 1.2 Utilização Atual 2 Referências A invenção do desentupidor John S. Hawley de Stapleton, de Nova York fez o pedido de patente sobre uma “melhoria em clarificadores de lavagem para lavatórios.” em 19 de dezembro de 1874. A patente foi emitida em 19 de janeiro, 1875: O invento consiste em um limpador de ventilação melhorado, formado por anexar um copo de borracha a uma alça. Este dispositivo é simples e barato, pode ser usado por qualquer um, e permitirá que os tubos de descarga sejam limpos sem o problema, o aborrecimento e a despesa de chamar um encanador cada vez que esses tubos ficam entupidos. Patente US No.158.937[1], datada de 19 de janeiro de 1875 Dois anos maisDesentupidora em Pirituba. Procurando desentupidora em Pirituba? A Desentupidora é uma empresa profissional em desentupimento de esgoto, localizada em Pirituba, com atendimento 24 horas por dia e orçamen
to grátis. Agende uma visita para avaliação do desentupimento de esgoto. Entenda como é feito o serviço de desentupimento em Pirituba. Ligue e agende uma visita com nossa equipe. Realizamos serviços de desentupimento em seu imóvel com uma vistoria para ser visto o que tem que ser feito, depois disso passamos o valor que vai ser cobrado e se aprovado o serviço de desentupimento é realizado na hora pelo mesmo técnico que está fazendo a visita. Desentupidora em Pirituba A Desentupidora é uma desentupidora em Pirituba, que oferece serviços ao melhor preço e atende todo os bairros de São Paulo e Grande São Paulo. Profissional nos seguintes serviços: Desentupidora de ralo Desentupidora de cano Desentupidora de tanque Desentupidora de esgoto Desentupidora de vaso sanitário Desentupidora de pia Limpeza de calha Limpeza de caixa d’água Limpeza de fossa séptica Limpeza de caixa de gordura Como é feita a solicitação da desentupidora para desentupir em Pirituba ? Ligue no Telefone da desentupidora atendimento por telefone, chat, ou preencha ou mande pelo e-mail preenchendo o formulário. Peça uma vistoria gratuita, visitaremos sua empresa ou residencial para verificar o problema. Feito o orçamento gratuito, passaremos o orçamento mais barato do mercado. O Cliente Estando de acordo, será realizado o serviço no mesmo instante. Resolvido! Fim do Problema, o cliente ganha o certificado de garantia do serviço. Oferecemos serviços profissionais de desentupidora em Pirituba de: Desentupimento de Vasos Sanitários em Pirituba: causado por obstruções como objetos rígidos, papeis higiênicos, escovas de dentes, fraudas, frascos de desodorantes etc, desentupimos vasos sanitários com maquinas desentupidora eletro rotativas erradicando o entupimento com a desentupidora no Tatuapé. Desentupimento de Esgotos em geral em Pirituba: Quando se trata de desentupidora em São Paulo 24h, os canos de esgotos são os que causam os maiores transtornos. Causado por diversos resíduos no interior dos canos, impede o fluxo natural do efluente. Oferecemos serviços completo de desentupidora de esgotos, eliminando as obstruções e fazendo uma raspagem interna da tubulação. Desentupimento de Ralos em Pirituba: Para identificar o entupimento de ralo, observamos um empoçado de água que não escoa, causado por resíduos sólidos como fios de cabelos acumulados. Para solucionar este problema contamos com encanadores experientes com alto conhecimento técnico para atender esta necessidade. Desentupimento de Pia em Pirituba: Ao usar a pia, a água não escoa, aumentando o volume de água dentro da cuba, provavelmente a pia esta entupida, a sua causa pode ser: restos de alimentos, gorduras ou fragmentos de resíduos sólidos. Oferecemos serviços de desentupidora de pia com profissionalismo, segurança e com toda garantia. Desentupimento de Colunas em Pirituba: Atendemos Empresas em todas os Bairro de São Paulo. Realizamos um serviço de qualidade e eficaz, com elevada satisfação técnica, com várias formas de pagamento, 24 horas por dia, Segunda a Domingo e 50% mais em conta que muitas desentupidoras. CONHEÇA MELHOR NOSSA EMPRESA A empresa realiza o orçamento mediante a visita de um técnico fornecido sem compromisso. Ele é elaborado de acordo com o material a ser utilizado e tipos de serviços a serem prestados. O serviço é realizado apenas após a aprovação do orçamento. FORMAS DE PAGAMENTO Dinheiro – Á vista com desconto Cartão – Parcelado (aceitamos Visa e MasterCard e outras bandeiras) OBS: A Desentupidora oferece outras formas de pagamento para pessoa jurídica, consulte nosso departamento comercial. FROTA MODERNA E EQUIPE QUALIFICADA A empresa conta com uma equipe altamente capacitada e uma moderna frota de carros e caminhões com equipamentos de primeira linha. Em quanto tempo o serviço de desentupimento é realizado? Não existe um tempo específico para a realizar o serviço pois depende muito da complexidade do problema. Os técnicos da analisam e podem dar uma estimativa no local. O serviço de desentupimento pode ser realizado sem quebrar a tubulação ou parede? Nós utilizamos equipamentos de alta tecnologia para alcançar os pontos entupidos. É importante solucionar o entupimento mantendo a limpeza do ambiente. Conte com  para realizar o serviço de desentupimento em Pirituba. Quais as principais causas podem ocorrer entupimento? O entupimento pode ser causado por descarte de sujeira nas tubulações como fio dental, fraldas, absorventes, papel higiênico, além de restos de comida e gordura. Tubulações mal conservados também podem gerar problemas nos canos e causando o entupimento. Desentupidora em Pirituba O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba trabalha com profissionais licenciados que oferecem garantia a cada serviço de desentupimento prestado. Nós da Desentupidor, respeitamos e compreendemos a importância do seu tempo e suas necessidade de resolver o problema o mais rápido possível sem ter que pagar caro por isso. Nós nos esforçamos para que nossos serviços estejam sempre de acordo com os mais altos padrões de profissionalismo e de cordialidade. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba não cobra taxas extras ou adicionais de última hora. Somos técnicos profissionais em serviços de desentupimento, reparo e limpeza de tubulações de água e esgoto. Os reparos nas tubulações são feitos sem quebrar e sem fazer bagunça. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba conta com técnicos que executa serviço de forma rápida e eficaz causando o mínimo de interrupção no seu dia a dia familiar. Na grande maioria dos casos o problema pode ser resolvido de de maneira bem simples e rápida. Nosso serviço é conveniente, e temos a nossa disposição aparelhos mecânicos e eletrônicos que resolvem 99% dos problemas de entupimento. Nossos técnicos contam com equipamentos de ultrassom e vídeo inspeção não invasivos para a detecção de entupimentos ou vazamentos em tubulações. Serviço de Desentupimento da Empresa Desentupidora em Pirituba A utilização de métodos tecnologicamente avançados nos permitem localizar com precisão problemas escondidos em redes de água e esgoto. Os reparos nas tubulações são feitos sem quebrar e sem fazer bagunça. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba oferece garantia a cada serviço prestado e fazemos trabalho certo logo da primeira vez. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba pode ajudar com praticamente qualquer tipo de serviço que você precisar! Desentupimento de esgotos, ralos, pias, vasos, desbloqueio de obstruções em encanamentos, limpeza e substituição de tubulações. As equipes da desentupidora estão sempre prontas para atender em todos os bairros. Serviço de Desentupidora Zona Norte a Zona Sul. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba conta com técnicos com equipamentos de ultrassom e vídeo inspeção não invasivos para a detecção de entupimentos ou vazamentos em tubulações. A utilização de métodos tecnologicamente avançados nos permitem localizar com precisão problemas escondidos em redes de água e esgoto. Receba orçamentos rápidos e sem compromisso de Desentupimento da Desentupidora em Pirituba, licenciada e com referências que oferecem a garantia dos serviços prestados! Desentupimento da Desentupidora em Pirituba Apesar da urgência, antes de contratar uma desentupidora, existem algumas atitudes que você tem que tomar. É sempre melhor escolher serviços de desentupimento com base em recomendações de clientes e que oferece a garantia dos serviços prestados. Se você quer fazer uma pesquisa de mercado eficiente para contratar uma desentupidora com segurança, referencias, preços competitivos e garantia dos serviços prestados, chegou ao lugar certo! O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba tem equipes de desentupidores registrados, com bastante experiencia. Serviços de hidrojateamento, limpeza de fossa, vídeo inspeção, caça vazamentos, higienização de tubulações, desentupimento de redes de esgoto, desentupimento de colunas, vasos, ralos, piscinas, pias e tanques.
Receba agora mesmo, grátis e sem nenhum compromisso da Desentupimento da Desentupidora em Pirituba. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba eficiente, que vai dar garantia de serviço e com preços justos pode não ser tão fácil de achar, mas agora você não precisa mais procurar, porque nos já fizemos isso por você! Agora você pode contratar uma empresa de desentupimento com tradição de bom atendimento e preços justos. Empresa de Desentupimento da Desentupidora em Pirituba Atendimento rápido 24 horas dia/noite, inclusive durante domingos e feriados. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba esta prontas para qualquer tipo de emergência. Alguns minutos apos a solicitação do orçamento você estará em contato com nosso desentupidor licenciados. 0 Desentupimento da Desentupidora em Pirituba é um serviço de desentupir profissional que oferece garantia dos serviços prestados. Orçamento sem compromisso de nossa empresas de profissionais licenciados e com referencias! Trabalhe com desentupidores responsáveis, que usam produtos de qualidade. Equipamentos que oferecem garantia do serviço prestado. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba conta com excelentes equipes de profissionais experientes. Vamos providenciar orçamentos grátis e sem compromisso da nossa empresa de desentupimento no seu bairro com referências e garantia de serviço. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba conta com equipes prontas para atender em qualquer bairro 24 horas por dia, 7 dias por semana com respostas rápidas para emergências! Na maioria dos casos, o proprietário de um imóvel pode ficar vários anos sem quaisquer problemas de encanamento. Serviço de Desentupimento da Desentupidora em Pirituba Claro, que vai depender do estado e da manutenção das tubulações. Mais quando você tem um vazamento ou o ralo está entupido você vai precisar de um serviço de desentupimento com garantia de serviço. Contrate com segurança escolhendo o Desentupimento da Desentupidora em Pirituba uma empresa de desentupimento que oferece garantia dos serviços prestados. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba é uma empresa experiente e legalmente autorizada a executar este tipo de trabalho. Resolva de forma simples e econômica a contratação de uma desentupidora eficiente e com referencias para resolver seu problema de imediato. Obtenha estimativas de preços de desentupimento sem nenhum compromisso! Nossas atendentes estão sempre prontas para explicar para você os preços dos serviços de que você precisa. Receba orçamentos da equipes de Desentupimento da Desentupidora em Pirituba licenciadas que trabalham de acordo com as boas praticas. O Desentupimento da Desentupidora em Pirituba tem equipamentos específicos para os vários tipos de desentupimento possíveis e na grande maioria dos casos, resolvemos um problema de desentupimento sem quebrar e sem fazer bagunça. Receba orçamentos grátis e sem nenhum compromisso. Desentupidora na Zona Leste SP Desentupidora Aricanduva Desentupidora Artur Alvim Desentupidora Cangaiba Desentupidora em Ermelino Matarazzo Desentupidora em Itaquera Desentupidora em São Miguel Desentupidora na Água Rasa Desentupidora na Cidade Líder Desentupidora na Mooca Desentupidora na Penha Desentupidora na Ponte Rasa Desentupidora na Vila Carrão Desentupidora na Vila Formosa Desentupidora na Vila Matilde Desentupidora na Vila Prudente Desentupidora na Zona Leste Desentupidora no Belenzinho Desentupidora no Itaim Paulista Desentupidora no Sapopemba Desentupidora no Tatuapé Desentupidora na Zona Sul SP Desentupidora Campo Grande Desentupidora em Moema Desentupidora em Santo Amaro Desentupidora Ibirapuera Desentupidora na Cidade Ademar Desentupidora na Granja Julieta Desentupidora na Saúde Desentupidora na Vila Andrade Desentupidora na Vila Mariana Desentupidora na Vila Olímpia Desentupidora na Zona Sul Desentupidora no Brooklin SP Desentupidora no Campo Belo SP Desentupidora no Campo Limpo Desentupidora no Cursino Desentupidora no Ipiranga Desentupidora no Jabaquara Desentupidora no Jardim Europa Desentupidora no Morumbi Desentupidora na Zona Norte SP Desentupidora em Pirituba Desentupidora em Santana Desentupidora na Casa Verde Desentupidora na Freguesia do Ó Desentupidora na Vila Guilherme Desentupidora na Vila Maria Desentupidora na Vila Medeiros Desentupidora na Zona Norte Desentupidora no Bairro do Limão Desentupidora no Jaçanã Desentupidora no Mandaqui Desentupidora no Tremembé Desentupidora no Tucuruvi Desentupidora Parque Novo Mundo Desentupidora Parque São Domingos Desentupidora Vila Nova Cachoeirinha Desentupidora na Zona Oeste SP Desentupidora em Perdizes Desentupidora em Pinheiros Desentupidora na Lapa Desentupidora na Pompeia Desentupidora na Vila Leopoldina Desentupidora na Vila Madalena Desentupidora na Zona Oeste Desentupidora no Alto de Pinheiros Desentupidora no Butantã Desentupidora no Itaim Bibi Desentupidora no Jaguaré Desentupidora no Jardim Paulista Desentupidora no Rio Pequeno

Está gostando de nossos artigos, compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
  •  Rua Glauco Velasques, 285, Casa Verde
  •  (11) 2822-9612
  •  (11) 2836-6065
  •  (11) 98776-7059
  •  (11) 9 9739-5404
  •  Rua H, 38, Parque Vera CRUZ
  •  (12) 3674-3511
  •  (12) 99149-0615
  •  (11)98776-7059

Projetos realizados

%d blogueiros gostam disto: