Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Ligue para nós

(11) 2836-6065

Whatsapp

(11) 9 9739-5404

Ligue para nós

(11) 2822-9612

Desentupidora NA Vila Palmeiras (11) 98776-7059 / 99739-5404

Desentupidora NA Vila Palmeiras (11) 98776-7059 / 99739-5404

Pelo que temos em pesquisas sobre a fundação de Vila Palmeiras não conseguimos precisar uma data de fundação. Como sabemos nossa região nasce a partir da posse das terras “d’alem do anhamby” por Manuel Preto em 1580, não existindo um ato oficial de fundação da Freguesia do Ó. Com a formação da fazenda nestas terras e pela necessidade de mão de obra foi se tornando um pequeno patrimônio com moradias daqueles que aqui chegaram. “O tempo não para”, e constatamos que os herdeiros do “citio Jaragoa” por não darem continuidade no trato feito por Manuel Preto e Agueda Rodrigues, quando da doação para a Igreja, “até o fim do mundo”, tudo se fragmentou e a propriedade passou por muitos novos donos. Em 15 de setembro de 1796, por decreto, dona Maria I, rainha de Portugal, constitue a Paróquia Nossa Senhora da Expectação do Ó, a primeira da região, e em 15 de setembro de 1951 houve o desmembramento do território que deu origem a Paróquia São José, sediada então onde no final do século dezenove havia um sitio. Segundo Vera Lúcia Pradella que escreveu e continua pesquisando junto com algumas famílias, antigos proprietários das terras, e que hoje conhecemos como Vila Palmeiras. Em seu trabalho Vera utiliza uma transcrição conseguida pelo Portal do Ó do “Teor de Escritura de Venda e Compra de Escrava, Transcrito do texto original – Livro nº 2 – Páginas 04vº/ 05 – Data 03 de Novembro de 1871”, no 4° Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelionato de Notas – Nossa Senhora do Ó, na pessoa do Bel. Francisco Fazion. Tal escritura providenciada em terras Oenses, lavrada em cartório, descreve que o comprador é um dos moradores dessa região. Esse documento foi conseguido quando da produção do Filme “Freguesia do Ó, cenas de um bairro, histórias de uma cidade”, dirigido por André Costa em 2006. Em agosto de 2014, a Sociedade Esportiva Palmeiras completou 100 anos de história. A primeira sede do clube era localizada na Vila Mariana, bairro da zona Sul de São Paulo. O fato, entretanto, é pouco conhecido por grande parte dos torcedores do Palmeiras e de outros times. Atualmente, na rua Major Maragliano, 54, antigo endereço da sede, encontra-se o Centro de Atenção Integrada à Saude Mental, que substituiu o antigo Hospital Psiquiátrico da Vila Mariana. Marcelo Bonora, 47, influenciado pela família na escolha de seu time de coração, é palmeirense desde criança e destaca a importância do caso para o bairro. “Eu acredito que é um fato muito importante para a Vila devido à concentração de imigrantes. A região conta e contava com muitos descendentes de italianos, ainda mais durante a época do surgimento do clube”. Embora trabalhe na Vila, Bonora desconhecia o fato e se mostrou animado e surpreendido com a informação. “Foi uma surpresa muito agradável, já que eu adoro o a Vila Mariana. Fico feliz em saber que o Palmeiras surgiu num bairro tão legal”, declara. Giovanna Lunardelli, 18, palmeirense fanática e estudante da ESPM, tinha uma ideia do primeiro núcleo do clube, mas não sabia que era tão próximo à faculdade onde estuda. “Sabia vagamente que o Palmeiras tinha tido sua primeira sede na Vila Mariana, pois havia lido isso em um livro. Porém, não sabia que era tão perto da ESPM e que eu passava ali por perto todos os dias”, diz. Ademais, Giovanna acredita que, dessa forma, o bairro entra para a história do clube, já que o abrigou por dois anos. Atualmente, a sede do Palmeiras se localiza em Perdizes, na rua Turiassu, 1840. Passado e presente Fundado em 1914 com o nome de Palestra Itália, o Palmeiras tem origem italiana. Conquistou seu primeiro título no fim de 1920, em cima do Paulistano. Foi também, o primeiro clube a representar o Brasil em um amistoso contra o Uruguai, goleando por 3×0, em 1965. Ademir da Guia jogou pelo Palmeiras entre 1962 e 1977 e tem o apelido de Divino pela sua extrema técnica. Com um busto de bronze no estádio Allianz Parque em sua homenagem, ele vestiu a camisa alviverde em 901 oportunidades. Outros jogadores também se destacam na história do clube. Evair, que jogou entre 1991 e 1994 e em 1999, foi responsável pelo gol que colocou fim a um jejum de 16 anos sem títulos, em 1993, em cima do arquirrival Corinthians. Campeão da Libertadores, Evair é considerado até hoje o camisa 9 da história do Palmeiras. Edmundo, que jogou entre 1993 e 1995, virou ídolo graças à raça mostrada e pelos seus gols. Apelidado de Animal por seu jeito polêmico, voltou em 2006 e ficou até 2007. Marcos é o maior ídolo da história recente do clube. Lembrado principalmente pelos milagres que fez nas duas Copas Libertadores, em 1999 e 2000, eliminando o Corinthians em ambas. Declarou que virou ídolo quando recusou uma proposta de 45 milhões de reais do Arsenal (ING), quando o Palmeiras foi rebaixado, em 2002, e preferiu ficar no time. Aposentou-se com 530 jogos pelo clube. Se o Palmeiras foi considerado o campeão do século XX, o mesmo não se pode dizer do século XXI. Com dois rebaixamentos em dez anos (2002 e 2012), o clube encontra-se novamente em situação delicada no Campeonato Brasileiro e corre risco mais um rebaixamento.

Está gostando de nossos artigos, compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
  •  Rua Glauco Velasques, 285, Casa Verde
  •  (11) 2822-9612
  •  (11) 2836-6065
  •  (11) 98776-7059
  •  (11) 9 9739-5404
  •  Rua H, 38, Parque Vera CRUZ
  •  (12) 3674-3511
  •  (12) 99149-0615
  •  (11)98776-7059

Projetos realizados

%d blogueiros gostam disto: